Quanto custa investir em uma franquia de seguros?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Para quem quer investir em um novo negócio, nada melhor do que fugir dos segmentos saturados e considerar um setor que ainda é pouco explorado no Brasil, mas que tem um grande potencial de crescimento, certo? Se você concorda com isso, precisa conhecer melhor o mercado de seguros.

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Oxford, apenas 19% dos brasileiros tem um seguro de vida. Porém, entre aqueles que não possuem o benefício, 56% tem interesse em adquiri-lo. Há ainda milhares de empresas no país que precisam fazer seguros para seus funcionários, frota e equipamentos.

A CNSeg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização) apurou ainda que o mercado segurado teve um volume de arrecadação de mais de 239 bilhões de reais no último ano.

Além disso, o momento histórico vivido pelo Brasil é extremante favorável para o setor. Com a instabilidade econômica e as mudanças na previdência, é natural que o consumidor esteja mais cauteloso e pense em prezar pelo seu futuro e o de sua família.

Tudo isso faz com que empreender com uma franquia de seguros se torne muito atraente, mas, para participar desse mercado em franca expansão, qual será o custo necessário? É isso que vamos analisar agora!

Modelo home based x loja física

Para ter uma estimativa de valores de investimento em uma franquia, um dos primeiros passos é avaliar quais são os modelos disponíveis para investir. Isso porque cada um dos formatos criados pela franqueadora demanda mais ou menos capital e tem taxas e custos próprios.

As redes de seguros normalmente trabalham com dois modelos: o home based e a loja física. No primeiro, o franqueado atua em casa com pouco ou nenhum investimento em equipamento, já que o essencial é que ele tenha um pequeno espaço para trabalhar, computador com acesso à internet e uma impressora.

Quem trabalha em home office geralmente não tem funcionários, o que também diminui os custos com folha de pagamento e treinamento de equipe. Nesse caso, o franqueado tem acesso ao sistema da franqueadora e faz a captação de clientes, tira dúvidas e fecha os serviços através da internet, sem necessidade de ter um ponto físico para receber o público.

A maioria das franquias home based tem investimento médio entre 11 mil reais e 15 mil reais, e o faturamento gira em torno de 6 mil reais a 9 mil reais, em algumas marcas.

É importante se atentar ainda a outros custos extras que possam ser derivados de uma franquia home office. Aumento nas contas de energia elétrica, telefone e internet são naturais, assim como a necessidade de compra de suplementos para a operação.

A sugestão é que o franqueado contabilize também esses gastos para saber quanto manter a franquia vai custar, de fato. Também é importante fazer uma estimativa do capital de giro que será necessário para mantê-la.

Já as lojas físicas demandam um investimento maior, porque consideram a locação do ponto comercial, projeto arquitetônico, compra e instalação de equipamentos e a contratação de uma equipe de profissionais.

Em média, o custo inicial de uma franquia de seguros com modelo de loja física é a partir de 15 mil a 22 mil reais. O faturamento médio mensal pode alcançar os 50 mil reais.

Os outros custos

É de extrema importância que o empreendedor considere ainda os outros custos que podem não estar inclusos no valor de investimento inicial, mas que também são necessário para a contratação da franquia ou o funcionamento da mesma.

Algumas exigem capital de giro que pode ou não estar incluso neste valor. O franqueado também deve notar se a franquia escolhida cobra outros valores, como capital de instalação e taxa de publicidade.

Conheça a franquia Bidon

bidon

A Bidon é uma rede de corretoras de seguros que está no mercado desde 2011 e começou a expansão por franquias em 2016, contando com profissionais com vasta experiência no universo do franchising. A marca trabalha com seguros para automóveis, empresas, imóveis, acidentes pessoais, planos de saúde e odontológico, seguro viagem, consórcios, previdência privada, entre outros.

Os franqueados Bidon podem escolher entre os modelos home office e loja física. O modelo home office tem investimento inicial a partir de 11,9 mil reais; para a loja, esse valor é a partir de 21,9 mil reais. O faturamento mensal fica em torno de 50 mil reais.

A franqueadora oferece acesso à tecnologia de ponta, amplo treinamento nas áreas de gestão, marketing e mercado, apoio jurídico e auxílio na criação do projeto arquitetônico das lojas físicas.

Investimento total: R$ 11,9 mil a R$ 21,9 mil
Taxa de franquia: R$ 9,9 mil
Faturamento médio mensal: R$ 50 mil
Prazo de retorno: de 3 a 12 meses

 Leia também:

Fale com a Franquia

Nome

Email

Telefone

Mensagem

Comentários