Rede de estética investe em franquia no Distrito Federal

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Clínica Vanessa Silveira

Para o brasileiro, beleza não é apenas estar bonito por fora. Manter a aparência saudável reflete bem-estar interior. Para os negócios do setor, atender à nova demanda exige criatividade na hora de pensar alternativas que vão potencializar as experiências e sensações buscadas pelo consumidor.

A segmentação traz novo ritmo para o mercado da beleza. De um lado, existem salões com serviços de alta classe e preços elevados; de outro, espaços que priorizam a eficiência do serviço. Existem ainda os ambientes onde o atendimento por diversos profissionais e a qualidade da experiência são o ponto alto.

Serviços de spa, atendimento personalizado e consultoria de beleza também integram a variedade de segmentos que os negócios de beleza têm alcançado.

Consolidando o crescimento no setor, a clínica Vanessa Silveira, rede de estética pioneira em micropigmentação estética e paramédica no País, inaugurou neste mês a primeira unidade em Brasília (DF). A empresa que cresceu mais de 30% em 2016 oferece um mix de serviços com mais de 30 procedimentos, entre eles micropigmentação de sobrancelhas e aréolas, tratamentos para calvície, celulite, estrias, entre outros. A marca conta com 15 lojas no País e uma no exterior, e tem previsão de chegar a 35 unidades até dezembro.

 

Com uma população estimada em cerca de 3 milhões de habitantes, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Distrito Federal foi considerado região prioritária no Plano de Expansão da marca. “Brasília tem alcançado um desempenho econômico superior a grandes cidades, e também foi apontada como um dos locais com a melhor qualidade de vida do País”, comenta Vanessa Silveira, fundadora da marca.

A rede de estética prevê inaugurar mais duas unidades no Distrito Federal até 2018, totalizando investimentos de R$ 360 mil. “Temos uma procura muito alta pelos procedimentos nessa região do País, pois muitas pessoas se deslocam para São Paulo, para realizar nossas técnicas”, comenta Vanessa Silveira.

As jovens brasilienses Ingrid Mota, 20 anos e Antônia Feitosa, 29 anos são as empreendedoras à frente da unidade. O desejo de empreender e melhorar a autoestima das mulheres levou as empreendedoras a criarem uma campanha de doação de micropigmentação de aréolas e de sobrancelhas, para mulheres que enfrentaram o câncer. “Nossa objetivo desde o início foi ter um negócio que não estivesse ligado apenas ao lucro, mas que fosse capaz de fazer algo pela sociedade”, conta Feitosa.

Comentários