fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Encontre sua Franquia

Negócios em alta na crise: 9 tipos de franquias que aumentaram as vendas


Em meio a momentos de crise econômica, pode parecer impensável apostar algum dinheiro em um empreendimento. Entretanto, existem alguns nichos do mercado que vêm identificando negócios em alta na crise.

Por isso, o cenário atual pode ser o momento certo para abrir uma empresa e, finalmente, gerenciar um negócio próprio. Mais do que nunca, é necessário planejamento.

Os tempos de crise devem ser sinônimo de impedimento para empreender ou apostar em um modelo de franquia. Alguns mercados e modelos de negócio estão registrando lucros e crescimento, sabendo traçar boas estratégias de atuação para as mudanças de consumo dos brasileiros.

Por exemplo, as empresas que já trabalham ou estão investindo pesado em entregas delivery conseguem continuar registrando caixa positivo. Outras, adotaram novos modos de atendimento e, inclusive, estão oferecendo novos produtos para saciar as novas demandas de consumo neste momento de crise econômica.

Ao mesmo tempo, existem as marcas que trabalham com vendas online. A estratégia é ampliar o leque de produtos, oferecer descontos, promoções e boas condições de pagamento para atrair novos consumidores.

Por isso, investir em negócios em alta na crise pode ser uma bom momento para quem sempre sonhou em empreender. Neste conteúdo, apresentamos a você ideias para adquirir um negócio próprio, atuar como empreendedor e ainda registrar bons números no empreendimento!

Mudanças no mercado

reunião papel com analises negócios em alta na crise
Análises de mercado precisam ser feitas para os negócios se adaptarem.

Com muitos comércios fechados, a internet se tornou a principal ferramenta para realização de compras. Sem precisar sair de casa, os consumidores brasileiros vêm encontrando uma grande oferta de produtos e serviços.

De acordo com estudo da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) com a Compre&Confie, as vendas online aumentaram 40% nos primeiros 15 dias de março.

Em categorias entendidas como comércios essenciais, os resultados de vendas mercado eletrônico aumentaram significativamente. Compras na categoria de saúde, por exemplo, tiveram uma alta de 111% nos meses de fevereiro e março de 2020.

Franchising: possibilidade para atuar em negócios em alta na crise

A atuação junto de uma rede de franquia é uma das formas mais seguras de se tornar empreendedor. Mesmo em tempos de crise, os franqueados encontram a segurança de atuar junto de uma marca testa e com boa maturidade de mercado.

Ao mesmo tempo, os franqueados encontram suporte completo garantido pela franqueadora, como determina a Lei de Franquias. Treinamento e transferência de know-how também somam à lista de segurança de investimento.

Os empreendedores também encontram garantias nas documentações informadas pela franqueadora. A Circular de Oferta de Franquias e o contrato de franquias são os dois documentos mais importantes, no qual constam dados completos sobre a franquia, direitos e deveres de ambas as partes.

A proteção do investimento de acordo com uma Lei, além dos documentos referentes ao investimento e o suporte constante da rede possibilitam que o empreendedor tenha maior tranquilidade na atuação.

Análise de viabilidade econômica

Independente do cenário econômico, ao decidir abrir uma empresa ou investir em um modelo de franquia, é importante realizar um estudo de viabilidade de econômica.

papeis reunião gráficos análises
A análise de viabilidade econômica precisa ser feita independente dos cenários.

É importante entender que a relação do risco e do retorno do investimento é quem deve ditar como vai ser o investimento. Riscos sempre vão existir, seja em um empreendimento criado do zero ou em uma rede de franquias.

Entretanto, o que vai variar é a intensidade do risco. Para minimizar estes efeitos, algumas estratégias podem ser adotadas. A primeira é se organizar financeiramente para o investimento. É importante contar com o capital necessário para abrir um negócio.

Em segundo lugar, é a análise da viabilidade econômica. Este passo vai auxiliar a projetar os números do negócio, com o objetivo de demonstrar se o formato será lucrativo ou não. Essa análise deve contemplar:

  • Estudar qual segmento investir
  • Organizar o valor de investimento necessário
  • Estudar todos os custos para abertura e funcionamento da empresa
  • Realizar previsões de vendas
  • Calcular impostos e taxas
  • Estudar: prazo de retorno, capital de giro

Negócios em alta na crise: como minimizar os impactos?

Em um cenário de crise econômica, todo o cuidado é pouco na hora de traçar as estratégias de empresa. De acordo com o SEBRAE, pelo menos 600 mil empresas fecharam as portas no Brasil em razão dos efeitos econômicos da pandemia.

Além disso, 30% dos empresários tiveram de buscar empréstimos para manter seus negócios. Ou seja, é um contexto delicado para as empresas, mesmo para aquelas que estão dando lucros.

Dessa forma, alguns cuidados devem ser redobrados no gerenciamento e no dia a dia de operação do negócio. O plano de negócios é um dos principais, que deve ser feito para definir estratégias e metas da empresa.

Atualizações do plano de negócios

Novos planos precisam ser feitos, considerando projeções de redução nas vendas, necessidade de suspensão de gastos e busca por novas estratégias.

homem apontando tela notebook análises negócios em alta na crise
Oo plano de negócios precisa ser atualizado de acordo com o cenário.

Ao mesmo tempo, dentro do plano de negócios, deve contar o controle sobre a saúde financeira. Conhecer os gastos, as receitas e acompanhar o fluxo de caixa. Este estudo exige dados completos e atualizados, o que aproxima o cenário da empresa da realidade do mercado.

Além disso, cortar gastos e negociar contratos também pode ser uma boa medida. Muitos contratos podem ser negociados, com prorrogação de pagamento ou descontos.

Buscar alternativas para potencializar as vendas, como investir no e-commerce e nas redes sociais podem impulsionar o faturamento mesmo em tempos de crise.

Diante das informações, listamos 9 modelos de negócios em alta na crise econômica para investir. Existem opções em diferentes segmentos do franchising, com valores que partem de R$ 2 mil!

1. Brasil Nutri Shop

Com foco em vendas online, a Brasil Nutrishop é alternativa atrativa para quem pretende apostar em negócios em alta na crise.

Inserida no segmento de alimentação, a marca é especialista em suplementos e produtos fitness. Os clientes encontram opções de vitaminas, minerais e itens específicos para a terceira idade. Tudo é vendido online e entregue diretamente na casa do cliente.

Assim, a Brasil Nutri Shop permite que o franqueado atue em modelo de franquia home office. Os franqueados da marca trabalham a venda dos produtos por meio de uma loja virtual exclusiva, que já é entregue pela franqueadora totalmente pronta, personalizada e com os produtos cadastrados para venda.

  • Investimento: R$ 9 mil
  • Faturamento: R$ 10 mil
  • Prazo de Retorno: 1 a 12 meses

2. BMZ Auto Brokers

A marca é uma rede de franquias de concessionárias digitais. Atualmente, são 47 unidades franqueadas instaladas em diferentes regiões do país.

O modelo de negócio permite que os franqueados trabalhem de casa, em operação home office. A facilidade diminui os valores de investimento e operação. Por isso, o que facilita a entrada de diferentes perfis de empreendedores.

Assim, não é necessário aluguel de ponto comercial, contratação de funcionários ou arcar com outros gastos que, comumente, encarecem o investimento, como contas de água, luz, internet ou IPTU.

  • Investimento: R$ 28 mil
  • Faturamento: R$ 22,10 mil
  • Prazo de Retorno: Não informado

3. Negócios em alta na crise: Acquazero

franquia acquazero
A Acquzero é referência quando o assunto são os serviços automotivos.

Recentemente, a Acquazero foi apontada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) como uma das maiores franquias de serviços automotivos do país. O levantamento contribui para que a rede seja um dos negócios em alta na crise!

Além disso, a marca é considerada a número um no setor de limpeza e estética automotiva. Um dos motivos que ajudam a manter a Acquazero no topo do segmento de serviços automotivos é a facilidade do seu modelo de franquia.

A flexibilidade permite que os investidores possam estudar e escolher qual o modelo mais se encaixa ao seu bolso. Com um investimento mínimo de R$ 17.820 mil, já é possível ser um franqueado da franquia de limpeza automotiva. A marca conta com três modelos de franquias home office e outros três de loja.

Os serviços oferecidos pela marca também incluem a limpeza técnica do motor, cristalização de vidros, revitalização de plástico, enceramento, descontaminação de pintura, impermeabilização de estofados e outras várias funções.

A seguir, detalhamos todos eles para facilitar a sua escolha.

Investimento em um dos modelos home office:

  • Investimento: R$ 17.820 mil a R$ 26.820 mil
  • Faturamento médio: R$ 12 mil a R$ 20 mil
  • Prazo de retorno: 3 a 24 meses

Investimento nos modelos de loja:

  • Investimento modelo loja: R$ 25 mil a R$ 260 mil
  • Faturamento médio: R$ 20 mil a R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: 3 a 24 meses

4. Quality Lavanderia

A Quality Lavanderia já operava com sistema de delivery antes da crise. Agora, a marca está intensificado esse atendimento. Além disso, para contornar os efeitos da crise, a rede adotou outras formas de diversificar a operação.

Uma alternativa foi incorporar um sistema de lavanderia drive thru. Nessa modalidade, os clientes não precisam sair do veículo para serem atendidos.

Assim, as roupas são deixadas nas lojas pelo cliente, que não sai do carro. As colaboradoras da unidade recolhem as peças, informam os valores a serem pagos e o prazo de entrega.

  • Investimento: R$ 320 mil
  • Faturamento médio: R$ 55 mil
  • Prazo de retorno: 24 a 30 meses

5. Ecoville

Especialista em produtos de limpeza, a Ecoville lançou um novo modelo de franquia para viabilizar a operação dos franqueados em home office.

mão limpando bancada produtos de limpeza negócios em alta na crise
As franquias de limpeza buscam se reinventar nos momentos de crise.

Chamado de Ecoville Express, o novo modelo não exige instalação de ponto comercial: os franqueados vendem produtos de limpeza, recebidos diretamente da fábrica da marca, a partir de casa.

Os clientes recebem os produtos via delivery, e as entregas podem ser feitas tanto pelo próprio franqueado quanto por parceiros. O investimento em uma franquia Ecoville Express é de R$ 39 mil, valor que inclui taxa de franquia, estoque, sistema e marketing digital de inauguração.

  • Investimento inicial: R$ 39,9 mil
  • Faturamento médio: R$ 15 mil a R$ 20. mil
  • Prazo de retorno: 6 a 8 meses

6. Arena Baby

A Arena Baby é uma das redes que está entrando no e-commerce. A rede de franquias de brechó infantil e a loja virtual da marca pretende atender a rede de franquias.

Para isso, os franqueados poderão cadastrar os produtos disponíveis em suas lojas diretamente no site para vender online. Já os consumidores poderão escolher se a entrega do pedido será via Correios, motoboy ou se preferem retirá-lo na loja.

  • Investimento: R$ 159 mil
  • Faturamento: R$ 40 mil
  • Prazo de retorno: 1 a 24 meses

7. Quisto Corretora de Seguros

De olho no crescimento constante e nas estratégias para superar a crise, a Quisto está focando em seu modelo home office para expandir. Rede de franquias de seguros, a marca é uma das possibilidades de negócios em alta na crise.

Para expansão constante, a Quisto está investindo em formato de franquia de baixo custo. Até o final do ano, a proposta da rede é contar com 300 unidades em operação. A marca trabalha com mais de 90 soluções voltadas para a área de seguros.

Os empreendedores encontram dois modelos para investimento: microfranquia, com operação home based; e o de franquia tradicional.

  • Investimento: R$ 17,6 mil até R$ 30,6 mil
  • Faturamento: R$ 50 mil a R$ 70 mil
  • Prazo de Retorno: 6 a 18 meses

No vídeo a seguir, explicamos tudo sobre a Quisto e, também, damos outras duas dicas de franquias para trabalhar sem sair de casa!

8. Gigatron

Para impulsionar os negócios na crise, a Gigatron Franchising desenvolve um modelo de franquia com condições diferenciadas.

A proposta é viabilizar a operação nessas cidades pequenas, aumentando a competitividade do franqueado e oferecendo condições especiais para o cliente final.

O objetivo é, também, gerar um faturamento maior ao franqueado, que não precisa repassar o valor do produto vendido à franqueadora.

  • Investimento inicial: R$ 2,5 mil
  • Faturamento médio: R$ 3,5 mil
  • Prazo de retorno: 1 a 12 meses

9. Jumper

De olho no trabalho remoto e nas necessidades de adaptação ao isolamento social, a Jumper! lançou um modelo de franquia focado em cursos online.

A rede é especialista em cursos profissionalizantes e de idiomas. Para driblar a crise, apostou na criação de uma franquia EAD.

Com isso, é possível atender a milhares de alunos, que têm acesso à plataforma de ensino online Jumper Play. Já o franqueado pode operar com uma estrutura mínima.

  • Investimento inicial: R$ 15 mil
  • Faturamento médio: R$ 5 mil
  • Prazo de retorno: 3 meses

Para saber se chegou a sua hora de empreender, baixe nosso ebook! Nele, contamos tudo sobre as características que um bom empreendedor precisa ter e ensinamos qual modelo de empresa escolher.

ebook chegou a sua hora de empreender?

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Sair

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *