Franquia de pizza: quanto custa investir nesse negócio?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Não é exagero afirmar que as franquias são uma verdadeira escola para os empreendedores de primeira viagem. Segundo levantamento da consultoria Neoway, o índice de mortalidade de pontos de franquia é de apenas 4,3% nos primeiros cinco anos, contra 85% das pequenas empresas independentes. Diante desse cenário, as franquias de pizzaria no Brasil surgem como uma alternativa atraente ao investidor por diversos motivos.

Em primeiro lugar, o segmento de alimentação é o que mais fatura no franchising brasileiro: 40,911 bilhões de reais no ano passado, segundo números da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Quando falamos especificamente de pizza, o brasileiro tem um caso de amor. A Associação Pizzarias Unidas do Estado de São Paulo (APUESP) calcula que são consumidas um milhão de pizzas diariamente no país. Isso coloca o Brasil como o 2º maior consumidor dessa delícia italiana no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Para se ter uma ideia, o setor de pizzarias – considerando franquias e unidades próprias – fatura 22 bilhões de reais por ano.

Se você ficou interessado em abrir uma franquia de pizza, deve estar se perguntando qual é o capital de investimento necessário. É justamente isso que vamos detalhar a seguir. Confira:

Diversos modelos, custos diferentes

Na maioria dos casos, as redes de franquia costumam oferecer diversos modelos de pizzaria: desde sistema delivery até a combinação entrega em domicílio e salão para consumo no local. Nesse sentido, é natural que o investimento também varie. Afinal de contas, uma pizzaria que só trabalha com sistema delivery exige um espaço menor e, consequentemente, um investimento mais econômico.

É possível encontrar uma diferença muito grande de investimento entre marcas franqueadoras. Uma unidade delivery da Fórmula Pizzaria, por exemplo, tem um custo inicial em 145 mil reais. Por sua vez, o formato delivery da Pizza Hut, uma marca mundialmente conhecida, demanda um capital inicial de 900 mil reais.

Além do capital de investimento

Muitas pessoas pensam que basta levantar o dinheiro do capital inicial e adquirir a franquia. Tudo resolvido. Mero engano. Há muitos custos mensais por trás de uma franquia. Aqui, podemos destacar o royalties e a taxa de publicidade. Isso sem falar no capital de giro, que é o fluxo de dinheiro necessário para garantir o funcionamento da unidade no dia a dia.

Portanto, antes de bater o martelo e abrir uma franquia, o investidor deve atentar-se a todos esses custos e fazer contas. Muitas contas. De modo geral, especialistas recomendam começar o negócio com uma reserva financeira que cubra pelo menos seis meses de capital de giro. Esse é o tempo médio para que uma empresa comece a caminhar com as próprias pernas.

Então, imagine que uma unidade tenha um capital de giro em torno de 30 mil reais por mês. Nesse caso, o ideal é que o franqueado tenha, em mãos, 180 mil reais para tocar o início do negócio.

Conheça a Fórmula Pizzaria

fórmula pizzaria

Fundada em 2014, a Fórmula Pizzaria iniciou a expansão por franquias dois anos depois e já conta com 12 unidades franqueadas. A marca tem como objetivo fechar o ano com 30 unidades ativas e um faturamento de 5 milhões de reais.

A empresa prioriza o atendimento delivery, uma vez que ele representa uma média de 75% de todos os pedidos recebidos pelas unidades. Para o investidor, a marca oferece dois modelos: o delivery e o de loja + delivery.

Com um investimento que parte de 145 mil reais, uma unidade delivery requer um espaço de 50 metros quadrados. Para uma unidade delivery com salão para consumo no local, o investimento inicial gira em torno de 165 mil reais e o ponto comercial deve ter uma área de 80 metros quadrados.

Para enxugar os custos dos franqueados, a Fórmula Pizzaria trabalha com uma central de atendimento única e uma cozinha centralizada que oferece produtos, ingredientes e insumos para todas as unidades. Assim, os franqueados conseguem operar a unidade com a quantidade mínima de funcionários.

Com um faturamento médio de 70 mil reais, o retorno de investimento tem prazo estimado entre 24 e 36 meses.

Investimento total: R$ 145 mil a R$ 165 mil
Taxa de franquia: R$ 40 mil
Faturamento médio mensal: R$ 70 mil
Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

Leia também:

Fale com a Franquia

Nome

Email

Telefone

Mensagem

Comentários