fbpx
  • Fale Conosco:

    (31) 3654-5664

  • E-mail:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Encontre sua Franquia

Empreendedor, Utilize o Plano de Negócios no Planejamento do seu Empreendimento


Você sabe quais as etapas do plano de negócios? E a importância desse planejamento? Então, acompanhe o texto e descubra tudo sobre o assunto!

Estabelecer e cumprir as etapas do plano de negócios é parte fundamental da abertura de uma empresa. Afinal de contas, só com o planejamento adequado é possível tirar as ideias do papel.

Para começar, planejar é fundamental para a diminuição dos riscos e para a análise da viabilidade do seu futuro negócio. Além disso, com um plano de negócios bem definido, as chances de captar recursos financeiros e investidores aumenta consideravelmente.

Muitas vezes, o empreendedor negligencia essa etapa. Principalmente quando ele já conta com recursos próprios para dar início às atividades. Ou seja, quando ele não precisa demonstrar para ninguém a viabilidade do negócio.

Porém, o planejamento é uma fase importante em qualquer empreendimento, precise ele ou não de recursos externos.

O plano de negócios descreve a ideia da empresa e projeta os aspectos financeiros, mercadológicos e operacionais para um período determinado. Esse período costuma ficar entre três e cinco anos, de modo que o empresário tenha visão mais ampla sobre o futuro.

A falta dessa reflexão pode levar ao investimento em um negócio inviável ou que não tenha resultados compatíveis com os sonhos do empreendedor. Sem resultados, há a desmotivação e frustração do empresário, além de perdas financeiras. 

Planejar também é importante para deixar de lado o entusiasmo “explosivo” e realizar uma análise racional do negócio.

Por que fazer um plano de negócios?

Como já citado, o planejamento de negócio é essencial para a abertura de uma empresa. Só que ele dá trabalho. São tantas as pesquisas, planos e informações, que alguns empreendedores simplesmente desistem do documento.

Essa atitude, porém, pode ser muito prejudicial. Se não tiver um plano escrito em que se basear, o empreendedor pode logo “se perder” no dia a dia do negócio.

Se você ainda não está convencido sobre utilizar as etapas do plano de negócios, listamos a seguir três benefícios principais do recurso. Acompanhe!

1. Torna as ideias executáveis

Abrir uma empresa é algo que normalmente surge do desejo pela independência financeira. Porém, também é comum que um negócio tenha origem em uma grande ideia, em alguma demanda não suprida que você percebeu no mercado. Em ambas as situações, você precisará traçar um modo de ação. 

Colocar cada um dos seus pensamentos no papel vai permitir organizá-los. Sem contar que isso permite verificar se a ideia é viável, e não apenas um desejo “mirabolante” da sua mente de empreendedor.

2. Garante conhecimento ao empreendedor

Conhecer o mercado e o público-alvo da sua empresa é essencial para que você saiba se posicionar. Apenas assim é possível pensar em diferenciais. Por que os consumidores comprariam com você, se seus concorrentes já oferecem o mesmo produto?

Saber o que os outros fazem e o que o cliente espera também é importante para pensar ações de marketing realmente efetivas.

3. Alinha os objetivos

Para chegar a algum lugar, você precisa saber que lugar é este. Elaborar o plano de negócios permite estabelecer metas e o modo de alcançá-las. Esse cuidado torna o passo a passo mais simples e também permite engajar funcionários. Se todos conhecerem os objetivos da empresa, será mais fácil impulsioná-los a um trabalho conjunto. 

As etapas do plano de negócios

checklist plano de negocios imagem ilustrativa
Estabelecer um checklist para o plano de negócios ajuda na execução de todas as etapas para o sucesso da empresa.

Todo plano de negócios deve descrever o setor de atuação, a natureza jurídica da empresa e a sua estrutura organizacional. Ele também precisa conter relatórios financeiros projetados, o planejamento estratégico e o plano operacional do negócio.

As etapas do plano de negócios podem variar conforme a atividade da companhia. Para facilitar o seu processo, listamos os passos descritos no livro de Idalberto Chiavenato, “Empreendedorismo: Dando asas ao espírito empreendedor”. O conteúdo está em sua quarta edição e é considerado um dos principais sobre empreendedorismo no Brasil.

Análise do setor de atuação da empresa

Para a análise do setor de atuação, é necessário indicar o perfil dos clientes e as características do mercado. Também é preciso fazer a análise dos seus concorrentes, diretos e indiretos.

Por exemplo: para uma empresa de lavagem de carros, outra empresa de lavagem de carros é um concorrente direto. Já uma vendedora de produtos para lavagem do carro é indireta.

Você também vai precisar fazer a análise do cenário econômico, social e tecnológico. Assim, será mais simples situar o seu negócio e trabalhá-lo para se diferenciar.

Análise das características do empreendimento

Fazer a avaliação das características do empreendimento significa ter total conhecimento sobre o produto ou serviço que será ofertado. Assim como sobre seus preços de mercado e o melhor modo de vender o seu trabalho. 

Também é nessa etapa que o empreendedor avalia e escolhe a natureza jurídica do negócio e sua estrutura organizacional.

Planejamento estratégico

Na etapa do planejamento estratégico, é preciso construir os valores, missão e visão da empresa. Mais do que garantir um “Norte” à companhia, isso vai permitir que investidores e funcionários entendam os seus objetivos.

De modo geral, essas e as informações financeiras são as que mais influenciam os que desejam investir no seu negócio.

Outro aspecto importante é definir os objetivos em curto, médio e longo prazo. Assim como as estratégias para alcançar cada uma das metas.

Plano operacional

No plano operacional, você vai precisar definir a sua previsão de vendas e o modo de produção/venda no seu negócio. Aqui, também deverão aparecer a previsão de todas as despesas (com insumos, aluguel do espaço, pagamento dos funcionários etc.). O fluxo de caixa e um balancete simulado são igualmente importantes.

Resumo executivo no plano de negócios

Por fim, todas as informações deverão ser unidas em um relatório resumido. Esses dados devem ser fáceis de consultar e revisar sempre que necessário. Eles serão os responsáveis por guiar o seu dia a dia. Também poderão ser apresentados para possíveis investidores.

Assim, se outros indivíduos realmente tiverem interesse no empreendimento, poderão visualizar o planejamento mais completo.

Todas essas etapas precisam ser baseadas em dados e projeções confiáveis. Apenas assim o plano de negócios será efetivo, mostrando a viabilidade e confiabilidade da sua empresa. 

Lembre-se que captar recursos no mercado demanda um planejamento consistente, pois é cada vez mais difícil que as pessoas invistam. Há o receio de que o negócio dê errado, especialmente devido às condições da Economia do País.

Ainda é importante destacar que o plano de negócios é importante para qualquer tipo de empresa. Seja ela iniciada do zero, seja uma franquia. 

No caso das franquias, porém, não é necessário estabelecer um novo plano. Uma franquia nada mais é do que uma nova unidade de uma empresa que já existe.

Por isso, o empreendedor recebe o plano de negócios completo da marca, já pronto para ser executado. Isso aumenta suas chances de sucesso, uma vez que o planejamento foi testado e bem-sucedido em outras unidades.

Para conhecer o passo a passo ainda mais detalhado de um plano de negócios, você pode acompanhar o nosso e-book sobre o assunto. O conteúdo traz um checklist completo para elaborar e colocar o planejamento da sua empresa em prática.

ebook tudo o que você precisa saber para começar a empreender banner divulgação

Na hora de empreender, leia, busque informações, procure profissionais competentes e planeje cada fase do seu negócio. Assim, seu investimento será mais assertivo, com o plano de negócios ideal. 

Sair

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *