fbpx

Você pode até pensar que a realidade virtual só é de fato uma realidade no mundo dos games. Mas o dia a dia de empresas dos mais variados setores já mostra que ela está em diversos mercados – e tende a expandir cada vez mais.

A cada dia a convivência com gráficos em 3D e elementos virtuais presentes no cotidiano se torna mais comum, especialmente para mercados que já são digitais por natureza.

Isso vai além do entretenimento. Os recursos de realidade virtual e aumentada estão ganhando terreno em diversos ramos da indústria e serviços, e têm projeções de atingir receitas globais de bilhões de dólares nos próximos anos, segundo pesquisas recentes nesse mercado.

Este segmento está conquistando tanto campo que existem projeções de ganhos em torno de 162 bilhões de dólares em 2020, passando de 5,2 bilhões de dólares em 2016, segundo pesquisa da consultoria IDC.

Isso porque a realidade virtual é uma nova ferramenta para estimular o chamado consumo de experiência. Apesar de a tecnologia não ser nova, só há pouco tempo começou a se popularizar – e já existem infinitas possibilidades de uso pra essa tecnologia que avança a cada dia.

Mas, você sabe distinguir o que é realidade virtual e aumentada? Muitos confundem os conceitos. Saiba que enquanto a realidade virtual insere as pessoas em ambientes completamente virtuais, a realidade aumentada usa o ambiente real para inserir elementos virtuais nele.

Para ficar mais palpável, os simuladores de voo que fazem com que a pessoa sinta todas as emoções e reaja em uma cabide de um avião com as trajetórias já configuradas, por exemplo, é uma realidade virtual; enquanto o famoso jogo Pokemon Go, que utiliza o ambiente real do jogador para inserir graficamente as personagens que serão capturadas, já é a realidade aumentada.

Diante disso, confira a seguir nove setores que já usam a realidade virtual no dia a dia.

realidade virtual

1. Saúde

Já existem diversos aplicativos que utilizam a tecnologia para ajudar médicos e cirurgiões a desenvolverem melhor seus trabalhos. Há, por exemplo, uma plataforma baseada em vídeo e permite que cirurgiões auxiliem em operações remotas, usando o aplicativo como guia para cirurgiões menos experientes. Desta forma, mesmo distante o médico é capaz de mostrar como fazer um procedimento.

2. Educação

Esse recurso é excelente para aprimorar a experiência de alunos e professores. Para que tenha ideia, museus e galerias de diversas partes do mundo disponibilizam passeios virtuais por seus corredores e obras usando a realidade virtual como auxílio para os seus visitantes. A Pinacoteca de São Paulo e a IBM, por exemplo, fizeram uma parceria em que os visitantes podem conversar com as obras de arte por meio do Watson, uma plataforma de computação cognitiva.

3. Militar

A realidade aumentada também colabora com as pesquisas militares. Nos Estados Unidos isso já acontece desde 1992, aliás, quando Louis Rosenberg desenvolveu o Virtual Fixtures, que tem o objetivo de ajudar a melhorar o desempenho humano ao realizar tarefas manuais.

4. Indústria

É claro que a realidade virtual passaria a fazer parte dos ambientes industriais. Um exemplo são óculos inteligentes que permitem que técnicos acessem informações em texto e vídeo, além de serem orientados a distância por especialistas enquanto fazem a instalação de peças.

Em outros casos, os técnicos podem transmitir o que estão vendo por meio de uma conexão de vídeo ao vivo e mostrar ao especialista, que pode, então, acompanhar a resolução do problema passo a passo.

5. Turismo

Se você está pensando em adquirir uma viagem, que tal fazer uma breve experimentação do destino? Isso é possível em empresas aéreas, as quais disponibilizam óculos em suas salas de espera em aeroportos com experiências sobre os destinos aonde os passageiros irão.

6. Automobilismo

Este mercado usa a tecnologia desde as fábricas e construção de protótipos, até o ambiente das lojas de carros. Algumas montadoras mais luxuosas e tradicionais, como a Audi, por exemplo, contam com ambientes pequenos e modernos, tendo apenas quatro carros à mostra e deixando o restante do catálogo por conta de óculos virtuais, que permitem que o consumidor veja não apenas como os modelos são por dentro de seus motores, como podem fazer o test drive virtual.

7. Publicidade

Este é um dos mercados mais entusiastas dessa tecnologia. Um dos usos mais recentes foi com a Coca Cola, que usou o Spotify para disponibilizar playlists que eram acionadas por meio de realidade aumentada projetadas nas latas de refrigerante.

8. Imobiliária

Como com ajuda dessa tecnologia, a pessoa pode conhecer novas realidades sem sair do lugar é uma boa pedida para esse mercado, sendo uma nova ferramenta de vendas. Isso porque o cliente, em vez de visitar diversos imóveis pode fazer uma seleção com os óculos de realidade virtual, que têm dentro um aplicativo que roda as imagens do local visitado em 3D.

9. Franquias

No mundo das franquias a realidade virtual também já está presente. A iGUi, fabricante e comercializadora de piscinas, por exemplo, adaptou a tecnologia da realidade virtual e aplicou-a aos óculos iGUi 3D – 360º. A ferramenta utilizada reproduz alguns dos princípios da realidade virtual, isolando, por exemplo, a visão do cliente em relação ao ambiente real, voltando sua atenção para o ambiente virtual.

Já a GEmotion, rede de franquias de entretenimento, usa essa tecnologia para oferecer diversas opções de jogos e experiências sem que o cliente saia da poltrona. Há opções de jogos para crianças, jovens e adultos, tudo disponível através de uma máquina que exige pouco espaço para instalação e pode ser operada por uma única pessoa.

Quer saber mais sobre a franquia GEmotion? Confira como se tornar um franqueado GEmotion.

Banner-Rodape-menor-botão


3 Comments

Jéssica · 20 de Março de 2018 at 17:13

Olá tudo bem? Eu sou estudante de turismo e me interessei bastante pela sua postagem. Estou pautando meu TCC na realidade virtual e aumentada no turismo. Será que podemos trocar email e você me ajudar a encontrar mais material sobre o tema??

Muito obrigada e parabéns pelo artigo.

Realidade virtual: a nova tendência no mercado entretenimento e lazer - Encontre sua Franquia · 3 de Janeiro de 2018 at 11:01

[…] conceitos de realidade aumentada e virtual já são uma realidade para muita gente que experimentou jogar Pokémon GO, game que virou febre […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte de um dos maiores grupos de franquias do Brasil!

Preencha com seu e-mail a baixo e receba em seu e-mail as melhores dicas de franquias.

chevron-down