Porque A Franquia Mais Lucrativa Funciona Melhor

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

As propriedades privadas existem desde sempre e servem para demarcar um território ou uma construção pertencente a alguém além dos bens móveis. Possuir uma não significa apenas poder sobre ela mas também algumas responsabilidades que, se não forem cumpridas poderão acarretar em multas e até mesmo a perda do direito sobre a tal. As propriedades coletivas também são uma realidade em nosso país mas, justamente por possuir mais de um dono, quanto mais pessoas forem responsáveis pela administração, fica cada vez mais difícil para ele continuar existindo de maneira progressiva. Acompanhe no artigo de hoje o porque uma franquia mais lucrativa funciona melhor com relação as empresas de serviços públicos.

 

Maior Controle

Numa propriedade privada, não existe o interesse de agradar a todos na hora de se determinar as regras internas. As regras devem ser estabelecidas simplesmente pelo(s) proprietário(s) objetivando sempre o desenvolvimento, já que, com o negócio evoluindo maiores também serão as vantagens para quem os administra. Se a propriedade fosse coletiva, haveria um conflito de interesses em benefício próprio e, na maioria dos casos, ninguém ia querer tomar a responsabilidade na hora de responder por algo ruim que eventualmente acontecer. Além disso, seria impossível ser benevolente neste caso pois se não existe nada para dar em troca, já que o bem pertence a todos, a generosidade não seria uma característica fácil de ser exercida para estas pessoas.

Nem Tudo Deve Ser Privado

Determinados lugares jamais poderão ser privados já que estarão sempre dentro dos direitos coletivos dos cidadãos, tomo como exemplo, o de ir e vir, ruas e calçadas, áreas de lazer como parques, montanhas, praias entre outros ambientes naturais não podem ser privatizados. Eles possuem a obrigatoriedade de serem públicos e todos nós temos o dever de zelar para mantê-los sempre em perfeito estado ou ainda realizar melhorias. Estabelecer um meio termo, em outras palavras, um limite para o que deve ser particular do público é importante para a boa convivência em sociedade já que é inviável privatizar todas as coisas e utópico viver num local onde todas as coisas pertencem a todos os que moram ali.

 

Serviços Públicos

Os serviços públicos são outros exemplos de bens coletivos. Alguns deles jamais poderão ser delegados a terceiros como a segurança pública e a justiça. Porém, outros não apenas podem como são necessários para auxiliarem as demandas de uma população que cresce cada vez mais. É o caso da saúde e educação por exemplo, com os seus planos de saúde privados e escolas particulares. A desvantagem dos serviços públicos é que para realizar qualquer tipo de melhoria, é necessário um processo lento e burocrático já que envolve toda uma sociedade. Mesmo apesar dos servidores públicos terem autonomia para tomar alguns tipos de decisão baseados em seus conhecimentos que foram comprovados quando passaram no teste, o concurso público.

Serviços Privados

A iniciativa privada existe também para servir a população, entretanto possui uma concorrência. Isso acaba exigindo dela indiretamente a constante melhoria dos serviços oferecidos e produtos vendidos. Juntando este fato com a maior liberdade dos gestores fazerem o que bem entenderem sempre visando a melhoria do negócio, e, consequentemente os lucros, isso acaba se tornando uma ideia que só tende a dar certo. Logo, chegamos a conclusão que apesar de as propriedades privadas serem melhores no sentido de se ter mais controle e autonomia na hora das decisões, a mescla dos serviços públicos com os privados na proporção correta, é o ideal para a boa convivência em sociedade! Os serviços privados refletem numa franquia mais lucrativa.

Como Conseguir Uma Franquia Mais Lucrativa
De acordo com a maneira correta de se interpretar a legislação, pessoas que representam o poder público só poderão fazer aquilo que estiver especificado em lei enquanto as pessoas que representam a iniciativa privada ocorre o contrário, isto é, poderão fazer tudo que a lei não proíba. Desta forma, o lucro, por exemplo, é exclusivo da iniciativa privada por isso para se conseguir uma franquia mais lucrativa já que os empreendedores possuem uma liberdade maior para gerenciar seus próprios negócios sem ter que pedir autorização para o governo antes de realizar tarefas internas por exemplo. Outro segredo para se ter uma franquia mais lucrativa é traçar um planejamento e se dedicar ao máximo para cumprir suas metas!

 

Comentários