fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Franquia de bolo x franquia de pizza: qual é a melhor opção?


Para quem deseja entrar no ramo alimentício, escolher entra franquia de bolo ou de pizza pode ser uma decisão muito difícil. Principalmente quando se analisa os números do mercado de ambos os setores. 

O bolo é um dos pratos mais culturais do Brasil, o que não falta por aí são pessoas que sabem fazer um bom e delicioso bolo. Sem contar nas diversas receitas familiares que é possível encontrar. Podemos dizer que esse alimento também ajuda na recordação de grandes momentos da vida de uma pessoa. 

Em contrapartida, existe a pizza. Uma invenção dos italianos que em poucos anos se espalhou pelo Brasil e se tornou parte da cultura do País. Além disso, comer uma pizza é como um ritual em família ou com amigos. Seja para um simples jantar, um jantar romântico ou no café da manhã.  

Assim, ambos podem ser considerados bons empreendimentos que podem ser abertos para quem deseja trabalhar no segmento alimentício. Não importa se será bolo ou pizza, sempre haverá espaço para você conseguir se desenvolver como empresário e alcançar bons resultados. 

Porém, para ajudar você a tomar a decisão de qual negócio é melhor, preparamos o artigo a seguir com algumas dicas sobre qual o negócio mais atrativo. Acompanhe a leitura. 

Por que abrir uma franquia de bolo?

A primeira coisa que podemos observar é quanto custa uma franquia de bolo. Para conseguir fabricar um bolo não é preciso muito mais do que farinha, açúcar, fermento, ovo etc. Ingredientes que são fáceis de encontrar e possuem um bom preço no mercado. 

Além disso, esses negócios também trabalham com receitas diferenciadas e que podem refletir a história de uma determinada família. Ou seja, o bolo sempre foi testado, aprimorado e preparado para agradar as pessoas, permitindo assim que tenha uma visão mais clara do comportamento do público quanto a qualidade do seu produto. 

Outro ponto muito importante para quem deseja saber como abrir uma franquia de fábrica de bolo, por exemplo é a facilidade quanto a sua operação.

As franquias são empreendimentos que visam autorizar um terceiro de comercializar um serviço ou produto de uma determinada marca. Dessa forma, as próprias franqueadoras ajudam o empreendedor a manter o negócio funcionando. 

Para que isso possa acontecer da maneira mais eficiente possível, é necessário seguir alguns padrões. Com base nisso, a franquia não corre o risco de ter unidades que trabalham com comportamentos diferentes do que ela está habituada e é reconhecida no mercado. 

Quando falamos de uma franquia de bolo, por exemplo, você não irá precisar se preocupar em educar o seu público e muito menos fazer um trabalho de convencimento do produto que está comercializando. Muitas das empresas que estão no mercado possuem tradição e podem ter presença afetiva na memória das pessoas. 

Com esses pontos é possível encontrar alguns benefícios que irão transformar o seu novo empreendimento em um sucesso. Porém, ainda existem vantagens que estão ligadas ao mercado e a tendência do segmento. 

Quais as vantagens de apostar nesse segmento?

Franquia de bolo: bolo de cenura
O bolo é um dos alimentos mais consumidos no Brasil e está presente na nosso cotidiano

Para se ter ideia do alcance de uma franquia de bolo, podemos encontrar alguns dados sobre o mercado que validam a ideia de que o prato está presente na casa dos brasileiros.

No último levantamento feito pela Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), o mercado de confeitaria tem alcançado cada vez mais público. A pesquisa apresentou que essa tem sido a solução para muitos micro e pequenos empreendedores. 

Além disso, junto com o levantamento da Wise Guy Reports, se espera que esse setor alcance um faturamento de 2,5 bilhões de dólares até 2025. Muito dessa perspectiva se deu pela busca constante das empresas em encontrar novos sabores, cores, formas, adereços, texturas etc. 

Dentro do setor de foodservice, onde os consumidores compram alimentos prontos para serem ingeridos na rua, trabalho ou serviço, sem ter o trabalho de fazer, é possível ver as possibilidades que esse mercado oferece. 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 25% das pessoas em média se alimentam fora de casa. Por causa desse comportamento, a fabricação de bolos tem conseguido se manter forte e ganhando espaço, tornando o investimento muito atrativo. 

Outro estudo que mostra o crescimento desse setor é apontado pela Euromonitor. De acordo com a instituição, o Brasil é o 8º no mundo quando se trata de faturamento em bolos industrializados e o 10º na quantidade de vendidos. 

Por fim, o último levantamento feito pela Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), identificou que o Brasil movimentou mais de R$8,2 bilhões em bolos industrializados em 2019.

Descubra algumas áreas para explorar com sua franquia de bolo

Uma das partes mais importantes na hora de empreender em uma franquia de bolo é conseguir identificar o tipo de produto que irá oferecer para seus clientes. Atualmente, podemos encontrar pelo menos cinco possibilidades de comercializar bolos. 

Cada um possui uma técnica diferenciada e precisa ser desenvolvida com cuidado para alcançar a qualidade esperada. Dessa forma, o ideal é que você conheça um pouco sobre cada uma para determinar a que irá melhor satisfazer o seus clientes. 

Por exemplo, um dos formatos mais tradicionais que podemos encontrar são os bolos caseiros. Podemos considerar este um queridinho pelo público pela sua simplicidade e por causa do apelo emocional proporcionado aos consumidores, que acabam lembrando de diversos momentos de suas vidas. 

Outra possibilidade ganhou o mercado nos últimos anos é o bolo de pote. Esse produto exige uma embalagem diferenciada e trabalha com um apelo visual bem atrativo. Ótimo para ser consumido em momentos como intervalos, lanches, festas etc. 

Ainda podendo ser visto como uma possibilidade para esse consumo imediato, pode ser oferecido os bolos veganos. Muitas pessoas tem aderido ao movimento e a culinária tem se moldado para conseguir atender as necessidades desse público. Dessa forma, alguns ingredientes são substituídos para agradar o paladar do novo mercado. 

Olhando um pouco mais sobre as possibilidades no mercado festivo, você pode trabalhar com os bolos confeitados, que são como os potes quando se trata do apelo visual, porém mais caros para serem produzidso. Em conjunto existem os naked cakes, que utiliza frutas e flores para enfeitar os bolos, dando um aspecto mais rústico. 

Porém, dentro do segmento alimentício, existe um outro formato de negócio que também é considerado um grande empreendimento para quem deseja se tornar empreendedor. Estamos falando das franquias de pizza. 

Franquia de pizzaria é mais interessante do que franquia de bolo?

Franquia de bolo - bolo de chocolate
Mesmo tendo o bolo como um empreendimento rentável, será que existe outra possibilidade para atuar no segmento alimentício?

Assim como a franquia de bolo, as de pizza possuem um grande potencial de crescimento. Não à toa, estamos falando de dois alimentos consumidos aos montes em qualquer região do País. A pizza chegou no Brasil no início dos anos 1910 com as colônias italianas. 

Durante muito tempo voltada apenas para os imigrantes, a pizza passou a se tornar popular em terras tupiniquins apenas em 1950, se tornando parte da nossa cultura. Para se ter ideia do impacto desse alimento, são produzidas aproximadamente um milhão de pizzas por dia. Tendo São Paulo como a principal cidade do Brasil e a segunda do mundo em consumo. 

Uma das vantagens de apostar nesse empreendimento, não apenas por causa dos pontos positivos do mercado, está na facilidade de adquirir uma franquia. As pizzarias permitem que tenha apenas um pequeno espaço e trabalhe com delivery, sem a necessidade de criar um restaurante. 

Além disso, é uma ótima possibilidade de criar estratégias de fidelização para seus consumidores. Dessa forma, você consegue montar uma carteira mais efetiva desde que o seu produto tenha qualidade. Afinal, por ser um dos alimentos mais consumidos no Brasil, os brasileiros acabaram se tornando bem exigentes nesse sentido. 

Também é importante destacar como as pizzas passaram a fazer parte do setor de foodservice, usufruindo também da correria do dia a dia das pessoas. Mesmo diante de eventuais crises, esse é um dos empreendimentos mais interessantes para ser inaugurado.

Vale ressaltar que a alimentação é uma necessidade básica e, por causa disso, acaba atraindo muitos clientes. O que irá fazer o seu negócio funcionar, será a sua capacidade de manter o seu produto em alta qualidade.  

Veja algumas dicas para conseguir abrir uma franquia

Seja para você abrir uma franquia de bolo ou de pizza, o caminho para se tornar franqueado é o mesmo. Principalmente por envolver empreendimentos que trabalham no setor alimentício e foodservice. Diversas frentes precisam ser bem analisadas para que possa empreender no melhor negócio possível. 

Se você decidir por qualquer tipo de empresa, certamente terá maiores chances de quebrar seu negócio, por mais difícil que isso seja com as franquias. De acordo com o estudo realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas cinco em cada 100 fecham antes de completar dois anos. 

Essa segurança acontece não apenas por causa do know how e expertise que a marca oferece para você, mas também por causa do seu processo de escolha. Franquias precisam ser uma união perfeita, aquelas que parecem de história. Quanto mais você for capaz de garantir isso, melhor para o seu negócio e jornada. 

Todo o cuidado é pouco nesse momento. Ambas as frentes possuem diversas empresas aptas, porém nem todas possuem qualidades suficientes para serem consideradas boas franquias. Por exemplo, a padronização do negócio é feita por meio de treinamentos e suportes, se isso não acontecer, provavelmente você terá grandes problemas.

Por causa disso, preparamos algumas dicas para que consiga identificar os pontos mais importantes na hora de tornar um franqueado. São pequenos pontos que farão a diferença ao longo do seu processo.  

Antes de apresentar as dicas, separamos o infográfico a seguir com o passo a passo para se tornar um franqueado. Com base nele e unindo com as dicas que vamos apresentar, seu processo será muito mais fácil e tranquilo. Acompanhe. 

Infográfico passo a passo para adquirir uma franquia

Pesquise sobre o setor

Primeiramente, o passo mais importante a se tomar é conhecer mais sobre o setor que está prestes a investir. Neste caso, por mais que você saiba que quer trabalhar vendendo alimentos, ainda é necessário conhecer mais sobre as dinâmicas do setor, suas necessidades e tendências. 

Ou seja, não é apenas saber como estão os números, se são atrativos ou não, é necessário conhecer o que é pensado para os próximos anos. Empreender é pensar sempre a frente e estar preparado para todas as alterações que possam surgir. 

Por exemplo, diversas pessoas tem apresentado problemas com lactose, um nutriente do leite que pode causar problemas no organismo dos humanos. Dessa forma, é preciso ter em seu cardápio produtos que não utilizam nenhum ingrediente derivado do leite. Por mais que isso pareça distante, é mais comum do que pensa. 

Em todo o mundo, se estima que mais da metade da população tenha algum problema para digerir a substância, tendo a maioria sofrendo com os sintomas sem saber do que se trata. Além disso, existe o problema com glúten, uma proteína encontrada em cereais que também pode causar situações complicadas digestivas.

Porém, a intolerância ao glúten apresenta sintomas e problemas de saúde mais graves e intensos em algumas pessoas.

Devido a essa tendência, é muito importante que consiga encontrar empreendimentos que possibilitem atuar com essas mudanças que tendem a ocorrer no mundo todo. Ou pelo menos tenha a visão de alterar no futuro sem grandes problemas. 

Conhecendo essas possibilidades e as outras tendências que o setor oferece para seus consumidores, o caminho para conseguir abrir uma franquia de bolo ou pizza fica mais fácil. Esse estudo é fácil e tranquilo de ser feito, basta tomar alguns cuidados. 

Realize um bom planejamento financeiro

Agora que você conhece um pouco mais sobre o mercado e suas tendências, chegou o momento de estudar a sua capacidade financeira. Conhecendo o poder de compra do seu dinheiro e seus gastos mensais, será possível investir sem correr o risco de entrar em uma dívida desproporcional. 

Para isso, caso você não tenha a prática de observar o seu dinheiro, a dica inicial é mapear o caminho que ele faz assim que cai na conta. Observe quais são os gastos que podem ser eliminados e que estão ali apenas pelo seu desejo de possuir. Muitas vezes adquirimos coisas que não utilizamos muito e fica uma despesa recorrentes. 

