fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Entenda o que é franchising e os principais motivos de investir


É comum encontrarmos pessoas querendo descobrir o que é franchising e as características que fazem esse empreendimento tão seguro. 

Por mais que pareça que o frachising consiste apenas na transferência de conhecimento da marca para o empresário, existem outras questões que precisam ser levadas em consideração.

Esse modelo de negócio, no formato em que conhecemos, surgiu nos Estados Unidos por volta de 1950. 

Desde então, diversas empresas passaram a enxergar as vantagens de apostar nas franquias para conseguir expandir seus negócios. A mais famosa no mundo é a rede de fast food McDonald’s, que revolucionou o mercado.  

No Brasil, o modelo chegou ainda na década de 1960 e, apesar dos primeiros anos mais fracos, em 1980 o franchising ganhou força e diversas empresas passaram a adotar o modelo. 

Para que você conheça o modelo de negócio e saiba quais as vantagens que fazem com que as empresas e empreendedores apostem nas franquias, preparamos este texto sobre o assunto. Acompanhe a leitura. 

O que é franchising?

Para saber o que significa franchising, é importante compreender que esse sistema visa conceder o direito de uso da marca para um terceiro.

Ou seja, a franqueadora (dona da patente) autoriza que o franqueado (empresário) ofereça os seus produtos e serviços em uma nova unidade da empresa.

Uma das grandes vantagens desse modelo de negócio é a possibilidade de entrar no mercado com um empreendimento que passou por todas as etapas de consolidação com o público. Dessa forma, os riscos e problemas que podem surgir são minimizados, principalmente se comparado com empresas abertas do zero. 

Os custos para abrir uma franquia são variados. Existem, inclusive, diversas opções no mercado que contam com um investimento baixo e que cabe no bolso.

Essas são as consideradas microfranquias e possuem um investimento inicial de até R$ 90 mil. A informação é da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

O mais importante de saber sobre esse sistema de negócio é que ele precisa ser uma via de mão dupla. É necessário que o empresário consiga seguir todos os padrões e processos estabelecidos pela marca. Em contrapartida, a marca se compromete a oferecer treinamentos e suportes.  

Apesar de ser obrigatório seguir essas orientações, as questões relacionadas a administração e gestão são de responsabilidade do franqueado. Isso torna o modelo um sistema semi-independente.  

Para saber mais sobre, preparamos o vídeo a seguir com um guia completo sobre o franchising. Confira. 

Como funciona o sistema de franchising?

O sistema de franquias no Brasil é regido por meio da Lei de Franquias, uma norma criada na década de 1990 para proteger ambas as partes no negócio e evitar fraudes. Com o passar dos anos, necessitando passar por uma reformulação, uma nova norma entrou em vigor (em 2020). 

Um dos objetivos das franquias é permitir que os franqueados possam ter sucesso de uma maneira rápida e segura, algo que dificilmente teriam ao apostar em uma empresa própria.

Ao mesmo tempo, o sistema consegue ajudar a franqueadora a expandir a sua área de atuação, espalhando suas unidades pelo território. 

Porém, para que isso tudo possa acontecer é preciso ficar atento a algumas coisas que são fundamentais para o desenvolvimento tanto da marca, quanto para o franqueado.

Transferência do know how

Para que o franqueado tenha acesso ao direito de comercializar a marca, é importante que ele quite as taxas da franquia e royalties. Esses valores são referentes a utilização do know how e expertise, além da transferência deles para a sua unidade, por meio de treinamentos. 

A forma como esses treinamentos são feitos variam entre as marcas. Algumas apostam apenas nos formatos on-line e contam com uma plataforma de ensino própria. Outras apostam nas aulas presenciais, ou em ambas as possibilidades. 

Valores associados a uma franquia

A taxa de franquia é paga apenas uma vez, no ato de assinatura do contrato. Enquanto isso, os royalties devem ser pagos mensalmente.

Existem duas formas de os royalties serem cobrados do empresário. Primeiramente, com base em uma porcentagem sobre o faturamento bruto. A outra é uma quantia fixa, estabelecida em contrato. 

Outro valor que também é cobrado no decorrer da jornada do franqueado é referente a publicidade. O fundo de marketing é uma reserva feita pela franqueadora, que visa criar campanhas publicitárias para toda a sua rede. 

Formatos de franquias disponíveis

Imagem do corredor de um shopping
Entre os formatos de franquias, existem as lojas físicas.

Quando optar por apostar em uma franquia, o empresário irá encontrar diversas possibilidades para atuar. Cada modelo tem o seu valor, vantagens e formatos. Cabe ao franqueado estudar e descobrir a opção que melhor se encaixa em sua necessidade. 

Franquia home office (ou home based)

Modelo mais comum entre as microfranquias, o home office permite que o franqueado trabalhe em casa. Dessa forma, ele não tem gastos com estrutura, aluguel, funcionários etc. Para ele, geralmente basta acesso a internet e um computador para conseguir realizar a sua função. 

Muitos dos franqueados home office também fazem atendimento delivery. Ou seja, vão até a casa do cliente para realizar o serviço. Isso é comum em negócios que são voltados para limpeza de ambientes, por exemplo. 

Franquia Loja Física

As franquias loja física permitem que o franqueado atue em um local comercial físico, como uma loja em shopping center.

Nesse formato, podem ser optadas tanta as tradicionais lojas físicas, quanto quiosques e containers, por exemplo. O investimento é um pouco mais caro, por exigir um quadro de funcionários, reforma, padronização etc. 

Valores conhecidos antes do investimento

Outra questão que diferencia as franquias dos demais negócios é a possibilidade de o futuro franqueado saber o valor que será gasto antes de abrir a unidade. Isso evita surpresas ao longo da jornada e permite o planejamento financeiro do negócio.

Ao demonstrar interesse na marca, o empresário recebe a Circular de Oferta de Franquia (COF), um documento muito importante para conhecer o negócio.

Dentro da Circular são apresentadas informações como o histórico da marca, pendências judiciais, dados dos atuais ou ex-franqueados etc. 

Além disso, é obrigatório que estejam presente os valores que serão gastos para tirar o projeto do papel.

Dados sobre o franchising no Brasil

bolso com notas de real
Investir em franquias no Brasil tem trazido bons resultados para os empreendedores.

Para que você tenha ideia do tamanho do sucesso do franchising no Brasil, separamos alguns dados que comprovam a vantagem desse empreendimento em comparação com as empresas convencionais. 

A começar pelo levantamento feito pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). De acordo com eles, cinco em cada 100 franquias fecham as portas em dois anos. Se analisarmos apenas os empreendimentos abertos do zero, essa porcentagem sobe para 23%. 

Os números mostram que o mercado de franquias tem crescido durante os últimos anos. Desde 2015, o faturamento do franchising aumentou exponencialmente, fechando 2019 com R$ 186 bilhões, como mostra o estudo da ABF

Além disso, a quantidade de marcas disponíveis no mercado cresce há mais de três anos consecutivos. Saímos de 2,8 mil empresas apostando nas franquias em 2017, para 2,9 mil em 2019.

Como resultado, houve um crescimento de 4% no número total de franquias espalhadas pelo Brasil.

Todo esse movimento possibilitou que o franchising criasse mais de 1,3 milhão de vagas de emprego em 2019. Assim, ele se tornou um dos meios que mais empregam no país.

O franchising permite que o franqueado aumente as suas possibilidades de sucesso e crescimento. Devido ao seu sistema de transferência de know how, basta que o empresário consiga seguir as orientações e se dedique para fazer a melhor gestão possível do seu negócio. 

Gostou de conhecer o que é o franchising e deseja aprender mais sobre? Continue navegando em nosso blog e veja o conteúdo sobre Franquias lucrativas para iniciantes: conheça 15 opções no franchising.

Autor: Rodrigo Brito
16 de agosto de 2020

Ficou interessado em alguma franquia?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

Matérias relacionadas: