fbpx
  • Fale Conosco:

    (31) 3654-5664

  • E-mail:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Encontre sua Franquia

Como abrir uma franquia: passo a passo


Quem quer abrir um negócio próprio vê no franchising um sistema mais seguro para evitar a perda de dinheiro. E a dúvida que surge nessa hora é: como abrir uma franquia?

Há diversas etapas que compõem esse processo, mas, acredite, vale a pena. Afinal, o setor aumentou seu faturamento em 8,3% em 2016, o que representa R$ 151,2 bilhões, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Quer entrar nesse segmento? Então aproveite o post que preparamos com o passo a passo para você abrir sua unidade franqueada!

1. Escolha a franquia

O primeiro passo para abrir a sua unidade é escolher a franquia mais adequada ao seu perfil. Pesquise os diferentes segmentos de negócio e escolha 2 ou 3 com os quais tem mais afinidade, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Busque informações sobre as empresas escolhidas e veja aquela que está mais adequada. Analise pontos fortes e fracos e visite algumas unidades para ver de perto o atendimento, produtos, serviços etc.

Além disso, informe-se a respeito dos riscos, compromissos e outros elementos que estão envolvidos no processo. Pular essa etapa é um erro comum, porque o empreendedor acredita que o modelo de franquia não traz problemas, então fique por dentro de tudo. Estar bem informado é essencial para evitar imprevistos e abrir sua franquia com mais segurança.

2. Entre em contato com a franqueadora

Depois de escolher a empresa, entre em contato. A primeira etapa é fazer um cadastro no site e enviar seus dados, que serão avaliados pela franqueadora. Se você for aprovado nesse momento, passa para outra fase, que é a de entrevistas.

Nesse encontro serão repassadas algumas informações a respeito da marca e você será avaliado como potencial empreendedor. Lembre-se de que, apesar de a franqueadora entregar seu modelo de negócios e oferecer suporte, você é quem deve cuidar do estabelecimento — e o sucesso dessa empreitada é interesse de todos.

3. Analise a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato

A aprovação na entrevista com a marca permite que você tenha acesso à COF, documento que especifica todos os detalhes relevantes sobre a empresa, como faturamento, tamanho, possíveis pendências judiciais, investimento inicial para abertura da unidade, entre outros.

Esse documento deve ser analisado com cuidado. Vale a pena consultar um advogado para verificar se todos os aspectos estão condizentes ou se é necessário tirar alguma dúvida.

Na COF também há os contatos de franqueados atuais e antigos. Entre em contato com eles e pergunte sobre seu relacionamento com a marca. Verifique se há algum detalhe que mereça atenção e se o estilo de negócio está próximo do que você espera.

Se estiver tudo certo, chega o momento de receber e analisar o contrato. Novamente, é importante consultar um advogado que possa analisar os mais diversos aspectos, por exemplo: suporte, restrições, direitos e deveres das partes, entre outros.

Tenha atenção a todos os detalhes. Os empreendedores que cometem o erro de deixar essa análise de lado, podem acabar em situações bastante desagradáveis.

4. Crie um plano de negócios

As informações repassadas pela franqueadora permitem elaborar o seu plano de negócios. Esteja certo de que a marca oferecerá um bom suporte nesse momento, mas você deve saber qual caminho seguir.

Planeje os seus passos, porque isso aumentará suas chances de sucesso. A ideia, aqui, é analisar a viabilidade do negócio. Por exemplo: se você quer abrir um pet shop franqueado, será que terá espaço no local em que pretende? O público da região tem essa demanda?

Avalie os recursos técnicos, financeiros e humanos para saber quais são as suas chances de sucesso. Lembre-se também de que os investimentos com publicidade já estão contabilizados no valor pago mensalmente à franqueadora.

5. Defina seu orçamento

Abrir uma franquia sem considerar o investimento necessário é um erro que pode custar o seu negócio. Mesmo que a marca seja bem aceita no mercado e os produtos/serviços sejam adquiridos pelos clientes, sem planejamento financeiro o caminho será muito mais difícil.

Verifique o valor inicial a ser investido para montagem da estrutura, aluguel do local, compra de estoque, entre outros detalhes importantes. Considere ainda sua necessidade de capital de giro, que é o montante reservado para as operações diárias do negócio.

Outras despesas normalmente cobradas são:

  • taxa de franquia: para que você tenha o direito de fazer parte da rede de franqueados;
  • taxa de royalties: valor pago periodicamente pelo franqueado para que ele tenha o direito de usar os recursos da marca;
  • taxa de propaganda: montante destinado à promoção da marca e dos produtos;
  • taxa de compras: é cobrada devido ao uso da estrutura de compras;
  • taxa de serviço: valores que cobrem a realização de serviços extras.

6. Escolher a localização

O local adequado é imprescindível para o seu sucesso. Procure um imóvel estratégico e que esteja em algum ponto movimentado da cidade. Verifique com corretores qual local é mais indicado para o segmento em que você vai atuar.

Atente-se também para o tamanho do imóvel. Ele deve ser grande o suficiente para oferecer conforto aos clientes, além de ter espaço para o estoque e a estrutura.

Tenha o cuidado de analisar o custo-benefício. Um erro que os empreendedores cometem é pensar somente no preço mais baixo. Veja além para não ter problemas no futuro.

7. Participe do treinamento da franqueadora

A marca oferece o treinamento necessário para que você comece a trabalhar. Participe da capacitação e envolva também os seus colaboradores para que todos conheçam o modelo de negócios e de atendimento, além dos produtos e serviços comercializados.

Esteja disponível para tirar dúvidas sempre que necessário e seja acessível. Mesmo sendo um pequeno empreendedor, com poucos funcionários, vale a pena investir na gestão de pessoas. Deixar essa questão de lado é sinônimo de menos produtividade e problemas no atendimento.

8. Faça o marketing de inauguração

A inauguração de sua unidade deve ser planejada. Por mais que a marca, produtos e serviços sejam conhecidos e que já exista um marketing nacional, é importante mostrar que há um novo estabelecimento no local.

Crie ações online, faça panfletagem e/ou coloque faixas para informar sobre a inauguração. Crie ações criativas e divertidas que atraiam o público-alvo. Depois disso, é só manter o bom trabalho e tudo dará certo!

Gostou de compreender os 8 passos para abrir uma franquia? Quer aumentar suas chances de êxito? Então aproveite para entender como planejar os encargos para abrir uma franquia!

Sair

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *