fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Encontre sua Franquia

Taxa de marketing nas franquias: entenda para quê serve


A taxa de marketing nas franquias pode ser muito útil no dia a dia do negócio. Isso já que ela garantirá apoio ao franqueado para a divulgação da unidade.

Em todo o caso, na hora de investir em uma franquia, são várias as dúvidas. Especialmente sobre as taxas cobradas pela franqueadora. Será que vale mesmo a pena pagar esses valores?

Para começar, é preciso dizer que as taxas periódicas de franquia são o que mantém a relação entre franqueador e franqueado. Elas funcionam como um “aluguel” da marca, permitindo o uso de dono o know how e suporte da franqueadora.

Então, elas são obrigatórias, assim como explicado no contrato de franquia da marca. A explicação sobre os valores também aparecem na COF da empresa. A COF é a Circular de Oferta de Franquia, documento que apresenta tudo sobre o negócio. Veja mais sobre ela no vídeo abaixo!

O ponto é que a taxa de marketing se encaixa na definição de valor obrigatório e acordado em contrato.

Afinal, é por meio dela que o empreendedor conta com apoio intenso para a publicidade do seu negócio. Algo essencial, já que 93% dos processos de compra começam com uma busca on-line.

Mas nós entendemos que, para investir em um negócio, é preciso conhecer à fundo cada um dos valores associados. Assim, você terá maior segurança na atividade e no seu retorno.

Para te ajudar, produzimos este conteúdo. Continue lendo e acompanhe tudo o que você precisa saber sobre a taxa de marketing das franquias.

Para que ser a taxa de marketing nas franquias?

Antes de tudo, é preciso dizer que a função da taxa de marketing pode variar conforme a franqueadora. 

Algumas empresas garantem atendimento direto e personalizado, enquanto outras oferecem somente campanhas gerais. Ou seja, que possam ser utilizadas por toda a rede de franqueados.

Para conhecer o suporte que a franquia escolhida oferece, você precisará ler a sua COF. Como já citado, o documento incluirá todas as regras da relação entre franqueador e franqueado.

Dito isso, é preciso começar explicando que a taxa de marketing nas franquias também pode ser chamada de outras formas. É comum ouvirmos, por exemplo, os nomes Fundo de Marketing ou Fundo de Propaganda.

Essas nomeações, de “fundo”, indicam exatamente a função da taxa. Criar uma reserva comum, para o investimento na divulgação de toda a rede de franqueados.

Isso significa que parte do que a taxa de marketing garante são ações amplas de publicidade, que favorecerão toda a rede.

É possível, por exemplo, que a empresa realize uma campanha nacional na televisão ou em um outdoor durante uma partida de futebol. As estratégias vão depender do direcionamento da marca e do seu público-alvo.

Mas, além dessa, os valores costumam garantir atendimento personalizado ao usuário.

call center
Atendimento de marketing do franqueado costuma ser feito por telefone ou por meios on-line.

Neste caso, o empreendedor pode contar com materiais gráficos e digitais que vão divulgar apenas a sua unidade. Isso torna a comunicação mais direcionada ao público-alvo daquela localidade, aumentando suas chances de sucesso.

Entenda um pouco do trabalho do Marketing

A título de exemplo, vamos citar o atendimento de marketing oferecido às marcas da Encontre Sua Franquia. Ao quitar a taxa de marketing, o franqueado recebe acesso a um sistema de personalização de imagens. 

Nele, o empreendedor encontra todo um material digital, em que poderá incluir o nome da sua unidade e algumas outras informações. 

Assim, ao divulgar as imagens, o franqueado terá criado um material exclusivo e direcionado ao seu cliente. Isso tendo bastado apenas alguns cliques no computador. 

Quando esses materiais não são suficientes, o empreendedor ainda pode solicitar a realização de uma nova demanda pelo time de marketing da franqueadora.

Dessa forma, o designer responsável pela marca de franquia realizará o material personalizado para o público do franqueado.

Além disso, a Encontre Sua Franquia conta com uma gráfica homologada. Essa gráfica faz a impressão de materiais como panfletos, broches e outros. Também com apenas alguns cliques, o franqueado pode personalizar o material e solicitar sua impressão.

Neste caso, vale dizer que os custos de impressão, publicação e ações de marketing são do próprio franqueado. Eles vão além da taxa de franquia, já que é preciso investir em anúncios virtuais, por exemplo.

Novamente, vale destacar que este é apenas um exemplo. As franqueadoras atuam de modo diferente no marketing das suas unidades.

Então, é essencial conversar com a dona da marca para saber exatamente com o quê você poderá contar ao quitar a taxa de marketing.

Cuidar do marketing da unidade de franquia é a sua chance de impactar os consumidores e atraí-los ao negócio. Não apenas o marketing digital, mas também o “tradicional” (como por panfletos).

Até porque, segundo a iMedia Connection, 60% dos consumidores se interessam mais por uma marca após consumir conteúdo sobre ela.

Qual o custo da taxa de marketing?

Os custos da taxa de marketing das franquias variam. Variam especialmente de acordo com a marca de franquia, mas também com o modelo de negócio.

Por exemplo: uma empresa pode cobrar um valor fixo na taxa de um negócio home office, e um percentual no caso de lojas físicas. Normalmente, o percentual é calculado sobre o faturamento da unidade.

Essas regras também aparecem na COF do negócio. É essencial ter atenção aos valores, para que você possa planejar as finanças da empresa. O planejamento financeiro do negócio é essencial para garantir a sua rentabilidade ao longo do tempo.

Vantagens de pagar taxa de marketing

Ao investir em uma franquia, o empreendedor encontra uma série de vantagens. Especialmente as ligadas ao suporte pela franqueadora, que facilita o sucesso do negócio.

Entre esses suportes aparece o trabalho de marketing da empresa. Veja alguns dos seus benefícios a seguir.

Custo do marketing feito por uma agência

A taxa de marketing de uma franquia não costuma ser cara. Para se ter uma ideia, algumas empresas cobram apenas R$ 150,00 mensal para entregar tudo o que citamos até aqui. Comparado ao custo de atendimento por uma agência de marketing, a taxa de marketing é bastante em conta.

Franqueado tem controle do seu marketing

Como conhece seu público-alvo de perto, o franqueado é a melhor pessoa para pensar em ações assertivas de marketing para o seu negócio. Assim, ele pode sugerir à franqueadora a produção de conteúdo que seja realmente útil ao seu negócio.

Além disso, é comum que o franqueado seja o responsável pelas publicações nas redes sociais da unidade. Então, junto à franqueadora, ele pode desenvolver uma estratégia eficaz para seu marketing digital.

Padronização e reconhecimento pelo cliente

A padronização visual do marketing é essencial em uma franquia. Isso porque, é por meio dela que os consumidores conseguem reconhecer facilmente a marca.

Pensando nisso, é essencial que o franqueado utilize o material disponibilizado pela franqueadora. Sem fugir do seu padrão visual, colaborando para a comunicação de toda a rede.

Mas não significa que o franqueado não possa inovar e sugerir mudanças. Na verdade, as franqueadoras estão sempre abertas a sugestões. Mas qualquer ação não padronizada pela marca deve ser previamente consultada pelo franqueado.

Outras taxas da franquia

Além da taxa de marketing, existem outras taxas associadas à uma franquia. Elas também aparecem listadas na  COF da marca, com suas especificações e valores detalhados. São duas as principais: a taxa de franquia e os royalties.

Este é o valor que dá ao empreendedor o direito de iniciar uma unidade da marca. Ela também garante a ele acesso ao know how da empresa, incluindo treinamentos presenciais e on-line previstos.

Já os royalties funcionam como um “aluguel” da marca e do seu modo de fazer. São eles que remuneram a franqueadora por disponibilizar seu modelo de negócio ao empreendedor. 

Geralmente, a taxa de royalties é mensal, mas sua periodicidade de pagamento pode variar conforme a marca de franquia. Veja mais sobre o assunto no curto vídeo abaixo!

Cuidados importantes para abrir franquia

Na hora de adquirir a sua unidade de franquia, não se esqueça de que todos esses valores devem constar no seu planejamento financeiro. O ideal é garantir que você tenha capital de giro para quitá-los por, pelo menos, seis meses.

Apesar de os custos serem baixos, isso vai evitar que a rentabilidade do negócio seja afetada pelas taxas. Assim, você terá maior controle sobre o negócio e sobre o quê ele poderá gerar.

Será mais simples, inclusive, atender ao prazo de retorno do investimento previsto pela franqueadora.

Caso ainda tenha dúvidas sobre as taxas, converse com a franqueadora sobre o assunto. As empresas costumam estar à disposição para garantir que o empreendedor entenda cada aspecto do negócio. Dessa forma, seu sucesso será mais rápido.

Ficou com alguma dúvida sobre a taxa de marketing ou outra despesa associada à abertura de uma franquia? Acompanhe nosso material completo sobre o assunto! Basta clicar no banner abaixo para acessar o ebook que preparamos.

ebook todos os custos de uma franquia

Sair

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *