Mercado de pizzarias: quais as oportunidades e desafios desse ramo?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Mesmo com a crise econômica, o segmento de alimentação é um dos negócios mais interessantes para os empreendedores. Sendo uma necessidade básica, o ramo atrai muitos clientes, principalmente quando o atendimento e os serviços são de alto nível. Um bom exemplo é o mercado de pizzas que abrange consumidores de todas as camadas sociais.

No entanto, a grande busca de fregueses pelo setor de alimentação não é sinônimo de sucesso e lucros garantidos para os empresários. Uma das razões é a alta concorrência, motivando os estabelecimentos a buscarem alternativas para atrair os clientes e aperfeiçoar a qualidade das refeições com eficiência.

mercado de pizzarias

Se você quer se diferenciar de seus concorrentes, é fundamental analisar os desafios e as oportunidades do mercado de pizzarias que vamos apresentar neste post. Confira!

Enfrente os desafios para evoluir

Independentemente do segmento, a evolução contínua deve ser uma das prioridades de qualquer organização. Pensando nisso, vamos destacar alguns desafios que os empreendedores do mercado de pizza devem superar para chegar ao sucesso. Acompanhe!

1. Manter os clientes fiéis

Você está com um bom nível de vendas, mas percebe que tem condições de alcançar um patamar superior. De que maneira isso pode ser feito? Uma boa resposta é investir em ações para manter os clientes fiéis e identificados com a marca.

Uma iniciativa interessante é o cartão fidelidade que pode ser usado de diversas maneiras. Por exemplo, a cada 10 pizzas compradas o cliente leva a próxima gratuitamente. Também podem ser oferecidos brindes, após as compras atingirem um determinado valor.

Outra iniciativa que faz sucesso é a promoção da semana. Essa atividade pode ser feita para o público-alvo conhecer melhor o cardápio. Você pode oferecer duas pizzas pela metade do preço, com uma delas sendo um tipo recém-lançado pelo estabelecimento.

Assim, você estimula o consumo e aumenta as possibilidades de os fregueses ficarem mais familiarizados com os produtos e os serviços oferecidos.

2. Ter uma boa comunicação

A propaganda boca a boca é muito importante para qualquer negócio. Mas você sabe que pode fazê-la de um jeito diferente? Parece mentira, mas não é. Basta usar as redes sociais e o site da pizzaria com criatividade e inteligência.

Por exemplo, publique vídeos com depoimento de clientes elogiando a qualidade das pizzas e do atendimento nos canais de comunicação disponíveis. Se as pessoas perceberem que houve sinceridade e autenticidade nas declarações, vão ficar estimuladas a frequentarem o estabelecimento.

Na página de sua empresa no Facebook ou em outra rede social, você pode divulgar promoções e dar dicas de culinária com foco no segmento de massas. Isso ajuda a chamar a atenção das pessoas e a cativá-las. Sem dúvida, é muito mais fácil fidelizar um cliente quando ele se identifica com uma empresa.

Você também pode cadastrar os clientes para receber, pelo WhatsApp ou e-mail, links de pesquisas sobre o atendimento e dados sobre as promoções. A medida ajuda a conhecer melhor as preferências do público-alvo e contribui para a marca ficar mais em evidência, o que é positivo para as vendas.

3. Melhorar os serviços de delivery

A falta de tempo das pessoas e o medo da violência são fatores que tornam o serviço de delivery muito importante para uma pizzaria. Afinal, entregar um produto de qualidade com rapidez é uma excelente forma de conquistar os consumidores.

Se você quer tornar esse processo mais simples, pense em investir em um aplicativo para dispositivos móveis que possibilite fazer os pedidos, pagá-los e ainda avaliar o atendimento. Caso seja viável, ofereça esse tipo de comodidade no site da empresa.

Dependendo da capacidade de atendimento, é possível ainda dimensionar um tempo máximo para entregar a pizza e, ao não cumprir esse prazo, oferecer o produto de graça para o cliente. Trata-se de uma postura ousada, mas que deve ser feita de maneira consciente para obter bons resultados.

4. Aperfeiçoar a seleção de fornecedores e dos ingredientes

Contar com um forno de primeira qualidade e com os ingredientes ideais para montar as pizzas é um desafio muito importante para os empresários do setor de alimentação.

Além de escolher devidamente os equipamentos e os temperos, é necessário contar com fornecedores eficientes que tenham preços competitivos. Assim, o estabelecimento pode contar com os recursos necessários para oferecer serviços que encantem o público e aumentem o faturamento.

Para fazer uma boa escolha, você pode adotar algumas medidas:

  • conversar com atuais e antigos clientes dos fornecedores;
  • fazer uma pesquisa pela internet sobre a qualidade dos equipamentos;
  • promover testes de qualidade no caso dos ingredientes;
  • e negociar condições de pagamento vantajosas para a pizzaria.

Se você está interessado em mudar os fornecedores, é preciso ter muito cuidado. Uma modificação pode prejudicar a qualidade dos serviços e afastar a clientela. Pense que recuperar uma posição de prestígio é muito mais difícil do que conquistar um consumidor quando frequenta um estabelecimento pela primeira vez.

5. Estudar a concorrência com precisão

O segmento de pizzarias no Brasil é bastante amplo. Dependendo do bairro, boa parte das ruas tem um restaurante que oferece essa refeição para os fregueses. Diante desse cenário, é preciso ter uma boa estratégia para conseguir sucesso. O primeiro passo é fazer uma análise detalhada da concorrência.

Assim, você pode ter uma visão dos pontos fortes e fracos do seu estabelecimento em relação aos rivais. Que aspectos você pode observar nas outras pizzarias para evoluir e cativar a clientela? A resposta está nos itens abaixo:

  • pesquisar como o concorrente se comunica com os consumidores;
  • analisar a variedade de sabores;
  • verificar como são feitas as promoções;
  • avaliar como o ambiente está organizado para receber os clientes;
  • constatar como funciona o serviço de delivery (prazos de entrega e abrangência do serviço);
  • verificar as modalidades de atendimento (rodízio, à la carte, delivery, fast food).

Sempre é interessante analisar a concorrência. Essa iniciativa pode contribuir para melhorar os serviços e encontrar alternativas para fortalecer o relacionamento com os clientes e aumentar os lucros.

6. Conquistar novos tipos de consumidores

Pense que você tem uma pizzaria de sucesso e que os clientes sempre aparecem com frequência. Porém, o número de fregueses diminuiu um pouco nos últimos meses, mesmo com os serviços sendo muito bem avaliados.

O que pode ser feito para reverter essa situação? Uma postura interessante seria investir na conquista de novos tipos de consumidores. Por exemplo, hoje muitas pessoas optam por uma alimentação mais saudável, que torna a digestão mais fácil e mantém uma boa qualidade de vida.

Pensando nisso, você pode ter pizzas que adotem a linha light, que tem vários tipos contendo diversos elementos, como:

  • massa integral;
  • brócolis;
  • ervilha;
  • palmito;
  • tomate;
  • cebola.

Além de proporcionar mais saúde aos clientes, você cria um diferencial interessante para o seu negócio.

Veja as oportunidades para o mercado de pizzas

Em momentos de retração econômica, muitos empresários ficam com medo de sair da rotina para conquistar os clientes. Porém, a conjuntura atual exige das organizações um comportamento diferenciado para sobreviver e se destacar perante a concorrência.

Por isso, vamos mostrar que existem oportunidades que devem ser aproveitadas para uma pizzaria se tornar mais atraente. Confira!

1. Adotar parcerias para conquistar mais clientes

Será que apenas uma refeição deliciosa é o suficiente para tornar o seu estabelecimento interessante para o público-alvo? Com o elevado nível da concorrência, a resposta é não. Você precisa ser criativo e sair do mais do mesmo.

Uma maneira de fazer isso é por meio de parcerias com outros tipos de negócios (academias, cursos de línguas, cinemas etc.). Um usuário de uma rede de farmácias, por exemplo, pode ter um desconto de 10% ao frequentar a sua pizzaria.

Também é possível oferecer vantagens para os clientes do seu estabelecimento quando eles frequentarem uma das filiais da rede de farmácia. Ou seja, todo mundo sai ganhando. Sem dúvida, essas parcerias estão sendo cada vez mais comuns e relevantes para os consumidores.

2. Inovar no cardápio

Todo mundo sabe que o seu negócio é pizza. Mas será que você não pode oferecer algo a mais para a clientela? Uma reformulação no cardápio pode ser algo interessante para conquistar mais clientes.

Pense em uma família, composta por marido, esposa e dois filhos. A mulher tem intolerância à lactose. Oferecer pratos que possam atender a pessoas com essa restrição alimentar é uma forma de estar conectado com as tendências do mercado.

Outra medida para inovar no cardápio é oferecer novos sabores. Antes de fazer isso, faça uma pesquisa com os clientes indicando os novos tipos de pizza que pretende oferecer. Assim, você terá dados para avaliar se vale a pena ou não apostar na criatividade.

3. Criar uma nova estratégia de negócios

Você possui um modelo de vendas que sempre lhe rendeu bons resultados. Contudo, sabe que pode expandir a carteira de clientes se tiver uma postura mais arrojada. Por exemplo, uma pizzaria é muito bem avaliada pelos consumidores, mas sempre optou apenas pelo atendimento à la carte.

Será que não está na hora de apostar em um serviço de delivery? A resposta vai depender muito das suas condições de investir e do perfil do seu público. Muitas pessoas preferem a comodidade de comer uma pizza saborosa em casa a se deslocar para um restaurante à noite. Esse fator deve ser levado em consideração na hora de implantar um novo modelo de atendimento.

Outra opção para atrair os clientes é o rodízio de pizzas. Você pode lançar um novo espaço com essa forma de serviço. Oferecer vários sabores por um preço fixo é uma medida que pode cativar novos consumidores, principalmente os mais jovens. Ter clientes de várias faixas etárias é uma forma de manter as vendas em um elevado patamar.

4. Aproveitar o potencial do ponto

Nem sempre os empresários exploram o ponto da melhor maneira possível. Em uma crise econômica, utilizar estratégias que possam tornar o seu estabelecimento mais atraente pode fazer a diferença.

Por exemplo, imagine que a sua pizzaria fique em uma avenida bastante movimentada por ter vários tipos de comércio, mas os clientes têm dificuldades para deixar o carro nas proximidades.

Nesse caso, você pode contar com uma área própria para os consumidores deixarem os seus veículos ou fazer uma parceria com quem possui um estacionamento próximo. Com essa comodidade, fica mais fácil atrair os fregueses.

Antes de montar uma pizzaria, é muito importante avaliar o ponto. Mesmo que você pague um aluguel mais caro, ter um estabelecimento melhor localizado é uma forma de tornar o local mais visível para o público-alvo.

5. Explorar o potencial da equipe

Não é fácil manter uma equipe motivada. Porém, isso é possível de ser feito desde que haja planejamento e organização. Você pode criar uma meta com base na avaliação dos clientes sobre a qualidade do atendimento.

Caso os resultados estejam dentro das expectativas, os colaboradores receberão alguma bonificação financeira. A medida é fundamental para os empregados terem um incentivo extra e manterem um serviço de alto nível.

Logicamente, oferecer um benefício a mais para os seus colaboradores não pode comprometer a viabilidade do seu negócio. Porém, você melhorando os seus serviços terá mais condições de elevar as receitas e compartilhar os resultados com a equipe.

Com um grupo de funcionários capazes de trabalhar com a demanda da pizzaria, fica mais fácil ter clientes felizes e lucros garantidos.

6. Usar a tecnologia para melhorar o atendimento

Ignorar o avanço tecnológico é pedir para ser engolido pelos concorrentes. Como a tecnologia veio para ficar, a melhor opção é usá-la como aliada. De olho nessa tendência, algumas pizzarias já utilizam tablets, permitindo para os clientes acessar o cardápio, escolher a refeição e até pagar a conta.

No caso do delivery, os recursos tecnológicos vão além da solicitação do prato e do pagamento pelos serviços. Um bom exemplo é o Hot Box — caixas térmicas que armazenam as pizzas e as mantêm em uma temperatura adequada por contar com um dispositivo que recarrega a energia. Assim, os clientes podem saborear a refeição em casa como se estivessem na pizzaria.

Com certeza, você percebeu que empreender no mercado de pizzas exige esforço. Apesar disso, é viável cativar muitos clientes e ter um grande faturamento. Se você quer boas dicas para expandir o seu negócio, curta a nossa página no Facebook. Ficar bem informado é uma peça-chave para o sucesso!

franquias de pizzarias

Fale com a Franquia

Nome

Email

Telefone

Mensagem

Comentários