Após esse primeiro passo, é indicado que negocie melhores condições com as operadoras de TV, internet e telefone. Todas possuem condições mais atrativas para manter você como cliente. Se possuir dívidas, procure o credor para negociar condições mais fáceis para você pagar e ele receber. 

Com essa pequena mudança nos hábitos, você verá uma evolução no seu poder de compra. Permitindo ter um conhecimento mais verídico do quanto você possui para investir em uma franquia de bolo ou pizza barata. 

No ato da assinatura do contrato com a franqueadora, você precisará quitar a quantia referente ao início do seu negócio.

Caso não tenha ela inteiramente, uma possibilidade é procurar financiamento para ajudar nesse caminho. Porém, se você não tiver um bom controle do seu dinheiro, corre um risco desnecessário de ter problemas para quitar a quantia no futuro. 

Conheça a franqueadora

Casal analisando um documento
Para se tornar um franqueado de sucesso, você precisa conhecer a fundo as marcas disponíveis no mercado

O próximo passo para conseguir escolher a melhor franqueadora para o você é conhecendo um pouco mais sobre as marcas disponíveis no mercado. Mesmo após a filtragem feita na sua busca pelas empresas mais antenadas, ainda pode aparecer empreendimentos que não se aliam tão bem quanto ao que busca. 

Dessa forma, a primeira dica é pesquisar nas redes sociais sobre o que as pessoas pensam sobre a empresa. Como ela lida com os elogios e reclamações, de que maneira ela responde as pessoas, se está dentro do que você acredita ou não. São diversos pontos que você pode reparar fazendo uma rápida busca pelas redes sociais. 

Outra situação que irá ajudar você é fazendo uma busca no Google sobre as empresas. Pode surgir diversas matérias ou notícias sobre ela. Analise algumas e faça um mapeamento de todos os pontos positivos e negativos que encontrou ao longo da sua analise. 

Esse pequeno estudo já irá trazer um ótimo resultado para você, traçando as empresas que mais se igualam ao seu perfil. Caso queira algo mais fundo, pode jogar o nome da franquia no “Reclame Aqui”. Esse portal é responsável por juntar diversas reclamações e é um parâmetro muito utilizado para conhecer ainda a franqueadora. 

Você também pode visitar alguma unidade da franquia ou consumir os produtos que ela oferece. Afinal, não tem como você vender algo que não acredita, principalmente se tratando de comidas tão tradicionais e presentes no Brasil como o bolo e a pizza. 

Com essa busca, certamente o seu leque de opções será reduzido e você terá algumas para dar início a fase de abertura da sua franquia. Não quer dizer que irá várias unidades, mas sim passar para a etapa de conversar com a empresa e conhecê-la mais por dentro. 

Entre em contato com a marca

Assim que você consegue selecionar as franqueadoras com base em todos os pontos que mostramos anteriormente, você precisa entrar em contato com a franquia de bolo ou pizza para começar o seu processo de franqueamento. 

Até aqui, não tem problema ser mais de uma. Mas é muito importante que você não exagere nesse momento e trabalhe com um número mínimo. Muitas empresas podem fazer você se confundir e acabar entrando em um negócio com poucas vantagens. 

O mais importante nesse momento é conseguir adquirir o máximo de informações possíveis sobre todo o processo. As franqueadoras também irão querer conhecer você, por isso passará por uma breve avaliação para saber se seu perfil condiz com o que ela espera dos franqueados. 

Existem diversos perfis de empreendedor, mas quando falamos do segmento alimentício o que mais se alia com as operações são os voltados para questões administrativas. Ou seja, aquele empresário que tem como características algumas coisas como:

  • Capacidade para estabelecer metas;
  • Coragem para assumir riscos calculados;
  • Ter espírito cooperativo;
  • Líderança;
  • Persistente e comprometido;
  • Autoconfiante etc. 

Essas são apenas questões gerais que estão predominantes nesse tipo de empresário, não quer dizer que se você não possui alguma delas, não possa estudar e se dedicar para conseguir. Inclusive, a busca por conhecimento é fundamental para qualquer tipo de empresário. 

Após essa etapa, se aprovado você irá receber a Circular de Oferta de Franquia (COF). Essa será a penúltima etapa para conseguir finalmente abrir o seu empreendimento e se tornar um franqueado de sucesso. 

Analise a Circular de Oferta de Franquia

O próximo passo para que você possa se tornar um franqueado é fazer uma boa análise da COF. Será esse documento responsável por apresentar todas as condições para que você possa se tornar um franqueado. Serão diversas informações que farão você definir de fato se o negócio compensa ou não, como:

  • Dados sobre a franqueadora, como CNPJ e endereço da sede;
  • Histórico da marca;
  • Balanço e demonstrações financeiras;
  • Pendências judiciais;
  • Relação de franqueados;
  • Franqueados ativos e que se desligaram nos últimos 24 meses;
  • Equipe da franqueadora;
  • Informações sobre o mercado;
  • Descrição do negócio;
  • Características dos modelos de negócio da marca de franquia;
  • Perfil desejado do franqueado;
  • Estimativa de investimento pelo franqueado, com descrição das taxas cobradas;
  • Estimativa de ganhos financeiros;
  • Regras sobre território (caso de exclusividade ou não em determinada área);
  • Lista de fornecedores para atuação na franquia;
  • Lista de apoios prestados pela franqueadora;
  • Situação do franqueado após o término ou rescisão do contrato de franquia.

Como são diversas informações, você precisa estudar com calma todos os tópicos abordados no documento. Não à toa a Lei de Franquias só permite que o contrato seja assinado após 10 dias corridos a partir do recebimento. Caso não seja cumprido, o acordo perde a validade. 

Uma dica muito importante que pode ser utilizado a partir desse momento, é contratar um advogado para lhe auxiliar. O profissional será muito importante para que você consiga esclarecer algumas dúvidas referentes a COF e também pode ajudar em outros pontos referentes a abertura do negócio. 

Além disso, com acesso a COF você terá acesso a diversos franqueados atuar e antigos da rede. Essa é outra possibilidade de conhecer mais sobre a franqueadora. Converse com eles para entender o negócio, se realmente vale a pena ou não. Essa pesquisa pode ser fundamental para a sua tomada de decisão. 

Descubra 5 opções de franquias de pizza

Pizza de marguerita
Para abrir a sua franquia de pizza, separamos algumas oportunidades para você

Por mais que encontrar uma franquia de bolo não seja uma opção ruim, as franquias de pizza podem trazer resultados mais expressivos para você. Não apenas por causa do amplo mercado que encontra para atuar, mas também pelo baixo custo na produção de uma pizza. 

Em resumo, ao analisar no papel qual a melhor, caso esteja em dúvida, podemos apontar que elas têm maior possibilidade de ganho. O alimento não é limitando a apenas uma hora do dia, em qualquer momento pode comer um pizza. Pessoas comem no café, almoço, lanche da tarde, jantar, em algum momento romântico etc. 

Além disso, abrir uma pizzaria tende a ser mais fácil de ser administrado justamente por não sofrer com as sazonalidades. Sem contar nas diversas possibilidades que você pode oferecer como rodízios, la carte, venda por pedaço, delivery etc. 

Vale destacar que os serviços de delivery estão crescendo cada vez mais no Brasil. O que não falta são aplicativos que oferecem esse tipo de serviço. Sem contar nas diversas franquias que oferecem o formato exclusivo para entrega apenas de pizzas, tornando o empreendimento ainda mais em conta. 

1. Fórmula Pizzaria

Criada em 2014, a Fórmula Pizzaria é um dos empresas que chegou no mercado para mudar a forma e experiência dos clientes na hora de comer uma pizza. Com o intuito de trabalhar com uma operação mais fácil e simples, a marca conseguiu se consolidar no mercado desde então.

Dentro do seu cardápio é possível encontrar mais de 40 sabores diferentes, mesclando entre doces, salgadas e veganas. Além disso, o franqueado poderá oferecer também calzones e diversas sobremesas. 

Para se tornar um franqueado é possível optar por três tipos de negócios diferente. Tendo a mais barata a que exige apenas uma pequena estrutura para montar o seu delivery, conhecida como cozinha compartilhada. Também pode ser optado o modelo para fazer apenas delivery ou quem quiser, montar o restaurante. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 99 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

Veja mais sobre o modelo de negócio e as vantagens da Fórmula Pizzaria no vídeo a seguir.

2. Pizza Studio

Fundada em Los Angeles em 2013, a Pizza Studio surgiu com a ideia de oferecer aos clientes a possibilidade de montar suas próprias pizzas. Dessa forma, conta com quatro tipos de massas diferentes e uma variedade de legumes, carnes e queijos. Todo o processo é feito pelos colaboradores da unidade. 

Recentemente, a marca chegou ao Brasil e busca expandir sua operação por diversos estados do País. Atualmente, é possível encontrar em Pernambuco e Goiânia em quatro lojas. Vale destacar que as pizzas demoram em média três minutos para ficarem prontas. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 540 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: não informado

3. Domino’s Pizza

Outra franquia estadunidense, porém com mais sucesso e tradição no Brasil, a Domino’s conta com uma das maiores redes de pizzarias do mundo. O crescimento só foi possível devido a sua estratégia única com suas promoções atraentes e produtos de alta qualidade para estabelecimentos de bairros. 

Para se ter ideia do tamanho da empresa, são aproximadamente 16 mil pizzarias espalhadas em mais de 80 países. No Brasil, a marca conta com 240 lojas e espera praticamente triplicar esse número. Para quem deseja abrir uma unidade, terá a garantia de uma grande empresa. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 750 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 170 mil
  • Prazo de retorno: entre 36 e 42 meses

4. Patroni Pizza

Pizza de Marguerita
A Patroni Pizza é uma das empresas mais interessantes para investir

A Patroni Pizza está no mercado desde 1984 e é reconhecida por causa do seu modelo de franquia que trata os consumidores da melhor maneira possível, entregando pizzas com qualidade, sabor e excelência. Se tornando assim, uma das grandes possibilidades de investimento. 

Outro ponto em que a marca se destaca está nos treinamentos e apoio oferecido aos franqueados, permitindo que qualquer um, mesmo sem experiência, possa desenvolver o negócio da melhor forma possível. Não à toa, segundo dados próprios a empresa tem registrado crescimento anual acima de 200%. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 200 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 135 mil
  • Prazo de retorno: entre 18 e 30 meses

5. Pizza Crek

Com um conceito diferenciado para seus produtos, a Pizza Crek é uma franqueadora que oferece o que eles determinaram como um próprio estilo. Não se assemelha a crepe, panqueca, cone ou taco, é pizza crek. Dessa forma, com peças individuais, consegue oferecer mais de 70 sabores diferentes.

Entregando uma ideia inovadora, a marca passou a fazer sucesso em diversas cidades em que está instalada. Para se ter uma ideia, são mais de 500 mil pizzas consumidas por mês. Todo o projeto foi pensado para entregar o que há de mais saboroso, crocante e barato para os clientes. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 245 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 100 mil
  • Prazo de retorno: entre 22 e 36 meses

Ao longo do texto pudemos ver como abrir uma franquia de bolo pode ser uma boa aposta. Não só por causa do seu investimento, mas também devido ao mercado que tem conseguido crescer a cada ano. O número de bolos industriais no Brasil tem crescido a cada ano, como podemos ver nas pesquisas apresentadas. 

Porém, esse é um empreendimento que acaba sendo limitado por causa de algumas frentes como a sazonalidade, consumo em horários específicos etc. O que acaba não acontecendo com as pizzas.

Quem opta por abrir uma pizzaria consegue alcançar uma atuação mais forte no mercado, sem contar que muitas pessoas preferem comprar do que fazer a própria pizza. 

Gostou do nosso conteúdo sobre franquia de bolo x franquias para pizzarias? Continue explorando mais sobre o assunto no blog pelo artigo: “Guia completo: franquias de pizzaria”.

*Informações publicadas em Setembro/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Autor: Rodrigo Brito
19 de setembro de 2020

Ficou interessado em alguma franquia?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

Matérias relacionadas: