A crise fez surgir no mercado de franchising o termo ‘nano franquia’. Segundo especialistas, a expressão representa negócios com investimento de até 20 mil reais e que geram faturamento proporcional ao valor investido.

O termo microfranquia começou a ser usado para designar negócios com investimento de até 50 mil reais mas o teto passou a ser de 80 mil com o passar do tempo. Com o aprofundamento da crise, começaram a surgir modelos de negócios mais baratos, que passaram a ser chamados de nano franquia.

Estes modelos de negócios estão sendo cada vez mais procuradas por empreendedores com baixo capital e isso tem aquecido ainda mais o mercado de franquias no Brasil. Uma das alternativas de investimento nesta faixa é a franquia JAN-PRO.

Presente no Brasil há cinco anos, a rede americana especializada em limpeza e conservação de ambientes comerciais registrou a abertura de 58 franquias em 2016, totalizando 230 operações no país e um crescimento de faturamento bruto de 55%.
lenora

Com um modelo que oferece ao franqueado a oportunidade de iniciar sua operação já com contratos de atendimento, adquiridos junto a franqueadora, a marca prevê 50 novas unidades em 2017 e faturamento de 110 milhões de reais.

O investimento inicial é a partir de 7 mil e 500 reais e a previsão do retorno do capital varia entre 12 e 18 meses.

No ramo de seguros, a franquia Quisto Corretora de Seguros também é uma opção de investimento em nano franquias. Com investimento inicial de 10 mil reais, o franqueado fará parte da rede que tem um bom potencial de crescimento para 2017.

De acordo com o diretor de operações e corretor de seguros responsável da franquia, Marluz Felipe Wichmann, o mercado está aquecido. “Isso dá ainda mais força aos planos da Quisto para o ano que vem”. Segundo CNseg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização) o setor de seguros registrou um crescimento nominal de 8% de janeiro a agosto de 2016, em relação ao mesmo período de 2015. A expectativa segundo a confederação é de que este ano haja um crescimento de 10% em relação ao último.

No setor de saúde, beleza e lazer, por exemplo, a jovem empreendedora Carla Atanásio Vetorasso de apenas 28 anos, comanda a Lenora, microfranquia de joias e semi joias, que custa apenas 19 mil e 900 reais.

Já com estoque inicial e sem a necessidade de ponto comercial para trabalhar, a franquia possibilita à mulher independente conciliar seus horários com outras tarefas.

Além disso, a executiva recebe um kit inicial de operações, contendo maleta, expositores, cartões de visita, folders, catálogos, agendas, canetas, entre outros, e um exclusivo aplicativo de gestão e controle, que a franqueada pode baixar diretamente do Google Play Store.

Segundo Carla, com a venda do primeiro estoque, especialmente escolhido para o mês inicial de operação, a executiva Lenora recupera 75% do investimento. Um dos segredos de sucesso é que a franqueada atua com produtos de altíssima qualidade, com garantia e beleza ímpar.

kmc

Uma franquia que se lançou no franchising praticamente no começo de 2016 e que vem se destacando bastante por buscar principalmente o público jovem e estudantes, é a KMC – agência de marketing. Fundada em 1995, a rede é focada em vendas, em fazer com que seus clientes vendam mais.

Sua experiência dá condições de mergulhar no negócio do cliente, entender as suas necessidades e dar sugestões de mudanças baseadas em outros segmentos. A KMC atende cerca de 80 clientes todos os meses de diferentes negócios e seu principal objetivo é o resultado e não a fixação de marca.

Com mais de 5.500 sites e 11 mil projetos desenvolvidos ao longo dos anos, a marca já atendeu 15 mil clientes, hoje tem cerca de 250. A KMC conta com uma unidade no ABC, em São Caetano do Sul, e está retomando ações nos Estados Unidos, em Miami e Los Angeles.

Pretende finalizar o ano com 6 unidades, já em andamento. Suas modalidades de negócios são Home Based, Office e Master, que demandam investimentos de 19 mil e 900 reais, 59 mil e 900 reais e 99 mil e 900, respectivamente.


1 Comentario

Franquia SUAV: como se tornar um franqueado · 29 de setembro de 2017 at 11:01

[…] disso, o modelo de franquia SUAV integra três negócios em uma franquia de baixo custo, já que seu investimento é de pouco mais de 127 mil reais. Aliás, a variedade de serviços […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esclareça suas dúvidas pelo Whatsapp.
Enviar pelo whatsapp

Faça parte de um dos maiores grupos de franquias do Brasil!

Preencha com seu e-mail a baixo e receba em seu e-mail as melhores dicas de franquias.

chevron-down