fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Guia completo: franquias de pizzaria


Que tal investir em franquias de pizzaria barata? Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa sobre essa opção de negócio.

Franquias de pizzarias no Brasil integram um setor cheio de rendimentos e possibilidades. Só no franchising, o ramo de Alimentação, do qual as pizzas fazem parte, teve faturamento de R$ 45,8 bilhões em 2018.

De acordo com a Associação Brasileira de Franquias (ABF), já no segundo trimestre de 2019, o setor de franquias de alimentação apresentou destaque com faturamento médio acima de R$ 10 bilhões.

É fato: apesar de esta ser uma comida tipicamente italiana, o brasileiro tem um caso de amor com a pizza. Para que você tenha ideia, pesquisas feitas pela Associação de Pizzarias Unidas do Estado de São Paulo (Apuesp) mostram que, diariamente, são produzidas um milhão de pizzas no País!

Basicamente, o sucesso desse tipo de empresa é garantido, especialmente se o negócio for uma franquia. Um dos modelos mais seguros de investimento que existe no Brasil e no mundo, principalmente devido a segurança e técnicas entregues para que possa ter uma boa rentabilidade logo no primeiro mês.

No franchising, o empreendedor tem a segurança de apostar em um modelo já testado. Ao mesmo tempo, conta com todo o suporte oferecido pela franqueadora. Isso faz com que o investidor consiga iniciar seu negócio com um know how já estabelecido, algo que levaria anos para ser obtido no próprio negócio.

Ficou interessado em investir nesse segmento? Confira, então, um guia completo sobre franquias de pizzaria delivery ou unidade física e faça a escolha certa!

Quais as opções para oferecer em uma franquia de pizzaria?

franquias de pizzaria fast food
A opção de franquias de pizzaria fast food o consumo é rápido e mais acessível

Antes mesmo de falarmos sobre opções de serviço para uma pizzaria vamos falar um pouco de como ela surgiu. 

Ao contrário do que muitos pensam, a pizza não foi ideia dos italianos. Existem informações de que o alimento surgiu há mais de seis mil anos atrás e era consumida tanto pelos hebreus, quanto pelos egípcios. 

A massa era feita apenas com água e farinha como uma espécie de pão sírio que usamos hoje, e tinha o nome de “piscea”. Assim surgiu o nome de pizza que foi uma adequação do nome original. 

Muito tempo depois, a pizza chegou à Itália onde inicialmente era consumida no café da manhã, mais parecida com um pão recheado com tomates. Comercializavam muito nas padarias e no comércio de rua.

No Brasil, as pizzas chegaram por meio de imigrantes italianos que centralizavam o consumo nas colônias. Rapidamente foi espalhada a ideia que logo alcançou todo o País.

De lá pra cá, elas se tornaram uma opção saborosa e muito bem quista por todos os brasileiros e em todo mundo.

Criaram variações da pizza e hoje existem vários formatos de venda e consumo. O produto, na verdade, é o mesmo mas a forma de servi-lo é que mudou possibilitando um leque maior de opções e preços.

Opções de atendimento

São várias as opções de investimento de negócios voltados ao setor de pizzaria. Abaixo vamos apresentar basicamente o que cada um oferece, assim você já amplia a sua ideia de negócio e o tipo de público que poderá atender. Acompanhe.

  • Pizzaria à La Carte: Modelo tradicional oferecido em cardápio onde o cliente escolhe pelo sabor e tamanho. Neste formato, o ideal é que seja uma pizzaria de pequeno ou médio porte.
  • Rodízio: Na opção de rodízio são oferecidos diversos sabores onde o cliente paga um preço pelo fixo e tem a oportunidade de experimentar vários ou todos os sabores que estiverem disponíveis. 
  • Fast Food: Nas fast food, as pizzas são vendidas por pedaço, onde o cliente tem a opção de escolher o sabor e comprar apenas a fatia. O modelo é mais acessível e permite maior circulação de pessoas e um consumo imediato.
  • Delivery: Funciona como entrega a domicílio. Muitas vezes, as franquias são disponibilizadas apenas no modelo de entrega, em que o cliente liga para a unidade e solicita o produto para comer em casa.

Essas são as possibilidades de um modelo de franquias de pizza. As opções podem variar de acordo com local e demanda dos clientes. Os formatos também mudam sendo maiores e mais completos, ou com menor investimento e maior rotatividade de clientes. 

Basta escolher a franquia barata de pizza com as características que atendam a sua necessidade de investimento. 

Porque investir em franquias de pizzaria

O mercado de pizzas no Brasil continua crescendo. Aliás, o setor de alimentação, no geral, está a todo vapor graças aos novos hábitos dos consumidores. 

Com tantos afazeres no dia a dia, mal sobra tempo para as pessoas prepararem a própria comida. Não é de se estranhar, então, que 34% dos brasileiros gastem 25% de sua renda com alimentação fora de casa. As informações são de um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A busca por refeições rápidas e baratas é um dos principais fatores a aquecer o setor de franquias de alimentação, mesmo em tempos de crise.

Ao mesmo tempo, o ramo viu seu faturamento subir R$ 3 bilhões entre 2017 e 2018, com um aumento de 5,9% no número de unidades franqueadas. Os dados são da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Para completar, o segmento de Alimentação é o que mais fatura no franchising brasileiro. Dentro dele, o ramo das pizzarias é um destaque, correspondendo a 30% dos pedidos de delivery.

Também é preciso lembrar que existem 36 mil pizzarias formais em funcionamento no Brasil. Mas esse número elevado não atrapalha sua garantia de bons resultados. Isso mesmo que você não tenha experiência na gestão de um restaurante.

Ou seja, as franquias de pizzaria são uma excelente alternativa para os empreendedores de primeira viagem que pretendem investir no segmento.

Que cuidados tomar para abrir uma franquia de pizza?

As pizzas correspondem a 30% dos pedidos realizados por delivery de alimentação.

De acordo com o levantamento da consultoria Neoway, o índice de mortalidade de pontos de franquia é de apenas 4,3% nos primeiros cinco anos, contra 85% das pequenas empresas independentes. Isso se deve muito ao know how de quem conhece o mercado — no caso, a franqueadora.

Neste sentido, vale muito mais a pena investir em uma franquia de pizzaria do que abrir uma própria do zero. Mas para que esse negócio funcione, você precisa tomar alguns cuidados e analisar com atenção diversos fatores.

Antes de investir em qualquer rede, é importante conhecer a reputação da marca perante os consumidores. É essencial que a empresa seja bem-vista, que ofereça receitas deliciosas e desejadas pelos usuários.

Para esse tipo de avaliação, você pode pesquisar sobre a marca na internet. As redes sociais e o site Reclame Aqui costumam apresentar opiniões importantes sobre a empresa.

Ainda vale a pena buscar referências sobre a marca com outros franqueados. Claro de uma forma que não mencione o seu interesse em investir, pois podem gerar uma expectativa tanto maior quanto menor do negócio.

Avalie com cautela essa experiência com outros franqueados um feedback positivo nessa pesquisa dará a você mais segurança para seguir em frente com essa franquia. A seguir, vamos apresentar algumas dicas para facilitar você nessa busca.

Conheça as dicas para escolher as melhores franquias de pizzaria

Para que você consiga ter acesso a alguma opção de franquias de pizzaria, é muito importante que você siga alguns dos passos que vamos passar a seguir. São orientações que vão facilitar a busca pelo melhor empreendimento possível. 

Empreender é uma atividade que exige bastante paciência e estudo por parte do empresário e/ou sócio. Essa é uma prática que ajuda a reduzir os erros causados por decisões precipitadas, que podem se mostrar ruins em diversos momentos do processo de escolha. 

Por mais que as franquias sejam negócios seguros e com chances bem reduzidas de falência, isso não quer dizer que não é preciso ignorar alguns fatores. O sucesso só será possível se você estiver disposto a dedicar um tempo a mais para estudar cada uma das propostas que existe no mercado. 

Tendo isso em mente e seguindo as dicas que vamos passar, o trabalho será reduzido e terá uma precisão maior na hora de escolher a sua franqueadora. Não se esqueça que para uma franquia ser viável ela precisa ter histórico, reconhecimento positivo do público e um bom know how. 

Ao identificar a junção desses três modelos, certamente você estará próximo de um empreendimento de sucesso e capaz de ser realmente rentável. Todo o trabalho será mais fácil para chegar até as suas expectativas como empresário. 

Entenda as necessidades do mercado

Primeiramente, antes de decidir abrir uma franquia você precisa conhecer quais as necessidades do mercado. Ou seja, quais são as tendências para as pizzarias, quais as mudanças no comportamento do público e quais os fatores precisam ser supridos para que o negócio realmente dê certo. 

Por exemplo, o mundo está ficando cada vez mais digitalizado e podemos observar diversos restaurantes trabalhando com delivery por meio de aplicativos de entrega. Dessa forma, é esperado que as pessoas passem a recorrer cada vez mais a essa modalidade de serviço para conseguir comer uma pizza. 

Logo, você precisa começar a pensar em marcas que permitem você a trabalhar com esses aplicativos. Ou até mesmo alguma que ofereça algo próprio para sua rede de franquias. Outro ponto que é considerado uma tendência para o ramo alimentício é a quando aos produtos saudáveis. 

Assim, é muito importante que o seu estabelecimento possa oferecer opções diferentes que atendam esse público. Para se ter uma ideia, de acordo com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), 71% das pessoas preferem uma alimentação mais saudável e não se importam de pagar mais caro por isso. 

Além disso, a população que se considera vegetariana ou vegana tem crescido a cada ano. Em 2018, segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) 14% das pessoas declararam se alimentavam com base nesse conceito. Já em 2019, esse número saltou para 30%. 

Esses são apenas alguns pontos que é interessante você observar no mercado para os próximos anos. É possível encontrar diversos estudos apontando algumas tendências do setor de alimentação para que você consiga se basear e encontrar o melhor empreendimento. 

Pesquise a fundo sobre as marcas

franquias de pizzaria: Lupa a cima de gráficos
Estudar sobre as marcas é fundamental para o desenvolvimento do seu negócio

O passo a seguir, após encontrar as franquias de pizzaria que melhor se encaixam ao que você acredita que será nos próximos anos, é muito importante para conhecer um pouco mais a fundo tanto a marca, quanto o nível de qualidade no atendimento e produto. 

Estamos falando de uma das comidas mais populares e consumidas do Brasil, logo o que não falta são comparações para a sua pizza. Assim, é muito importante que você consiga escolher a franqueadora que possui um prato realmente bom e que seja agradável com o público. 

Primeiramente, você pode começar fazendo uma pesquisa nas redes sociais para ver o que as pessoas dizem sobre a franquia. Nesse processo, será possível identificar a opinião do público com relação a diversos fatores. Em seguida, também é aconselhável fazer uma busca em sites como o Google. 

Seguindo apenas esses primeiros passos você terá uma ideia maior do tipo de trabalho que a marca está prestando e como ela é recebida pelos clientes. Se isso não for satisfatório no geral, provavelmente o empreendimento não é uma boa opção para o momento. 

O próximo passo é consumir as próprias pizzas das franqueadoras que selecionou para se tornar um franqueado.

Faça um pedido para comer em casa, vá até o restaurante, experimente alguns sabores de pizza diferentes etc. Essa parte irá mostrar para você na prática a qualidade e o atendimento das marcas. 

Assim, será possível fazer um comparativo com o que descobriu nas internet com a realidade. Além disso, você irá saber se irá conseguir vender as pizzas da maneira que realmente deseja. Afinal, vender algo que não acredita é uma tarefa muito difícil e injusta. 

Estude a Circular de Oferta de Franquia (COF)

O próximo passo para conseguir escolher a melhor dentre as franquias de pizzaria é estudar com cuidado a Circular de Oferta de Franquia. Esse documento é fundamental para que você possa conhecer a fundo o plano de negócio que está prestes a abrir. 

O documento é entregue a você logo após entrar em contato com a franqueadora e demonstrar interesse em se tornar um franqueado. Dentro desse primeiro contato, o candidato passa por uma entrevista para que a empresa possa conhecer um pouco sobre o seu perfil. 

Em seguida, ao ser aprovado, recebe a circular para que possa entender as regras, padrões, taxas e valores para se tornar franqueado do negócio. Todo esse processo é gratuito e não significa que você é obrigado a estudar apenas uma COF por vez. 

Caso esteja em dúvida com mais de uma empresa, pegue outros documentos e os analise. Porém, é muito importante para que não exagere e acabe acumulando muitas informações que podem acabar gerando confusão depois. 

Uma dica muito importa para lhe auxiliar durante todo o processo de abertura de uma franquia, é contar com dvogado para ajudar você a fazer o estudo do negócio. A Circular precisa ser entregue pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato final, como orienta a Lei das Franquias

Dessa forma, não é preciso ter pressa para fechar o negócio e todas as dúvidas podem ser esclarecidas com calma.

Caso se sinta pressionado de alguma forma pela franqueadora, desista do negócio e a denuncie. Vale frisar novamente que essa é a etapa mais importante no processo de abertura de uma franquia.  

Converse com outros franqueados

Dentro da COF você terá acesso a lista com o nome de todos os atuais e ex franqueados nos último dois anos. Essas informações podem ser de grande serventia para que você conheça ainda mais a franquia que está prestes a abrir. 

Porém, por mais simples que essa tarefa possa parecer você precisa saber o que perguntar para conseguir arrancar as informações realmente importantes para a sua tomada de decisão. Principalmente para os franqueados que vão lhe enxergar como concorrente. 

Não se preocupe com isso, não é possível que você seja concorrente de algum franqueado da sua rede. Todos as unidades respeitam padrões de distanciamento para que uma não possa influenciar no movimento da outra. 

Para os franqueados que aceitarem lhe ajudar, o conselho é começar com perguntas mais gerais como o que ele pensa sobre a franqueadora. Depois deixe a conversa fluir com questões que vão permitir respostas mais opinativas e menos formais. 

Caso você observe que a maioria dos franqueados apresentam mais pontos negativos que positivos, certamente o negócio não é tão legal quando imagina, mesmo que a pizza e o atendimento sejam excelentes. 

Durante o processo de entrevista, não entre em um debate com o dono da unidade. Lembre-se que você ainda não tem a vivência suficiente para opinar sobre o negócio e todas as informações que tem, até agora, são mais superficiais se comparado com o que eles podem apresentar sobre o dia a dia. 

Uma boa prática em toda entrevista é sempre encerrá-la com uma pergunta. Isso permite que o franqueado possa falar aquilo que ele não teve a oportunidade e não teve a chance. Com essas pequenas orientações, você já está preparado para conseguir arrancar informações importantes. 

Assine o contrato de franquia

Após todo os estudos e cuidados feitos para que você conseguisse chegar na melhor franquia de pizzaria, chegou o tão sonhado momento em se tornar um franqueado oficialmente. Porém, para que isso aconteça você ainda precisa checar algumas questões. 

Primeiramente, todos os tópicos apresentados no documento devem estar de acordo com o que foi entregue na COF. Ou seja, os valores para fazer o investimento, as taxas necessárias, demarcação do território de atuação etc. 

Esse é o último momento que você pode desistir do empreendimento sem ter que gastar dinheiro. A desistência depois da assinatura e suas consequências devem estar presentes no contrato também, assim como todas as cláusulas que levem à anulação do documento. 

Também é importante que você analise os seus deveres e direitos como franqueado, além de observar os mesmos pontos da franqueadora. Todos os tópicos do contrato são importantíssimos para que você não tenha nenhuma surpresa ao longo da sua experiência.

Dentro desse tempo em que será considerado franqueado, você precisa identificar a duração do contrato para que você tenha tempo suficiente para reaver o investimento e ainda ter uma boa margem de lucro.

Por fim, outro ponto que deve ser estudado com cuidado são as regras para uma possível renovação do acordo. Mais uma vez, por ser um documento tão delicado e com diversas orientações diferentes, é aconselhável que conte com um advogado para auxiliar nas prováveis dúvidas que surgirem.  

Para que você possa ter um resumo sobre essas fases importante na escolha e entender como funciona franquia de pizzaria todo o processo de decisão, separamos o infográfico a seguir. Confira.

infográfico 8 dicas para abrir uma franquia

Você tem interesse pelo setor de alimentação?

Ok, o mercado de franquias de pizzaria pode ter ótimos resultados. Porém, por mais que a franqueadora dê todo suporte e treinamento necessários, o sucesso do negócio depende muito do empenho e dedicação do franqueado.

Logo, você deve arregaçar as mangas e trabalhar muito. Isso só acontece quando o empreendedor tem interesse no mercado em que atua.

Ou seja, identificar-se com o setor de alimentação é um fator fundamental na hora de investir em uma franquia de pizza.

Outro ponto importante: saber lidar com as exigências desse setor. Trabalhar no ramo de alimentação exige uma atenção constante e redobrada por parte do franqueado, em relação ao estoque de produtos, normas sanitárias e controle de qualidade.

Saiba como administrar as franquias de pizzaria

Depois de ler o conteúdo até aqui, você se interessou pelas franquias de pizzaria? Então, é importante se dedicar e aprender um pouco mais sobre como abrir uma franquia de pizza e administrá-la. 

Antes de tudo: o empreendedor não precisa colocar, literalmente, a mão na massa e preparar as pizzas. Mas será preciso elaborar um plano de negócios, ter controle sobre as finanças da empresa e planejar todas as ações a serem feitas. Essas tarefas são indispensáveis para o alcance do sucesso no setor.

Por isso, você precisará definir qual tipo de pizzaria pretende abrir. Como explicamos anteriormente, as opções são: a la carte, delivery, rodízio, fast food e outras.

Uma pizzaria que trabalha com sistema delivery, por exemplo, deve ficar atenta à logística, definindo um limite geográfico para realizar as entregas. Atender somente a bairros próximos é sinônimo de pizza quentinha na mesa do cliente. 

Já uma pizzaria do modelo rodízio tem outro desafio: estabelecer o preço fixo da refeição, garantindo que ele seja atrativo ao cliente e não deixe o caixa da empresa no vermelho.

Se a sua opção for por uma pizzaria fast food, a sua atenção deverá se voltar para o horário de funcionamento da unidade.

Neste caso, é importante ficar aberto na hora do almoço, para atender pessoas que têm pouco tempo para fazer sua refeição. Aqui, é recomendável que a loja fique próxima a regiões comerciais.

Como existem diversos modelos de negócio para franquias de pizzaria, é natural que o investimento também varie. Por exemplo: uma pizzaria que só trabalha com sistema delivery exige um espaço menor. Consequentemente, o investimento necessário é mais econômico, não é mesmo?

Por esse motivo, é importante avaliar bem o quanto você possui para investimento. Com esse cuidado, será mais simples considerar modelos de negócio que se encaixem no seu perfil.

Descubra o perfil de empreendedor ideal para abrir uma pizzaria

Para que você possa abrir alguma das opções de franquias de pizzaria é preciso muito mais do que apenas gostar de cozinhar ou ser um apaixonado por massas. O empreendedor do setor alimentício precisa ter algumas características fundamentais para o sucesso do negócio. 

Certamente que ter essas duas primeiras características são importantes para a execução do negócio, porém é preciso algo a mais como saber gerir pessoas e administrar bem as finanças do negócio para evitar correr riscos desnecessários. 

Entenda que o restaurante é uma empresa como outra qualquer

Primeiramente, você não pode considerar o seu estabelecimento como a cozinha de sua casa ou ponto de encontro para jantares com amigos.

Por se tratar de uma empresa, como todas as outras, o empresário precisa ficar atento na estruturação das áreas fundamentais para o desenvolvimento. 

Ou seja, você precisa estar preparado para coordenar e conectar, de maneira eficiente, seus funcionários com a ideia da franquia e os clientes.

Todas as pessoas envolvidas no negócio, como o sócio, precisam ter habilidades para conseguir aplicar no restaurante e ajudar de alguma maneira. 

Um exemplo para os funcionários

Mulher analisando seu estoque
Para o bom funcionamento da sua unidade, é fundamental que seja visto como exemplo por seus colaboradores

Como você será a principal pessoa da pizzaria, deve servir como exemplo para os demais. Assim, é aconselhável que esteja no salão fazendo atendimentos, mostrando como se trata o seu público, colocando a mão na massa no preparo da pizza para que ela fique dentro do padrão da franquia etc. 

O empresário precisa saber ouvir e estar pronto para lidar com reclamações. Muitas vezes o funcionário não tem culpa de algo e saber diferenciar essas questões fará sua equipe ser mais produtiva do que espera. 

Lidar com público é um desafio diário e que precisa de muito cuidado. Sempre haverá os mais estressados, impacientes ou sem educação que pode acabar gerando algum desconforto.

Não existe uma forma de evitar que essas pessoas frequentem o seu estabelecimento, basta apenas estar disposto e saber como enfrentá-los de maneira educada. 

Garante o padrão da franquia seja seguido

Deixando essas questões gerenciais de lado um pouco, o franqueado precisa estar preparado para lidar com os pontos que envolvem a administração da franquia.

Como vimos, esse modelo de negócio precisa que um padrão seja cumprido. Dessa forma, são oferecidos treinamentos e suportes para que você esteja preparado. 

Com base nisso, você será o intermediário entre a franqueadora e seus funcionários. Logo, precisa se preocupar diretamente para que todos estejam alinhados. Alguns pontos não executados podem resultar na anulação do contrato de maneira unilateral. 

Dedicado a questões financeiras

Outra questão dentro do âmbito administrativo que precisa apresentar conhecimento, caso queira ter sucesso com o negócio e que não precisa seguir as franqueadoras, é na questão financeira. 

Toda essa administração é feita por conta própria e sem interferência da marca. É por causa disso que esse modelo de negócio é conhecido como “semi-independente”. Assim, gerir os seus ganhos e gastos é uma obrigação que se baseia apenas no seu conhecimento e experiência. 

Mas se for marinheiro de primeira viagem, não precisa se preocupar quanto a isso. Mesmo que não seja uma obrigação das marcas, é possível encontrar aquelas que oferecem treinamentos voltados para esse tipo de gestão. Além disso, você pode recorrer a cursos e mudanças de hábitos em sua vida particular. 

Essa alteração no comportamento longe da franquia terá um impacto diretamente na sua unidade. Para que isso funcione, a dica inicial é fazer um mapeamento do seu dinheiro e conhecer o caminho que ele faz assim que bate na sua conta. Com esse estudo, você pode eliminar o consumo bobo. No primeiro mês já notará a diferença. 

Estudioso em diversas frentes

O empresário que pretende abrir alguma das opções de franquias de pizzaria também precisa estar por dentro do mercado mais próximo, ou seja os concorrentes. Ao saber o que eles fazem, você consegue preparar o seu empreendimento para que não sofra os baques de uma eventual mudança. 

Além disso, não é porque você está com o seu negócio bem que não é preciso continuar estudando o mercado e conhecendo as suas tendências e demandas. Sem contar que você mesmo pode ter diversos pontos a serem aprimorados como gestor. 

Para conseguir identificá-los, faça uma lista dos pontos necessários para gerir um restaurante e anote os que considera seu ponto forte e fraco.

Por exemplo, para estar à frente de uma pizzaria, você precisa saber lidar com pessoas, ser persuasivo, dedicado ao negócio, organizado em diversos aspectos, ser bom para executar os direcionamentos da franquia etc. 

Com base nesse breve levantamento, você pode procurar maneiras se desenvolver. Além disso, esse é um comportamento que terá impacto direto no tópico que orienta você a ser um exemplo.

Com seus funcionários vendo a sua determinação e mudanças em prol do negócio, certamente se sentirão mais motivados a estudarem para crescerem na carreira.

Onde montar uma pizzaria?

imagem ilustrativa pin de localização
O sucesso de franquias de pizzaria depende de uma série de fatores, inclusive sua localização.

A escolha do ponto comercial de uma franquia de pizzaria é um passo muito importante para se ter sucesso.

Sobretudo para aquelas que atendem os clientes no local. Então, anote aí: o ideal é que o estabelecimento seja de fácil acesso aos clientes. Ele ainda deve ter vagas próximas para estacionarem o carro.

Buscando os melhores resultados, as franqueadoras ajudam o empreendedor a definir o ponto comercial para a sua loja. Esse auxílio acontece por meio de um estudo de geomarketing, que avalia questões como a renda do público próximo, os concorrentes ao redor e mais.

Ao mesmo tempo, são avaliados aspectos como a segurança da localização e a facilidade de acesso por clientes e fornecedores. Todos os aspectos são fundamentais para o seu sucesso, por isso é preciso ter cuidado e calma nesse processo.

Depois da definição do local, a franqueadora ainda auxilia no projeto visual da loja. É por meio desse projeto que a dona da marca consegue manter a padronização das suas unidades. 

Mais do que ajudar na operação da loja, a padronização facilita o reconhecimento da empresa pelo consumidor. Com reconhecimento do modo de fazer da marca, os clientes têm maior facilidade em estabelecer confiança e comprar com a loja.

Franquias de pizzaria: capital necessário

Se você leu este texto até aqui, já deve ter percebido que o investimento em franquias de pizzaria é uma ótima opção de negócio. Você tem, inclusive, todas as características de uma franquia de pizzaria de qualidade passam pela capacidade do empreendedor de investir no projeto.

Muitas pessoas pensam que basta levantar o dinheiro do capital inicial e adquirir a franquia. Mero engano. Na verdade, existem muitos custos mensais por trás de uma franquia.

Alguns dos primeiros custos associados a esse tipo de negócio são os royalties e a taxa de publicidade. Isso sem falar no capital de giro. Ou seja, o fluxo de dinheiro necessário para garantir o funcionamento da unidade no dia a dia. 

Antes de escolher abrir uma franquia, você precisará fazer várias contas. Coloque na ponta o lápis o que você já tem para investir, seus custos imediatos e os que terá ao longo do gerenciamento do negócio.

Especialistas recomendam começar o negócio com uma reserva financeira que cubra, pelo menos, seis meses de capital de giro. Esse é o tempo médio para que uma empresa comece a caminhar com as próprias pernas.

3 franquias de pizzaria para você investir com tranquilidade

Diante de todas as dicas para você conseguir encontrar as melhor oportunidades no mercado, separamos a seguir, opções de franquias de pizzaria para investir. São marcas que irão possibilitar você de entrar no mercado com tranquilidade e com um bom público. 

Cada uma com capacidade de investimento diferente e capaz de caber dentro do seu bolso. Basta seguir todas as dicas que passamos até aqui e saberá o real poder de compra do seu dinheiro.  

1. Fórmula Pizzaria

Parte interna do restaurante Fórmula Pizzaria
A Fórmula Pizzaria também disponibiliza modelo restaurante

No mercado desde 2014, a Fórmula Pizzaria é uma empresa que chegou com o intuito de entregar uma experiência diferenciada para seus consumidores. Assim, acabou oferecendo o que há de melhor no quesito qualidade e atendimento. 

Com um cardápio com mais de 40 opções considerando doces e salgadas, a Fórmula Pizzaria também é antenada nas tendências e crescimentos do setor. Por causa disso, ela passou a oferecer sabores exclusivos para pessoas que são adeptas do veganismo. Sem contar nas sobremesas e calzones que completam a variedade da marca. 

Para se tornar um franqueado, pode optar por franquias com apenas opção de cozinha e voltada exclusivamente para delivery, variando na capacidade de atendimento, ou o restaurante com a opção de entrega. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 99 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

A seguir separamos um vídeo explicativo sobre o modelo de negócio da Fórmula Pizzaria. Confira.

2. Pomodori Pizza

Criada em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2005, a Pomodori é uma franquia que visa oferecer um conceito misto de fast-food e restaurante. Ou seja, nela é possível que o cliente peça pedaços separados e, caso queira, pedir pizzas completas. Assim, o franqueado tem grandes chances de ganhar mercado com mais facilidade. 

A inovação que a marca empregou no seu conceito, permitiu se crescer em diversos estados brasileiros. Se estima que atualmente são aproximadamente 20 unidades. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 260 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 120 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

3. Parmê 

Com mais de 40 anos de história, a Parmê é uma empresa que está no mercado oferecendo produtos e serviços reconhecidos pela qualidade. Natural do Rio de Janeiro, a marca permite que os franqueados ofereçam outros tipos de massa também como lasanha, macarrão etc.

Ao todo, são permitidos dois tipos de unidades. Uma para shopping centers e outra para restaurantes em outras localidades. Permitindo em ambos os modelos, trabalhar com a possibilidade de delivery.  

  • Investimento inicial: a partir de R$ 740 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado

Prazo de retorno: não informado

Na hora de investir no seu negócio, lembre-se: você precisa ter afinidade com o ramo escolhido! Se franquias de pizzaria não são o seu forte, que tal avaliar outros setores

Assim, você terá maior segurança na busca pelo sucesso! Acompanhe outras opções de franquias e modelos de negócios no nosso blog

*Informações publicadas em Setembro/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Autor: Rodrigo Brito
3 de outubro de 2020

Ficou interessado em alguma franquia?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

Matérias relacionadas:

top rated penis enlargement pills|Supplements To Help With Ketosis|hemp bomb cream