fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Encontre sua Franquia

Franquia de roupas: o que é? Como investir?


Você sabe explicar o que é uma franquia de roupas e por que vale a pena fazer esse investimento? Esse é um mercado que oferece diversas opções de atuação que podem favorecer qualquer tipo de empresário. 

É de se imaginar que a moda permite uma aproximação mais íntima entre vendedores e clientes se compararmos com outras vertentes do varejo. Essa proximidade é fundamental para conseguir manter e captar novos consumidores. 

Por propiciar uma relação mais duradoura entre as partes, as chances de obter lucros maiores e uma rentabilidade mais atrativa são maiores. Como a moda está em constante mudança, as pessoas sempre buscam novas peças de vestuário. 

O empresário que decide abrir uma franquia voltado para esse segmento, também sai na frente em alguns pontos. Não é necessário se antecipar as tendência, esse trabalho é feito pela franqueadora por meio das suas coleções. 

Por isso, desenvolvemos esse texto para apresentar o setor, mostrar como ele pode ser rentável para você e como investir. Acompanhe a leitura com a gente!

O que é franquia de roupas?

Por mais que pareça algo óbvio, antes de iniciarmos precisamos alinhar nosso entendimento sobre o que é franquia de roupas. Por isso, preparamos esse tópico para mostrar como esse pode ser um mercado promissor. 

Falar apenas do vestuário é algo muito amplo, não à toa existem diversas lojas especializadas em apenas um tipo seja íntima, infantil, gala, social, esportiva etc. Justamente por  abraçar essa variedade de possibilidades, esse negócio se torna atrativo para os empresários.

Dessa forma, as franquias de roupas passaram a ser procuradas por vários investidores. Não só por isso, mas também por ser um produto que as pessoas estão sempre comprando, mesmo em situações de crise, por exemplo.

Além disso, atuar nesse segmento permite que o empresário não sofra com a sazonalidade, ou seja, durante todo o ano ele tem uma variedade de vestuários de acordo com a época que estamos seja verão, inverno, outono ou primavera. Mas vale ressaltar que a frequência de coleções depende de uma franquia para outra. 

E ainda para quem deseja se destacar da concorrência, é comum encontrarmos lojas especializadas em venda de roupas oferecendo outros artigos como cintos, carteiras, meias, chinelos, entre outros. 

Por que investir nesse segmento?

Trabalhar com moda no Brasil é uma grande oportunidade para o empresário devido a sua volatilidade. Por ser um setor que está sempre mudando, criando tendências e voltando com costumes, o franqueado tem a chance de ter um empreendimento com alto faturamento. 

De acordo com Associação Brasileira de Franchising (ABF), o ano de 2019 detectou mais um período de avanço do setor da moda. O faturamento subiu 5,7% e o número de franquias cresceu 1,8%. Se tornado o quinto ano consecutivo no aumento da receita. 

Esse é um crescimento que tem como principal motivo, a alta rotatividade de clientes, como mostra um estudo realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). Em resumo, o estudo detectou um avanço superior a 4% nas vendas do setor comparado com 2018. 

E a tendência, como acredita a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) é que esse crescimento se estenda para os próximos anos e registre aumento de 3% em média a cada 12 meses. 

Assim, ao descobrir o que é uma franquia de roupa e como ela pode ser lucrativa, os empresários passam a ter maior interesse nesse investimento. Porém, é preciso tomar alguns cuidados.

Não é um setor para quem não gosta de fazer atendimento ou que não aprecie o contato direto com pessoas. O mundo da moda exige alguns cuidados que são importantes para quem deseja entrar nele. Por isso, o perfil do empreendedor é tão importante nesse sentido.  

Perfil ideal para o investidor de franquia de roupas

Para descobrir o que é um bom empresário para franquia de roupas, é preciso considerar algumas situações como a disponibilidade e vontade de atuar na linha de frente. Se dedicando a sua unidade e trabalhando para que ela se torna uma referência para seus clientes. 

Além disso, o empresário precisa ser dedicado aos estudos e saber lidar com críticas, para que possa buscar o aprimoramento do atendimento do seu time. Ou seja, prezar o relacionamento com os clientes finais e ser capaz de identificar suas necessidades.

Outro fator importante que o investidor precisa estar ciente é que o seu trabalho será maior que as oitos horas de trabalho habituais. Se tornar um franqueado é um passo que também exigirá tempo do empreendedor. 

Surgiram obrigações que irão desafiar você e a sua franquia. Como dono de uma empresa, será preciso desenvolver suas capacidades de persuasão, liderança e trabalho em equipe. Pontos importantes para que consiga desenvolver a sua nova vida profissional. 

Como o seu foco será um trabalho voltado na comercialização de produto para um determinado público, também é aconselhável que conheça ou estude o Código de Defesa do Consumidor. Uma visão comercial mais apurada vai ajudá-lo a ter sucesso no mercado da moda. 

As franquias oferecem para seus franqueados, treinamentos e suporte para que consiga desenvolver o plano de negócio da marca da melhor forma possível. Por isso, é esperado que o investidor seja uma pessoa comprometida com sua loja e participativa nos treinamentos e atividades oferecidos pela franqueadora.

Por fim, a organização é uma característica importante, principalmente quando se trata do controle de estoque. Mercadorias com baixa procura significa dinheiro parado na loja, e o impacto desse armazenamento mal controlado pode ser fatal para o saúde financeira da unidade.

7 dicas para abrir uma franquia de roupas

Se você chegou até aqui no texto, entendeu o que é uma franquia de roupas e qual o perfil ideal para se tornar um investidor no setor. Agora, vamos apresentar sete questionamentos importantes para quem deseja saber como fazer esse investimento. 

Por mais que o modelo de franquia pareça uma forma mais segura de abrir um negócio devido a facilidade de se unir a uma marca consolidada, ter um plano de negócio traçado e resultados comprovados, ela exige cuidados na hora de definir em qual empresa se tornar franqueado.

1. Por que abrir uma franquia nesse setor?

Para abrir uma franquia, o primeiro passo é identificar qual tipo de negócio motiva mais você. Ou seja, fazer um levantamento se esse empreendimento irá proporcionar uma escalada promissora e que ao mesmo tempo, confortável o suficiente para deixá-lo seguro e com desejo de correr riscos.

Como no mercado da moda está em constante mudança e sempre se inovando, é importante que a franqueador tenha facilidades ou pessoas no seu ciclo de convívio que possam ajudar nos conhecimentos básico sobre tendências, costumes e estilo.

Esse suporte deve ser oferecido pela marca e precisa ser prazerosa, além de ter a capacidade de deixar o empreendedor focado a ponto de fazer o tempo voar.

2. Sua situação financeira se encaixa com o investimento?

Parte fundamental para qualquer investidor, a análise financeira pessoal é importante para identificar qual a sua capacidade econômica antes de entrar em um negócio. 

Para a maioria das pessoas, fazer esse levantamento é uma parte chata. Porém, é importante que não tenha preguiça ou má vontade ao fazer esse estudo. Sem ele, não será possível ter tranquilidade para fazer o investimento que está prestes a fazer. 

Considerando quem ainda não faz esse tipo de acompanhamento, o primeiro passo é identificar as suas saídas e entradas mensais. Após essa etapa, é preciso conhecer cada despesa e descobrir o caminho que seu dinheiro faz.

Por meio dessa ação, será fácil conhecer quais são seus gastos bobos do dia-a-dia, qual o tamanho das suas dívidas e quanto do seu capital financeiro está prejudicado pelo consumo espontâneo.

Para ter sucesso nessa prática organize suas contas pessoais em planilhas, defina seus objetivos, mude os hábitos, evite empréstimos ou dívidas com juros alto, economize dinheiro, crie um fundo de reserva e viva de acordo com sua condição financeira. 

3. Como é o sistema de franquia dessa marca?

Todo investimento exige um cuidado especial para que não se torne um problema e por consequência, um gerador de dívidas. Dessa forma, antes de fechar o contrato com qualquer franquia é indicado que faça uma pesquisa completa sobre a marca.

Busque entender como o mercado e os consumidores enxergam a franqueadora, se ela possui uma boa reputação e se arca com seus compromissos.

Depois, entre em contato com as outros franqueados e questione como elas estão se saindo, se o suporte oferecido realmente condiz com o que é oferecido etc.

Não deixe de consultar também a efetividade do plano de negócio da marca, apesar de parecer que ser uma franqueadora é sinônimo de sucesso, nem todas possuem um sistema realmente efetivo. Por isso é tão importante pesquisar sobre a franquia de roupa e o que é que está por trás dela. 

4. A marca possui um bom know-how?

Know-how é uma expressão em inglês que refere-se ao conhecimento técnico e prático adquirido pela marca que a tornou referência para o mercado em algum aspecto.  Utilizando essa habilidade para conseguir vantagem competitiva contra seus concorrentes.

Esse entendimento sobre o setor que atua, só é adquirido com tempo. Como no caso da Mardelle. Voltada para o setor de moda íntima, a empresa possui mais de 20 anos de experiência.  

Criada por Adele Maria de Britto e futuramente por Marcus Vinicius Ferreira, na capital mineira,  nos primeiros anos a marca já contava com mais de 50 revendedoras e uma loja física na região metropolitana de BH. 

O modelo de negócio fez tanto sucesso que em 2007 a empresa passou a adotar o sistema de franchising para aumentar a sua área de atuação. Atualmente conta com mais de 18 franqueados espalhados pelo Brasil e busca atingir 50 unidades nos próximos anos.

Conheça um pouco mais sobre a Mardelle no vídeo a seguir. Assista!

5. Quais habilidades você pode aprimorar?

Como falamos anteriormente no texto, um bom empreendedor conhece seus pontos fortes e fracos, além de buscar constantemente sua evolução como empresário. Isso é muito importante para que o negócio não fique parado no tempo gerando prejuízo. 

Antes de fechar o contrato com a franqueadora, identifique os seus pontos e busque entender o que é útil para uma franquia de roupas. O sucesso da sua unidade deve ser o maior motivador para que você busque mais habilidades como gestor e administrador.

Trace metas pessoais com o que deseja melhorar, estude sobre o mercado e como é o dia a dia do empresário do ramo. Procure por cursos que podem auxiliar você a ser um profissional melhor e principalmente, ouça quem tem mais experiência na área.

6. A Circular de Oferta de Franquia é atrativa?

Também conhecida como COF, esse documento consta todas as informações importantes para o empresário entender como funciona a marca e quais os custos para mantê-la. 

Será por meio dele que o empresário terá a garantia de que a franqueadora não omitiu nenhuma informação sobre o negócio. É essencial que a Circular seja bem estudado para não ter nenhuma confusão durante o período de duração do contrato. 

Avalie se o seu perfil corresponde realmente com a marca. Verifique se ela encaixa com seu plano financeiro e levante todos as informações para não ter obstáculos na hora de firma a parceria.  

Não tenha pressa e estude bem todas as informações do contrato, converse com o consultor para esclarecer qualquer dúvida. Uma outra dica é procurar um advogado para ele ajudá-lo a interpretar as obrigações de ambas as partes. 

Além disso, a Lei do Franchising exige que a assinatura só aconteça 10 dias após a entrega do documento. Se essa regra for descumprida por alguma das partes, o contrato perde a validade e o acordo é considerado irregular. 

Entenda a importância da COF no vídeo a seguir. Acompanhe!

7. Qual ponto comercial ideal para minha unidade?

Esse é o ponto mais importante para quem deseja abrir uma unidade física. Um bom lugar para expor a marca é díficil de achar, existem franqueadoras que auxiliam o investidor a pesquisar e encontrar esse espaço. 

Dessa forma, a empresa garante que a loja estará no melhor lugar possível. Um bom lugar precisa estar localizado em uma área que tenha um bom fluxo de pessoas e principalmente, do perfil do seu consumidor. 

O estabelecimento precisa ser fácil de chegar e ter um bom posicionamento no quarteirão ou andar — para shoppings. Dê preferência por pontos que serão visto pelo maior número de pessoas. 

Por fim, os custos deste imóvel deve ser levado em consideração. Não apenas o aluguel ou valor de compra, mas se será necessário alguma reforma estrutural como cabeamento, uma parede nova, encanamento etc.

Qual o custo para investir em uma franquia de roupas?

Após ter o perfil selecionado, é importante entender quais os valores e taxas serão cobrados para que o negócio inicie. Ou seja, o que é e como afetam a sua franquia de roupas. 

Essas cobranças são comuns nesse tipo de empreendimento e é imutável ao longo do seu contrato, o que garante mais controle sobre os gastos necessários para manter a unidade.

Taxa de Franquia 

Para que o empreendedor possa utilizar a marca, ter acesso ao know-how, treinamentos, manuais da franquia e auxílio para a instalação e inauguração da unidade, é necessário que ele pague essa taxa inicial. Os valores variam de acordo com a unidade que deseja abrir.

Esse valor é pago assim que o contrato com a franqueadora é assinado. A cobrança muda de acordo com o tipo de unidade que o investidor escolher. 

Taxa de Royalties

Os royalties são responsáveis por autorizar o investidor continue utilizando a marca. Esse valor é mensal e pode ser cobrado tanto por um valor fixo fixado em contrato ou percentual sobre o faturamento da unidade. 

Também está presente nesse conta, a manutenção do suporte e auxílio jurídico. Para saber mais sobre as importância dos royalties, conheça mais sobre ela veja o vídeo abaixo!

Taxa de publicidade 

Essa cobrança serve para a empresa criar campanhas e peças publicitárias para melhorar a divulgação da marca. Isso ajuda a rede de franqueados a aumentar suas vendas e a difundir a empresa para outras regiões. 

Esse valor é recolhido de todos os franqueados e evita que o empresário perca tempo e energia criando campanhas para o seu negócio. Essa cobrança pode ser uma taxa fixa ou porcentagem de acordo com o faturamento.

Abrir um negócio exige muito esforço dos envolvidos, mas o empreendimento também precisa ajudá-lo a equilibrar a sua vida pessoal com a profissional. Por isso é essencial saber qual o seu perfil como empreendedor e quais os seus objetivos ao dar esse passo importante. 

Além disso, Investir nesse tipo de franquia é uma boa opção como vimos ao longo do texto. O mercado está em alta, pronto para manter o crescimento e além disso, oferece diversas possibilidades de atuação, principalmente por ser um mercado tão volátil.

Entendeu o que é franquia de roupas e como elas podem ser um bom investimento para você? Veja nesse artigo as 19 marcas para se tornar franqueado nesse segmento!

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Sair

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *