fbpx
  • Compre sua Franquia:

    (31) 3654-5664

  • E-mail de Contato:

    franquia@encontresuafranquia.com.br

Franquia Mardelle: guia completo com modelo de negócio e dicas


A franquia Mardelle é uma das principais marcas de moda íntima do Brasil. Ao longo dos seus mais de 20 anos de atuação, passou a ser reconhecida pela qualidade de suas peças.  

Desde a sua fundação, não demorou muito para que a marca fosse se aventurar no mundo do franchising a fim de expandir a sua atuação pelo Brasil. Com um modelo de negócio estruturado e pronto, ficou fácil chamar a atenção de diversos empreendedores. 

Porém, para que conseguisse fazer o mesmo sucesso que estava acostumada na região em que nasceu, era necessário fomentar uma boa estrutura de treinamento e suporte. Dessa forma, ela se uniu a uma das principais holding de franquias do país. 

Juntas, as empresas buscam alcançar um número ainda maior de unidades espalhadas por diversos estados. Para que isso pudesse acontecer da melhor maneira possível, preparamos um guia completo sobre a marca e como tirar o melhor proveito do negócio. Acompanhe a leitura. 

Neste texto, você vai ler:

Como surgiu a franquia Mardelle?

A Mardelle é uma empresa que surgiu em 1995 devido a uma necessidade de sua fundadora Adele Brito. A ideia da empresário era abrir um empreendimento capaz de ajudá-la a pagar os seus estudos em pedagogia.

Devido a qualidade das peças íntimas que ela conseguia, não demorou muito para que começasse a fazer sucesso entre suas amigas e mulheres da faculdade. Dois anos mais tarde, Adele convidou seu então namorado Marcus Gonçalves, quem viria a se tornar seu sócio e marido. 

Com a chegada de Marcus, a Mardelle passou a apostar em um mix de produtos de qualidade e aumentou a sua área de atuação. Em pouco mais de seis meses a empresa possuía 50 revendedoras espalhadas pela região metropolitana de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. 

Dessa forma, um ano após a entrada de Marcus e a empresa contando com um estoque suficiente para montar uma loja física, a Mardelle inaugurou seu primeiro ponto de venda direta em Betim, cidade próxima a BH. 

A empresa continuou a sua expansão e abriu outras lojas na capital mineira, mas buscando novos horizontes decidiu apostar no sistema de franquias em 2007. Neste momento, a marca já possuía sua fábrica própria de lingeries e visava aumentar ainda mais a sua operação. 

Assim, ao longo dos anos a franquia Mardelle se uniu a outras fabricantes que passaram a produzir peças exclusivas para a empresa. Vale destacar que sempre prezando pela excelente qualidade das peças. Atualmente, a empresa trabalha com cinco linhas de roupas, são elas:

  • feminina – calcinha e sutiã;
  • masculina – cueca e sungas;
  • noite – baby doll, camisolas, calça de pijamas ou conjunto (todos os tamanhos e sexos);
  • infantil – calcinhas e duas peças;
  • maternidade – camisola, body, calcinhas e sutiãs para mães gestantes e em período de amamentação.  

União com a Encontre Sua Franquia em 2020

Mesmo conseguindo emplacar franqueados ao longo da sua jornada, a Mardelle decidiu se unir a Encontre Sua Franquia (ESF). A holding é nacionalmente conhecida por gerir diversas marcas que buscam se expandir por meio do franchising. 

Dentro do seu catálogo estão a Acquazero Eco Wash, a maior rede de estética automotiva do Brasil, Quisto Corretora de Seguros, Encontre Sua Viagem, Suav e Fórmula Pizzaria. Ao todo, a empresa conta com mais de mil unidades espalhadas pelo Brasil e no mundo. 

Quando a Mardelle optou por fechar a parceria com a empresa, gerida por Henrique Mol, a marca possuía pouco mais de 20 franquias. Agora, com a nova parceria, o objetivo é praticamente triplicar esse número nos primeiros anos de sociedade. 

Por causa dessa união, os franqueados passaram a contar com um suporte operacional, treinamentos e assessoria contínua e totalmente dedicado a eles. Assim, tiveram uma maior probabilidade de conseguir desenvolver a sua unidade da melhor forma possível. 

Para que você entenda uma pouco mais sobre a parceria entre as duas empresas, preparamos o vídeo a seguir. Confira. 

Porém, para que um negócio seja realmente atrativo em todas as suas frentes, é preciso que o empresário conheça um pouco sobre o mercado e suas expectativas para o futuro. Principalmente se tratando de Brasil, um dos maiores consumidores de roupa do mundo. 

Descubra por que investir em uma franquia de moda

Abrir uma franquia Mardelle permite que o franqueado possa navegar por um mercado que possui ótimos números quando tratamos de moda íntima. Para se ter uma ideia, entre os anos de 2014 e 2018, houve um aumento na busca por essas peças de quase 10%. 

O dado apresentado no relatório do Inteligência de Mercado (IEMI), apontou também que isso resulta em uma quantidade superior a 880 milhões de calcinhas e sutiãs comercializadas no país. 

Além disso, seu último relatório realizado no começo de 2019 apontou uma perspectiva que esse valor subiu para 1,5 bilhão de peças vendidas nos próximos anos. Pesquisa que se mostra muito alinhada com as expectativas da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo a instituição, até 2021 se espera que o mercado alcance um crescimento superior a 3% e atinja um acumulado de 7%. Isso também irá impactar diretamente na produção de peças íntimas. A Fiesp espera que a quantidade ultrapasse a barreira dos 6,6 bilhões.

Vale destacar ainda que a IEMI apontou que as mulheres brasileiras consomem em média R$ 127 reais a cada dois meses em peças íntimas. Geralmente, nessas idas as lojas de lingeries são adquiridas quase quatro itens. 

Com relação as franquias de moda, entre 2018 e 2019 foi possível identificar um crescimento de 5,7% no faturamento do setor, fechando o ano com o valor de R$24 bilhões e se tornando o 4º maior, como mostra a Associação Brasileira de Franchising (ABF).  

Por que abrir uma franquia Mardelle?

Ao apostar em uma franquia Mardelle, além de estar preparado para usufruir dos bons números do segmento, o empresário poderá aproveitar de diversas tendências do mercado que nem todas as empresas voltada para moda íntima estão preparadas. 

Primeiramente, é importante a gente entender que o mercado de vestuário está sempre em constante mudança. A todo momento surgem novos comportamentos que influenciam diretamente na produção e comercialização dos produtos. 

Por exemplo, durante muitos anos o sutiã era feito para ser utilizado apenas sob a roupa e ficar totalmente tampado. Atualmente, esse não é mais uma regra e existem diversas peças que são feitas para ficarem visíveis. 

No caso da Mardelle, a marca é reconhecida no mercado por possuir itens que utilizam tecnologias têxteis para entregar um acabamento de maior qualidade. Proporcionando, assim, um leque de opções como shapes, sutiã sem bojo e hot pants. 

Nas franquias, o franqueado não precisa se preocupar com isso uma vez que essa é uma obrigação da marca. Dessa forma, basta apenas que ele receba as peças e as comercialize. 

Outro fator que precisa ser levado em consideração para quem pensa em investir em uma franquia Mardelle é o conforto das peças. Durante muito tempo, era comum encontrarmos poucas variações de tamanho no mercado. 

Porém, a marca há muitos anos tem apostado em uma política mais inclusiva, indo de acordo com a tendência de mercado como apresentada pelo Grupo Febratex.

Para se ter uma ideia, o número de lingeries vendidas para o público plus size tem movimentado mais de R$ 5 bilhões de acordo com a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest).

Enquanto isso, a Associação Brasileira de Plus Size (ABPS) está esperando que nos próximos anos o mercado de peças íntimas para esses clientes atinja um número superior a R$ 8 bilhões.  

Veja o passo a passo para conseguir abrir a sua franquia Mardelle

Mulher olhando para um computador estudando sobre algo
Para que consiga abrir uma franquia Mardelle é importante que faça alguns estudos e levantamentos antes

A seguir, vamos apresentar um passo a passo para que você consiga se tornar um franqueado da Mardelle. O importante nesse momento é estar ciente das suas obrigações e desafios que irão aparecer ao longo da sua jornada. 

Empreender em franquias é algo relativamente simples, porém exige bastante estudo e cuidado para que não aposte em uma empresa que não esteja alinhada ao seu perfil e disposição. 

É importante a gente lembrar também que estamos falando de uma cópia autorizada de uma marca. Irão aparecer regras que precisam ser cumpridas para que ambas as partes do sistema — você e a franqueadora — possam obter grandes resultados. 

Faça um planejamento financeiro

Primeiramente, é impossível se tornar um bom empreendedor se não tiver controle das suas finanças pessoais. Essa é uma prática que precisa estar minimamente pronta para que consiga tirar o projeto do papel e fazer o seu sonho se realizar. 

O exercício de estudar a sua capacidade de compra ajuda você em duas questões básicas: saber qual o valor para investir na franquia Mardelle e as boas práticas administrativas. Dessa forma, para conhecer o caminho que o seu dinheiro faz, é preciso saber todas as suas despesas. 

Assim, você consegue conhecer quais os seus gastos bobos e guardar uma quantia boa no final do mês. A dica para conseguir fazer esse exercício é determinar o que é que você realmente precisa e o que apenas deseja. Tudo que estiver nessa fileira, pode ser descartado. 

Mas calma, isso não quer dizer que não pode gastar seu dinheiro com pequenos agrados. A única orientação é tentar reduzir ao máximo esses itens. Após essa primeira prática, chegou a hora de negociar as suas dívidas, caso tenha. 

Os credores estão sempre a disposição para negociar o dinheiro que lhe é de direito. Assim, não irão poupar esforços para conseguir chegar a uma caminho mais fácil para você, mesmo que para isso eles tenham que abrir mão de juros, por exemplo. 

Só nessas duas ações você consegue economizar um bom dinheiro e começa a perder o “medo” de finanças. Caso queira algo ainda melhor, pode tentar reduzir os seus gastos com pacotes de assinatura como televisão, internet e telefone.

Ao final desse exercício, no final do primeiro mês já verá resultado. O dinheiro que sobrar é aconselhável que coloque em poupança ou outro tipo de investimento que o faça render em vez de ficar parado na sua conta e servindo como tentação. 

Pesquise sobre o setor

Agora que você sabe o seu potencial de compra, o próximo passo é estudar mais sobre o mercado que está prestes a entrar. Por mais que tenhamos mostrado sobre como a moda íntima é atrativa, você não pode escolher a segmento de moda por causa disso. 

A sua jornada como empreendedor irá exigir um acompanhamento integral da sua unidade. Ou seja, deverá passar dias e noites por conta do empreendimento. Agora imagine a dificuldade que terá toda manhã ao acordar e pensar que tem que cuidar de um negócio que não lhe faz brilhar os olhos. 

Assim, se você não sente atração pela moda ou o mínimo de interesse para trabalhar nesse segmento, talvez seja melhor procurar algo que seja mais alinhado a suas expectativas. O senso comum nos mostra que quando fazemos as coisas por amor, ficamos mais dispostos a enfrentar os desafios. 

Dessa forma, as chances de você conseguir obter os resultados esperados com a franquia aumentam e o retorno financeiro vem de maneira mais natural. É comum olharmos por fora, vermos os resultados de outros empresários e ignorar os problemas que o levaram a chegar ao sucesso. 

Esse é o outro fator que precisa ser muito bem observado. Quem entra em um setor observando apenas isso, acredita que a jornada será fácil e logo irá ter os mesmos resultados. Quando ele começa a ter os primeiros passos, vê que não será tão tranquilo assim e logo desanima. 

Por isso, fique muito atento as questões que envolvem ao setor. Ele é ainda mais importante que a pesquisa sobre a marca. 

Conheça mais a franquia Mardelle

Adele Brito em uma franquia Mardelle
Um dos fatores mais importantes é conseguir identificar como a empresa lida com seus clientes.

Descobrir se esse é um setor ideal para o seu perfil e para sua capacidade financeira faz parte de uma balança determinante para o sucesso da sua carreira como franqueado. E também essencial conhecer bem sobre a marca, no nosso caso a Mardelle

Para isso, você pode consultar sites de buscas, portais de notícias e redes sociais para identificar como o mercado a enxerga. Geralmente, nesses locais você consegue observar também como os atuais franqueados enxergam a empresa. 

Aqui, o importante é que consiga extrair o máximo de informações e fazer um levantamento dos pontos fortes e fracos do modelo de negócio. Dessa forma, você terá uma melhor capacidade para definir se a Mardelle se encaixa ao que você busca como empreendimento. 

Vale destacar que pesquisando nas redes sociais, será mais fácil para identificar como o público-alvo da empresa lida com ela. Uma das coisas mais importantes de uma franquia são os clientes.

Ou seja, se tiver muitas reclamações e interações relativamente ruins, certamente você terá maiores dificuldades na hora de emplacar o seu negócio, principalmente nos primeiros meses. Por isso, observe bem essas questões. 

Caso queira outra ferramenta para fazer esse levantamento sobre a Mardelle, você pode pesquisar no “Reclame Aqui”. Com todas essas informações em mãos, você verá como a marca é uma das melhores para abrir uma franquia do país. 

Entre em contato com a franqueadora

Após a pesquisa na internet, é hora de entrar em contato com a franquia Mardelle. Para isso, basta acessar o site da marca e preencher o formulário de cadastro. Após essa etapa, é necessário esperar algumas horas para que o representante comercial da marca entre em contato com você. 

Nesse momento, você também será avaliado para que a empresa possa identificar se o seu perfil é compatível com o que ela busca dos franqueados. Não se esqueça que o sistema de franchising é uma via de mão dupla, onde ambas as partes precisam estar 100% alinhadas. 

Além disso, não é justo apenas você conhecer a empresa e ela não saber nada sobre você. Afinal, ela irá entregar todo o prestígio da Mardelle ao franqueado e o investimento é tão arriscado para ela quanto para você. Se a sua unidade não funcionar, o prejuízo também é dela. 

Por isso, existe esse momento de entrevista entre o franqueado e a empresa. Vale destacar que caso entre nesse negócio com um sócio, ele também será avaliado. Mas não se preocupe, esse é um momento bem tranquilo e a conversa é super amigável. 

Sem contar que também serve como uma oportunidade para você conhecer um pouco mais sobre a Mardelle. Lembre-se que esse é o seu primeiro contato direto com a empresa, até então as questões ainda eram superficiais e apenas teóricas. 

Aqui, você tem a chance de esclarecer todas as dúvidas que teve ao longo da sua pesquisa. Em todos os momentos do processo de abertura da sua franquia podem surgir dúvidas, porém, a partir, desse ponto você estará em contato direto com a marca.  

Analise a Circular de Oferta de Franquia (COF)

Finalizando o primeiro contato com a Mardelle, você logo receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF). Esse documento é responsável por apresentar o negócio para os franqueados. 

Dentro da circular, você poderá encontrar diversas informações importantes como o histórico da marca, a pendências judiciais, uma descrição do negócio, os tipos de modelos de franquias disponíveis, balanço financeiro, estimativa de investimento etc. 

A seguir, separamos todos os pontos que devem ser apresentados, além dos que já foram citados. 

  • Dados sobre a franqueadora, como CNPJ e endereço da sede;
  • Relação de franqueados;
  • Franqueados ativos e que se desligaram nos últimos 24 meses;
  • Equipe da franqueadora;
  • Informações sobre o mercado;
  • Características dos modelos de negócio da marca de franquia;
  • Perfil desejado do franqueado;
  • Estimativa de investimento pelo franqueado, com descrição das taxas cobradas;
  • Estimativa de ganhos financeiros;
  • Regras sobre território (se haverá exclusividade ou não de atuação por um franqueado em determinada área);
  • Lista de fornecedores para atuação na franquia;
  • Lista de apoios prestados pela franqueadora;
  • Situação do franqueado após o término ou rescisão do contrato de franquia.

Regras da COF

De acordo com a Lei de Franquias, o documento deve ser entregue, no mínimo, 10 dias antes da assinatura do contrato. Caso isso não aconteça, o investimento é cancelado e ambas as partes tomam prejuízo. 

Dessa forma, não tenha pressa para estudar todos os pontos presentes e analise com cuidado. Caso tenha alguma dúvida ou dificuldade, você pode procurar um advogado para ajudar no processo de entendimento. 

Com isso, você terá diversas informações que não possuía antes e irá permitir que invista na Mardelle sabendo exatamente o que pode esperar do negócio. Vale destacar que de acordo com a norma federal, todas as informações devem ser de fácil interpretação e sem expressões que possam complicar o entendimento da COF. 

Dentro da Circular, na parte que aponta a estimativa de investimento e a descrição das taxas, o futuro franqueado irá conhecer as suas obrigações financeiras para manter a sua unidade funcionando. 

Taxa de Franquia

ilustração de um empresário oferecendo dinheiro em troca de uma franquia
A taxa de franquia é o que permite que você possa explorar comercialmente a marca

A primeira e talvez a mais importante é a Taxa de Franquia. Esse valor é referente ao direito para que você possa explorar comercialmente a marca da Mardelle. Além disso, o franqueado terá acesso a todo o know how e expertise que a marca adquiriu ao longo dos anos. 

Para que tenha acesso a isso, o empresário conta com os treinamentos gratuitos e suporte direcionado para que ele conheça como a empresa trabalha. Ou seja, a maneira como ela trata os clientes, o que espera dos empresários, costumes, objetivos etc. 

Também durante essa etapa de treinamento e suporte, você fica conhecendo ainda mais sobre a empresa e seus processos. Porém, para que isso esteja ao seu alcance, é preciso quitar a taxa de franquia assim que assinar o contrato. 

É importante que o franqueado saiba que o valor é o mesmo independente do modelo de negócio que escolher. A Mardelle trabalha com unidades em shopping e lojas em bairros. Ainda neste texto, detalharemos os modelos. 

Royalties

Os royalties funcionam como uma taxa de manutenção para a franquia. Ou seja, ela é responsável por manter o seu direito de usar os produtos e a marca. Enquanto a taxa de franquia é um valor fixo e pago apenas uma vez, o pagamento dos royalties é mensal. 

No mercado, você pode encontrar dois tipos de cobrança. Uma que é fixada no contrato e outra que equivale um percentual determinado pela marca. No caso da Mardelle, a taxa de royalties é referente a 10% do total de compras efetuadas no mês anterior com os fornecedores homologados.

Fique sempre atento a esses pontos para que consiga se preparar da melhor forma possível. Apesar de ser mensal, os royalties só começam a ser pago após o primeiro mês e nunca junto a taxa de franquia. 

Uma das vantagens desse modelo de cobrança é que você não precisa se preocupar com um valor alto caso tenha um mês mais fraco de vendas. Como ele acompanha as suas aquisições no mês anterior, em um período de baixa pode ajudar a economizar mais dinheiro.  

Taxa de Propaganda

A taxa de propaganda é outra cobrança que é feita mensalmente. O objetivo desse valor é criar uma reserva para que a Mardelle possa criar campanhas publicitárias e ações de marketing para toda a sua rede de franquias. 

Dessa forma, o franqueado não precisa se preocupar com outras questões que não seja o desenvolvimento, gestão e administração do seu negócio. Porém, caso queira fazer algo por fora, a ação precisa ser aprovada pela Mardelle. 

Assim como os royalties, a taxa de propaganda também pode ser paga tanto por base em um valor fixo no contrato ou referente a uma porcentagem. Neste caso, a Mardelle cobra o equivalente a 1,5% do faturamento bruto da sua unidade. 

Capital de Giro

Outro valor que precisa ser apresentado no ato de assinatura do contrato, o Capital de Giro é uma reserva feita pelo próprio franqueado que visa arcar com as despesas referente ao primeiro mês de operação. 

Ou seja, no período em que você ainda está ganhando mercado e clientes para a sua unidade. Por mais que esteja investindo em uma empresa reconhecida pelo mercado, é preciso ter paciência para conseguir ter um bom movimento de clientes em sua unidade. 

Dessa forma, o capital de giro irá ajudar com o pagamento dos salários de seus colaboradores, despesas, compra de produtos etc. Apesar de ser recomendável apenas um mês, é aconselhável ter uma quantia referente a seis meses de operação. 

Mesmo após a sua unidade conseguir andar com as próprias “pernas”, é muito importante que você continue alimentando o seu capital de giro. Isso irá evitar que tenha que tirar dinheiro do seu fluxo de caixa para cuidar de problemas pontuais ou urgentes. 

Assine o contrato de franquia

Antes de assinar o contrato de franquia, existe uma ação ainda muito interessante a ser feita. Caso queira ter mais certeza ainda sobre o negócio que está prestes a entrar, você pode consultar a lista de atuais e ex franqueados da Mardelle que está na COF. 

Com esses dados em mãos, o futuro franqueado pode entrar em contato com eles para conhecer mais a fundo sobre a franquia. Ou seja, saber como ela funciona, se cumpre com o que promete, de que maneira ela auxilia os empreendedores, se os treinamentos são bons etc. 

Não tenha receio de conversar com eles, certamente irão trazer questões importantes para a sua tomada de decisão. Ao se decidir pela Mardelle, chegou finalmente o momento de se tornar um franqueado. 

Para isso, basta confirmar o interesse no investimento para o representante comercial que está acompanhando o seu processo de franqueamento. Assim, ele irá apresentar o contrato com todos os pontos importantes que envolvem o negócio como o território de atuação, durabilidade, valores e motivos de rescisão, por exemplo. 

Estando de acordo com todos os termos e esperado os 10 dias do recebimento da Circular, você está pronto para assinar o contrato. Não se esqueça que nesse momento você também precisa quitar a taxa de franquia e apresentar o capital de giro. 

Caso tenha alguma dificuldade para conseguir o valor total, você pode informar a Mardelle para que ela lhe oriente ao melhor financiamento. Dessa forma, a marca recomenda uma instituição bancária parceira e permite que tenha o valor correto para iniciar a sua jornada. 

Você também tem a opção de conseguir um parcelamento do valor referente a taxa de franquia, mas tenha calma. Essa ação só permite um período curto de parcelas. Por isso, se for o seu caso, opte inicialmente pelo financiamento. Os bancos possuem condições especiais e exclusivas para franqueados. 

Determine o seu ponto comercial

imagem de uma franquia mardelle de rua
A escolha do ponto comercial é fundamental para o desenvolvimento da franquia.

Ao se tornar um franqueado, o seu próximo passo é procurar o melhor ponto comercial para a sua unidade. Independente do modelo de negócio que escolher, você precisa optar por um lugar que tenha uma boa localização e seja visível para a maior quantidade possível de pessoas. 

Além disso, é necessário ficar atento aos valores referentes ao aluguel. Estima-se que a quantia deve ser equivalente a no máximo 11% da sua previsão de faturamento. Caso contrário, irá prejudicar o desenvolvimento do seu negócio. 

Não esqueça de considerar também as condições do local, se será preciso fazer alguma reforma estrutural. Ou seja, trocar encanamento, fiação, levantar ou derrubar alguma parede etc. Todos esses pontos precisam ser levados em consideração para que não tenha um gasto ainda maior. 

Ressaltando que as franquias são empreendimentos que precisam seguir uma padronização estética também. Assim, é necessário que todos os espaços estejam prontos e preparados para conseguir transmitir a mesma experiência que as outras unidades da rede. 

Na própria COF é possível observar uma previsão dos gastos que você terá ao longo dessa etapa. Uma das vantagens de apostar na Mardelle é que ela ajuda você a encontrar o melhor lugar para instalar a franquia, além de auxiliar em todo o processo de adequação do ponto comercial.

Após todo esse processo, você estará preparado para finalmente inaugurar e começar a alçar grandes voos. Mas antes de definir qual o melhor modelo de negócio para você, é preciso conhecer os valores e vantagens de cada um. 

Separamos abaixo um infográfico resumido sobre todos os passos que passamos para conseguir abrir a sua franquia Mardelle. Observe.  

Infográfico passo a passo para adquirir uma franquia

Quais os tipos de unidades são possíveis de abrir pela Mardelle?

Como vimos ao longo do texto, a franquia Mardelle trabalha com dois modelo de negócio. O futuro franqueado pode optar por abrir sua unidade em algum shopping ou centro comercial da sua região, ou em um ponto comercial na rua. 

Ambos os projetos possuem valores e tamanhos diferentes e cabe a você selecionar aquele que mais lhe agrada. Caso ainda tenha dúvidas, também pode consultar o representante comercial da Mardelle para ajudar na sua tomada de decisão. 

O importante é que conheça as principais vantagens de cada formato e os valores. Observe que a todo momento estamos destacando o quanto o financeiro é importante, não deixe de executar as boas práticas que passamos para você no ínicio do nosso conteúdo. 

Unidade Shopping

A unidade em shopping ou em centro comercial é a opção que exige o maior investimento por parte do franqueado. Muito dessa diferença se dá inicialmente por causa do quadro mínimo de colaboradores. 

Para abrir a sua loja Mardelle nesse formato é preciso selecionar profissionais para trabalhar como gerente, caixa e, no mínimo, dois vendedores. Caso sinta a necessidade de mais pessoas, é permitido apenas seis colaboradores para comercializar os produtos e dois no caixa. A loja deve ter entre 40m² e 45m².

  • Taxa de franquia: R$ 30 mil
  • Instalação e Montagem: valor base de R$ 120 mil
  • Capital de giro: R$ 15 mil
  • Investimento inicial previsto: R$ 165 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 80 mil

Quantidade alta de prováveis clientes

Entre as principais vantagens que o franqueado terá ao abrir sua unidade em um shopping, é estar localizado em um lugar onde as pessoas estão mais dispostas a fazer compras. Geralmente, a maioria que frequenta esses centros comerciais, vão com a intenção de comprar algo. 

Além disso, esses locais são ótimos pontos de encontro para amigos, casais, familiares etc. São amplos serviços que eles oferecem que acabam chamando a atenção de diversas pessoas, o que traz benefícios para a sua unidade. 

Ou seja, isso permite que você tenha um fluxo maior de consumidores que vão entrar na sua loja com o intuito de comprar algo. Apesar de ter um horário mais limitado por causa da obrigação de seguir as diretrizes do shopping, você pode ter um número de vendas maior. 

Estudo sobre o fluxo de pessoas

Mulher escolhendo modelos de lingerie
O estudo de fluxo de pessoas ajuda você a escolher o melhor ponto para a sua unidade

Outro ponto que vale a pena destacar dos shoppings é que a maioria destes locais conta com estudo sobre o fluxo de pessoas. Dessa forma, aparece um perfil geral do público que frequenta o local. Assim, você consegue saber qual o sexo que mais frequenta o shopping, a idade média dos consumidores e até mapa de calor. 

Por mais que não pareça algo muito grande para alguns, na hora de selecionar o shopping que você irá instalar a sua unidade, esse estudo auxilia bastante no entendimento das melhores lojas para alugar. No final das contas, esse tipo de estudo será fundamental para o desenvolvimento da sua unidade. 

Por exemplo, como a Mardelle é uma marca voltada para moda íntima, existem algumas estratégias que podem ser montadas com base nesse estudo de fluxo. Inclusive, até se vale a pena ou não abrir próximo a um concorrente direto.  

Maior segurança

Os shoppings, por ser um local fechado, é comum encontrarmos diversos seguranças e câmeras de monitoramento. Assim, as chances de ter uma loja assaltada e tomar grandes prejuízos são muito reduzidas. 

Outro ponto que vale a pena destacar nas unidades para shopping é o estacionamento que os centro comerciais oferecem a seus clientes. Isso traz mais segurança para os seus consumidores se formos comparar com as unidades montadas em ruas movimentadas. 

Vale destacar que a segurança está inclusa no valor do aluguel e você não precisa pagar uma taxa maior para isso. Outro fator de destaque são as datas comemorativas que costumam proporcionar um fluxo maior de clientes em shoppings e centros comerciais. Lembrando que essa vantagem também é para os seus clientes.  

Fácil acesso

A maioria dos shoppings possui um acesso facilitado para os clientes, seja por meio de linhas de transporte público ou pelas ruas voltadas para um bom fluxo de carros. O estacionamento destes espaços também é um fator que contribui diretamente para a atração dos clientes.

Caso você opte por uma franquia Mardelle para centros comerciais, você precisa ter em mente que essa é uma área pensada e desenvolvida para entregar maior comodidade para os consumidores. 

Nesse quesito também estão presentes as políticas inclusivas como as rampas para cadeirantes ou marcações no chão para deficientes visuais, por exemplo. Sem contar na praça de alimentação e espaços voltados para crianças. O que acaba agregando ainda mais valor para o seu empreendimento. 

Unidade loja de rua

A loja de rua da Mardelle é a opção que possui o investimento mais em conta. Não apenas por causa do valor inicial, mas também por causa dos valores inferiores com relação a aluguel, por exemplo. 

Porém, essa é uma quantia que varia muito de acordo com a localização escolhida para abrir a sua unidade. Diversos fatores podem contruibuir para a valorização de um local como movimento da rua, classe social do bairro, comércios etc. 

Outro fator que favorece o investimento mais baixo é o quadro de funcionários mais reduzido. Dessa forma, você precisa apenas de um gerente, um caixa e entre dois e quatro vendedores no máximo. Por fim, o espaço da loja deve variar entre 25m² e 40m². 

  • Taxa de Franquia: R$ 30 mil
  • Instalações e Montagem: valor base de R$ 90 mil
  • Capital de giro: R$ 15 mil
  • Investimento inicial previsto: R$ 135 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 50 mil

Mais pessoas circulando

Escolhendo abrir a sua unidade na rua, você terá diversas vantagens. Mas podemos considerar que o número de pessoas circulando no local como o maior fator. Dificilmente um shopping conseguirá o mesmo movimento de um espaço aberto. 

Ou seja, enquanto os centro comerciais limitam o seu alcance apenas a pessoas que vão as compras, as lojas de rua tem grande possibilidade de atrair clientes “distraídos”. Aquele que está na rua para resolver algum problema, observa a sua vitrine e decide fazer uma compra, por exemplo. 

Sem contar que você está de frente para a rua, onde geralmente possui um grande fluxo de carros. Com uma boa fachada, a sua loja pode conseguir ficar na memória do consumidor e o fazer voltar para conhecer. 

Além disso, você está posicionado em um local que tem uma frequência alta de pessoas que passam ali diariamente. Dessa forma, é possível trabalhar melhor com ações de fidelização com seus clientes. 

Autonomia para ações de divulgação

Um dos grandes problemas dos shoppings é que você fica limitado a algumas questões como ações de marketing. O empresário não pode colocar algo fora da sua loja para conseguir chamar a atenção dos consumidores, por exemplo. 

Esse é um problema que não existe para quem opta por uma unidade na rua. Você tem total autonomia para desenvolver a ação que desejar, desde um cavalete apontando alguma promoção até pessoas entregando panfletos na porta chamando mais clientes. 

Porém, é importante ficar atento a algumas questões antes de tomar essa atitude. Lembra que comentamos sobre a taxa de propaganda e a sua finalidade? Por causa disso, a Mardelle oferece artes e sugestões de panfletos para que possa imprimir e divulgar. 

Caso queira algo fora do que foi entregue, você precisa comunicar a marca e aguardar a autorização. Esse é um cuidado muito importante, qualquer ação que for realizada fora do padrão pode colocar em risco a imagem que a marca construiu ao longo dos 25 anos de trabalho.

Investimento mais baixo

bolso com diversas notas de dinheiro em real
As lojas de rua permitem que o franqueado tenha maior economia ao longo da sua jornada empreendedora

As lojas em ruas, não apenas para a franquia Mardelle, precisam arcar com um aluguel mais em conta e não precisa pagar luvas, taxa de condomínio e fundo de promoção como acontece nos shoppings.

O custo de ocupação, nesse caso, considera a relação entre as despesas operacionais de locação e o faturamento bruto da loja sendo, em média, 100% mais barato. Por contar com um investimento mais baixo, é possível que você consiga investir mais em melhorias no seu negócio.  

Além disso, com valores mais baixos a tendência é que você tenha mais possibilidade de passar por uma crise com mais facilidade. Afinal, o faturamento é uma inconstante e os seus custos não. Dessa forma, a luta deve ser sempre para manter a diferença o mais positiva possível. 

Menor concorrência

Geralmente, ao optar por uma loja de rua você, tende a ter menos concorrentes do que em shoppings. Claro, isso não quer dizer que estará livre de uma loja que vende produtos do mesmo segmento que você. 

Porém, na rua os clientes possuem menos opções tanto de estabelecimentos variados, quanto de marcas voltadas para lingerie. Nos centros comerciais você precisa competir também com outras empresas que brigam diretamente pelo dinheiro dos consumidores. 

Assim, ele pode ter mais dúvidas e acabar optando por outro produto. Por isso, se deseja ter mais tranquilidade para desenvolver o seu negócio, provavelmente uma loja na rua lhe dará uma gestão mais fácil neste sentido. 

Mas calma, isso não quer dizer que escolher um ponto comercial em um bairro movimentado seja sinônimo de sucesso. Também existem pontos negativos que precisam ser avaliados como segurança, mudanças climáticas, estacionamento, falta de estrutura da região etc. 

Analise com cuidado, mais uma vez, quais as condições você está mais disposto a enfrentar. Os pontos que levantamos aqui são mais gerais, então todos os empresários passaram pelos mesmos problemas e vantagens que você. 

Conheça a rentabilidade prevista pela Mardelle

A rentabilidade é uma variável que é analisada por diversos tipos de investimento, seja para abrir uma franquia, empresa do zero ou até aplicações na bolsa de valores. O objetivo dessa medida é mostrar qual a porcentagem que o seu negócio consegue devolver o valor aplicado. 

Ou seja, em quanto tempo você terá o dinheiro investido recuperado na sua conta. Esse é um dos principais fatores que devem ser analisados antes de decidir qual a franquia irá abrir. 

No caso da Mardelle, a empresa estima que o franqueado terá uma rentabilidade entre 15% e 20%, algo próximo a uma média de 12 ou 24 meses de operação. Mesmo que seja uma previsão, você consegue estipular qual será a sua rentabilidade ao longo da sua operação. 

Para isso, basta analisar o lucro líquido da sua unidade. O valor é referente ao que sobra de dinheiro após você quitar todas as suas despesas da sua loja como salário, aluguel, bonificações, fornecedores, energia, água etc. 

Após descobrir esse número, basta dividir pelo valor do investimento que você fez até aquele momento e multiplicar por 100. Dessa forma, você irá chegar ao indicador que aponta se está dentro do que a Mardelle previu, se está melhor ou pior. 

Com base nisso, é possível descobrir os primeiros sinais de que o seu negócio está indo bem ou não. O cálculo pode ser feito mensalmente, semestralmente ou anual. A recomendação é que o levantamento seja feito nas três opções. Quanto mais próximo for esse acompanhamento, mais fácil fica para fazer bons diagnósticos. 

Rentabilidade e faturamento não são iguais

pessoa colocando moeda no porquinho de cofre
Para chegar a rentabilidade é preciso saber quanto dinheiro você consegue guardar ao final do mês, diferente de faturamento.

Uma questão importante é que rentabilidade não é a mesma coisa que faturamento. São coisas distintas e que se conversam apenas para que você consiga chegar no seu lucro líquido. 

Ao ler a COF, você pode ter essa dúvida e acabar tendo um entendimento errado sobre o empreendimento que está prestes a assumir. Por isso, optamos por separar os dois conceitos e explicar o que significa. 

Assim, o faturamento é equivalente a todo o dinheiro que entra na sua franquia Mardelle ao longo de um determinado período por meio das vendas realizadas. Além disso, o faturamento também deve ser apresentado para os órgãos de fiscalização e ser apresentado junto com a descrição dos valores obtidos. 

Mais uma vez, mantenha o seu contador por perto para que ele possa ajudar você neste levantamento. Por mais que pareça algo fácil, você pode deixar passar questões importantes que colocam a sua unidade em problemas. 

O franqueado pode montar uma loja virtual da Mardelle?

Para abrir uma franquia Mardelle, você não é autorizado a abrir uma loja virtual. A própria marca conta com o seu e-commerce, porém ela não é vinculada a nenhuma unidade. Entretanto, existe uma possibilidade para que consiga divulgar a sua loja. 

As redes sociais são o melhor lugar para que possa divulgar os produtos e promoções da rede. Esse formato é conhecido como Social Commerce. Dessa forma, você consegue promover uma relação mais próxima e íntima com seus clientes. 

Com a frequência de postagens em locais como Facebook ou Instagram, você permite que os clientes possam acompanhar a sua loja mesmo não indo diretamente à loja. Para que tenha uma ideia do tamanho do impacto, separamos uma pesquisa realizada pela Hootsuite

De acordo com a divulgação da empresa, o Brasil é o segundo país que mais possui usuários no Instagram, ficando atrás apenas dos EUA. Ao todo são quase 70 milhões de perfis ativos. 

Assim, a rede social se torna uma ótima ferramenta para você conseguir se destacar dos concorrentes. Afinal, seus clientes podem questionar sobre peças disponíveis, cores, tamanhos e ir a sua unidade finalizar o processo de compra. 

Além disso, essa prática ajuda você a conhecer um pouco mais o seu público-alvo e de que maneira ele tem tem enxergado o seu estabelecimento. Seja por meio de comentários ou compartilhamentos, gerando, assim, a tradicional propaganda boca a boca. 

O S-Commerce também pode ser considerada uma forma mais barata e prática de divulgar a sua franquia Mardelle. Criar um perfil em redes sociais não custa nada e basta apenas divulgar com seus clientes. Lembrando que não há nenhum custo envolvido nesse tipo de trabalho.  

O perfil ideal dos franqueados Mardelle

O empresário que pretende investir na franquia Mardelle precisa ter um perfil alinhado com as expectativas da marca. Antes de apresentarmos as características, é importante que relembrar um pouco sobre como funciona o sistema de franchising. 

As franquias são modelos de negócios que visam autorizar um terceiro a explorar comercialmente a marca em questão. Para que isso seja sinônimo de sucesso, a empresa precisa oferecer treinamentos e suportes voltados para manter o padrão da marca. 

É graças a essa padronização que podemos considerar esse modelo de negócio um dos mais seguros do Brasil. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas 5% das franquias fecham antes dos dois anos, contra 23% dos empreendimentos próprios. 

Por causa da padronização, tudo precisa estar muito bem alinhado para que seja uma união perfeita. Dessa forma, podemos imaginar aqui que o perfil do empreendedor tem um papel fundamental para a execução do projeto. 

O futuro franqueado da Mardelle precisa estar ciente que irá trabalhar em um empreendimento mais voltado para vendas. Assim, caso o seu perfil seja mais ligado a gestão, será preciso desenvolver algumas características para se alinhar ao que é esperado e, aí sim, ter o sucesso com a sua franquia. 

Porém, trabalhar comercializando lingerie exige muito cuidado do empresário. Esse segmento exige que o franqueado esteja sempre atento ao seu próprio comportamento e de seus colaboradores. 

Primeiramente, por se tratar de peças íntimas, você estará lidando diretamente com questões de autoestima e aceitação do corpo. Saber respeitar esses pontos é fundamental para que tenha uma loja com atendimento atencioso e de extrema qualidade. 

Apesar de não ser um fator eliminatório no momento da sua entrevista, essas dicas irão ajudar você no decorrer da sua jornada como franqueado.

Como ter uma boa gestão de lojas físicas da Mardelle?

fachada da franquia Mardelle em shopping
Para ter sucesso com sua loja física é muito importante fazer uma boa gestão de pessoas

A Mardelle é uma marca que espera muita dedicação por parte de seus franqueados. Dessa forma, ele deve está sempre em busca de aprendizado constante e não pode medir esforços para que a sua unidade possa decolar e se tornar uma referência para a rede. 

Toda essa jornada começa assim que você assina o seu contrato e inicia as etapas gerenciais e administrativas da sua loja. Primeiramente, lembre-se sempre de seguir as orientações que são passadas pelo suporte ou treinamentos. 

É graças a isso que você consegue ter uma unidade alinhada com as perspectivas de crescimento, assim como estava apresentada na Circular de Oferta de Franquia. Todos os passos ajudam não apenas no seu desenvolvimento, mas também no fortalecimento da marca na região em que está aberta. 

Antes de apresentar as boas práticas para fazer parte da franquia Mardelle, você precisa estar preparado para enfrentar qualquer problema ou situação que possa lhe surpreender. Para que isso aconteça, é preciso estudo, dedicação e disposição integral para a sua unidade. 

Mesmo que as franquias sejam empreendimentos mais seguros que um negócio aberto do zero, isso não quer dizer que não haverá situações que podem colocar o seu investimento em cheque. Apesar de ser muito reduzido, alguns cuidado precisam ser tomados para que possa durar anos a frente da loja. 

Seja proativo

Ser proativo é uma das principais características de um bom empreendedor. É dessa forma que você consegue se antecipar aos problemas e se preparar para o que pode aparecer ao longo da jornada. Graças a essa característica, você consegue identificar novas oportunidades e processos que podem ser otimizados. 

Não se preocupe se não se considera uma pessoa muito proativa, essa é uma característica que pode ser adquirida com prática e exercícios que tenham foco em desenvolver essa habilidade comportamental. 

Além disso, ter esse tipo de leitura dos seus negócios permite que seja visto como um exemplo a ser seguido pelos demais colaboradores da sua loja. Ser proativo também possibilita que consiga alcançar resultados melhores graças ao ganho de performance e satisfação que ela gera. 

Sem ser um empresário proativo, você dificilmente terá condições de desenvolver as demais dicas que separamos ao longo do texto. Todas precisam que tenham um pouco desse traço em seu perfil para assim, conseguir crescer e se desenvolver. 

A carreira profissional de um empresário é uma eterna busca por soluções criativas e estudo de mercado. Assim, se ficar sentado em sua cadeira esperando que as soluções caem em seu colo, o sucesso não irá aparecer da maneira que deseja.

Desenvolva suas habilidades

Primeiramente, graças a proatividade você consegue reconhecer quais são as suas habilidades e aprimorar aquelas que não são tão boas ou lhe faltam. A principal dica para conseguir se desenvolver é fazer uma lista sincera dos pontos que considera forte e fraco. 

Dessa forma, basta procurar cursos, livros e exercícios que possam trabalhar a seu favor para aprimorar as questões mais fracas que levantou. Após se sentir bem com o que tem adquirido, você pode começar a pensar em melhorar as suas principais características. 

Ou seja, se acredita que não consegue lidar muito bem com técnicas de vendas, busque cursos que vão ajudar você a aprimorar a persuasão, a aproximação na hora de realizar o trabalho etc. 

Se a franquia Mardelle for a sua primeira experiência como empreendedor, você não terá tudo que é preciso para conseguir gerir da melhor forma. Não se cobre algo diferente disso, é algo natural e normal. 

Você sabe lidar bem com a administração de dinheiro? Consegue desenvolver ações para promover a sua marca dentro da sua capacidade? Sabe contratar funcionários que realmente se encaixam ao negócio? Sabe lidar com o fracasso?

Todos esses pontos que levantamos são fundamentais para qualquer franqueado. Todas as habilidades podem ser aprendidas e desenvolvidas. Mesmo após se sentir confiante no que acabou de aprender, busque sempre mais. 

Essa é a principal característica dos grandes empresários, nenhum para no tempo e está sempre em busca de novos conhecimentos e características que terão impacto direto no seu negócio. 

Incentive o autoconhecimento de seus colaboradores

Um empreendimento, mesmo seja que apenas uma loja, precisa que as pessoas estejam sempre motivadas para entregar o melhor trabalho. 

Para que tenha uma ideia, segundo uma pesquisa realizada pela Right Management, 50% das pessoas entrevistadas, quando motivadas por algo, conseguem trazer melhores resultados para uma empresa. 

Dessa forma, ao trabalhar com incentivos diferentes como bonificações, premiações e promoções, por exemplo, você cria um bom ambiente para que todos possam buscar melhorias em suas características profissionais. 

Um pequeno incentivo que seja, pode melhorar a inteligência emocional e autoestima da equipe, trazendo menos complicações nas tarefas do dia a dia, principalmente quando se trata de varejo. Lidar com pessoas é um trabalho que exige energia e dedicação dos colaboradores. 

Dê exemplos

Adele Brito fazendo atendimento em uma franquia Mardelle
É muito importante que seja um exemplo para os demais colaboradores da sua unidade

Todo empresário precisa trabalhar na linha de frente do seu negócio, como já falamos. Não adianta nada deixar que apenas os seus colaboradores façam o trabalho sem um bom exemplo de como deve prosseguir. 

Dessa forma, uma dica muito importante para que consiga administrar bem uma franquia Mardelle é mostrar para seus funcionários como deve ser o atendimento. Não precisa ser durante todo o tempo, é claro, mas pelo menos algumas vezes ao longo do dia. 

Essa é uma prática interessante também para conseguir observar como é o atendimento da sua unidade. Se você não coloca a mão na massa e atua comercializando seus produtos, não será possível apontar as falhas e o que cada um pode melhorar. 

Lembre-se que você é o primeiro ponto de contato da Mardelle e tende a saber mais sobre a história e costumes da marca. Por isso, é a melhor pessoa para apresentar todos os pontos, mesmo que a franquia oferece treinamentos para os colaboradores. 

Outra característica importante nesse sentido é estar sempre aberto a ouvir opiniões e sugestões do seu quadro. Essa é uma das principais diferenças entre ser um bom líder ou não. 

Mesmo que pareça algo simples, é comum encontrar empreendedores que não costumam dar ouvidos para situações de melhorias oferecida pelos funcionários. Além de fechar um canal de comunicação fundamental para a sua unidade, você tende a desmotivar e servir como péssimo exemplo para eles. 

A hierarquia deve existir apenas com relação aos papéis que cada um ocupa e nunca nas questões de relacionamento. Caso isso aconteça, você terá grandes dificuldades para conseguir implementar os próximos tópicos. 

Ofereça feedbacks constantes

Feedback é uma técnica de comunicação que visa estreitar as relações entre o chefe e seus colaboradores, visando o desenvolvimento profissional de ambas as partes. Porém, ainda é uma ação que é vista com maus olhos por algumas pessoas. 

É comum pensar que oferecer o feedback é apenas para situações negativas, mas é justamente ao contrário. A técnica visa apresentar pontos positivos e negativos que podem ser aprimorados para ajudar o colaborador a crescer. 

A conversa sincera entre as partes é uma maneira de demonstrar que você se preocupa com com seus colaboradores. Por isso, não é simplesmente chegar e apontar as questões que enxerga, é necessário carinho e cuidado para expor sua opinião. 

Para que tenha uma maior efetividade, permita que eles também falam sobre o que pensam do seu trabalho. O mais importante, nesse caso, é que não veja como algo pessoal e se mostre aberto para escutar os pontos que pode melhorar como gestor. 

O feedback é muito mais do que apenas saber como usar as palavras e o momento certo de utilizá-las. É necessário que tenha atenção com o seu tom de voz, expressão corporal e gestos que possam parecer algo inapropriado para o momento. 

Essa atividade é uma maneira de mostrar para seus colaboradores o quão eles são importantes para sua unidade. Sem contar que juntando com os demais pontos que apontamos, você consegue se antecipar a diversos fatores que podem ser facilmente evitados quando descobertos cedo, como a insatisfação do seu quadro.

Você pode procurar alguns cursos ou leituras que irão lhe ajudar a traçar as melhores práticas para oferecer feedback ao seu time. Podemos antecipar que existem pelo menos três tipos: positivo, construtivo e negativo.  

Tenha um bom gerenciamento de conflitos

Com todas as técnicas que apresentamos até aqui, você pode se considerar o líder e empreendedor um passo à frente quando se trata de gerenciamento de conflitos. Ser uma pessoa acessível para seus funcionários, conhecer seus problemas, ser proativo e visto como um exemplo permitem que o trabalho seja harmonioso na sua franquia Mardelle.

Essa é uma peça fundamental para qualquer tipo de negócio que estiver a frente, sem isso até o sucesso financeiro fica comprometido. Afinal, problemas internos tendem a provocar baixos índices de produtividade e colaboradores desmotivados. 

Podemos dizer que o gerenciamento de conflitos funciona como um método de ações que fazem as divergências serem reduzidas, para facilitar a busca de soluções benéficas para seu negócio. Quando feita da maneira correta, todas as partes de um empreendimento ganham. 

Nas soluções que apresentamos para gerir o seu negócio, foi possível observar como a capacidade de lidar como pessoas é um fator de suma importância. Nenhum ser humano é igual ao outro e isso traz um ótimo desafio para os empresários que precisam aprender a lidar com essas diferenças. 

Ao reduzir as falhas de comunicação por meio do feedbacks ou incentivar que todos busquem ser profissionais melhores tendo você como exemplo, consegue-se reduzir drasticamente as chances de que algo negativo aconteça ao longo da sua gestão.

Sabendo lidar com todos esses fatores, você pode se preparar para uma administração muito mais efetiva. Ser franqueado é um trabalho mais simples do que quem opta por um negócio do zero, mas os cuidados de gerenciamento, no geral, precisam ser praticamente os mesmos. 

Para que você veja as vantagens de ser um franqueado da Mardelle, preparamos o vídeo a seguir. Confira o depoimento abaixo. 

Dicas para administrar uma unidade Mardelle

Para administrar uma unidade da franquia Mardelle é aconselhável que consiga considerar alguns fatores para o bom desenvolvimento do negócio. Por mais que muitas pessoas pensem que administrar é a mesma coisa que gerir, existem algumas diferenças. 

Essas questões precisam ser bem separadas para que você não confunda e tenha problemas futuros. Os dois conceitos andam muito próximos e dependem um do outro, porém administrar significa planejar e controlar os recursos humanos, materiais e financeiros. 

Enquanto isso, a gestão tem como intuito estimular a participação, autonomia e responsabilidade dos funcionários. Com as diferenças apontadas, fica mais fácil para você compreender as dicas que vamos apresentar a seguir. 

As franquias são empreendimentos que, para transmitir o conhecimento que adquiriu ao longo dos anos e conseguir se firmar no mercado, oferecem suporte e treinamentos para preparar o futuro franqueado a desenvolver sua unidade. 

Para que tenha o sucesso esperado, tudo é baseado em um plano de negócio que foi testado, alterado e corrigido diversas vezes. Essas etapas são são mais diferenças entre esse modelo e a empresa aberta do zero. 

Mas podemos dizer que as diferenças acabam praticamente aí. Podemos considerar as franquias como negócios semi-independentes, onde apenas algumas questões precisam manter a padronização. 

Fora disso, os processos são os mesmos de um empreendimento aberto sozinho. Confira a seguir um pouco sobre essas semelhanças e as dicas para conseguir administrar sua franquia Mardelle da melhor forma.   

Contrate um contador

Talvez essa precise ser a primeira ação que deverá tomar ao optar por abrir uma franquia. Os contadores são profissionais que terão um papel fundamental na abertura, manutenção e desenvolvimento da sua unidade. 

É graças a eles que você conseguirá dar entrada no processo de abertura de empresa. Exatamente, por mais que você esteja utilizando uma marca terceira, será preciso passar pelos mesmos trâmites de uma pessoa comum. 

Para um leigo, essa etapa pode ser algo complicado e complexo por causa dos documentos, formulários e etapas que precisam ser cumpridas. Dessa forma, o contador estará pronto para dar entrada no seu registro na Junta Comercial. 

A primeira etapa é voltada para o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). Se você estiver investindo na franquia Mardelle junto a um sócio, também é preciso apresentar o contrato social que mostra as regras e condições que essa sociedade irá funcionar. 

Ao final do processo e com o CNPJ em mãos, o próprio contator irá ajudar você no registro da sua franquia junto aos órgãos públicos, liberação dos alvarás e licenças nos âmbitos federal, estadual e municipal. 

Durante a sua jornada como franqueado, o contador também vai auxiliar no desenvolvimento de um planejamento financeiro para garantir que o pagamento de dívidas, encargos, salários, bonificações, manutenções etc. 

É graças a esse documento que você poderá recorrer a bancos para conseguir créditos e também funciona como prova judicial em caso de alguma ação. Observe que não é um trabalho muito simples, por isso é um profissional tão importante para o seu negócio de moda íntima.

Faça análises financeiras constantes

Para que consiga facilitar o trabalho para o seu contador ou caso queira desenvolver esse papel sozinho, você precisará fazer análises financeiras constantes da sua unidade. É por meio delas que saberá como está o desempenho da sua loja, dos colaboradores etc.

Os relatórios gerados são importantes para que você, como investidor, consiga tomar as melhores decisões a ponto de transformar o seu negócio no mais rentável possível. Para que consiga fazer esse trabalho, observe os seguintes dados:

  • liquidez (capital circulante, corrente, seca, geral);
  • giro de caixa;
  • capital da empresa comprometido com alguma obrigação;
  • custos variáveis e fixos;
  • precificação;
  • lucro operacional; e
  • demonstrativo de resultados do exercício.

O dinheiro é o principal fator que move as empresas, dessa forma é tão importante que tenha esses levantamentos em dia. Podemos observar a importância de trazer a prática de controle financeiro ainda na etapa para se tornar um franqueado. O resultado dessa perda do “medo” se representa nesse momento. 

Por ser um fator tão importante, principalmente para quem tem sócio, as questões que envolvem dinheiro precisam ser transparentes e claras. Todo o processo precisa ser muito bem estudado, ainda mais para evitar que caia em uma possível irregularidade da Receita Federal.  

Trabalhe o seu networking

Três pessoas conversando em uma cafeteria
Conhecer e trocar experiência com outros empresários ajuda em muito a sua administração

O networking é um conceito que busca a troca de experiência de pessoas sobre um determinado assunto. No caso das franquias e empreendedores, é uma prática muito recomendável, quase que essencial para o desenvolvimento do negócio. 

Isso acontece pois é sempre possível conseguir encontrar soluções para ajudar na sua gestão e administração. Apesar da própria Mardelle oferecer dicas e ajudas por meio do seu suporte, você tem total liberdade para agir administrativamente em sua franquia. 

Caso tenha sucesso, a própria franqueadora colhe as ações que fez e oferece para outros franqueados com o intuito de fortalecer ainda mais a rede. Essa troca de conhecimento é sustentada também pelas vantagens de crescimento profissional. 

Mesmo que a longo prazo, o networking permite que você converse sobre os desafios que enfrenta no seu dia a dia. Mas é importante saber escolher bem quem serão as pessoas que fazem parte da sua lista de influência. Elas precisam ser realmente capazes de ajudar você de alguma forma. 

Para conseguir montar uma boa rede de contatos, marque presença nos eventos e construa a sua própria reputação. Lembra da lista com todos os franqueados presente na COF? A explore mais, converse com os que não entrevistou, aumente o seu vínculo etc. 

A principal questão que precisa ser entendida que o objetivo do networking não é ter a maior lista possível. Nesse caso, o importante é que sejam contato de qualidade e que realmente agregam algo a você. 

Adote ações de marketing alinhadas com a Mardelle

Apesar do sistema de franquias exigir um cuidado especial quando se trata de ações de marketing como a própria taxa de propaganda, você pode criar ações de marketing para a sua unidade. 

Porém, para que isso possa acontecer da maneira mais correta possível, suas peças e planos precisam ser aprovadas pela Mardelle. Dessa forma, caso queira distribuir panfletos ou alterar alguma imagem que chegou para você, não deixe de notificar a marca.

Importante que você saiba que tudo deve estar de acordo com a postura que ao longo dos anos, tornaram a marca reconhecida no mercado. Principalmente se você optar por montar o seu perfil nas redes sociais, no qual o cuidado deve ser redobrado.  

Se essas questões não forem levadas em consideração e colocar alguma campanha sem a autorização, o seu contrato pode ser cancelado e você perde o seu investimento. Por isso, todo cuidado é pouco. 

Essa é a maneira mais eficiente que todas as marcas possuem de manter todas as unidades da rede alinhadas com a missão, valor e visão da empresa. Pontos primordiais para o desenvolvimento de qualquer rede de franquias. 

Tenha um bom controle de estoque

Uma das questões mais importantes de uma boa administração na sua franquia Mardelle é referente ao controle de estoque. Esse ativo deve estar sempre alinhado ao volume de venda da sua unidade para evitar que tenha mercadoria parada e tome prejuízos. 

Ou seja, imagine que você compre uma grande quantidade de sutiã sem bojo e observa que ele não tem uma boa saída. Porém, o pijama tem tido uma grande saída e você precisa repor esse estoque. Nessa situação, você tem dois problemas.

Como ficar atento ao estoque?

Primeiramente, você está com um grande volume de produto parado e sem perspectiva de venda. Já a outra situação está vinculada a falta de espaço para aumentar o seu pedido de pijamas, afinal o estoque de sutiã sem bojo também ocupa espaço e prejudica a reposição do que realmente importa para a sua loja naquele momento.

Dessa forma, a única solução para conseguir abrir vaga no seu estoque é criando promoções para os sutiãs. Por mais atrativo que esse tipo de ação seja para os clientes, ela feita sem planejamento adequado gera prejuízo. E essa é a tendência de uma ação promocional tão em cima. 

Assim, ao negociar o que está parado você acaba vendendo a preços muito baixos e tem uma margem mínima de lucro, isso se conseguir ter alguma margem. Para evitar isso, o empresário precisa saber muito bem como é o movimento da sua franquia Mardelle. 

Ou seja, acompanhar o número de peças que são vendidas, quais as queridinhas do público, a tendência do mercado, o perfil do seu público, entre outros. São diversos fatores que contribuem na hora de fazer um novo pedido de mercadorias para os fornecedores. 

Sem um bom controle de estoque, você está a um passo de levar a sua loja para o caminho da falência. Fique bastante atento a essa questão, encontre o melhor equilíbrio em vez de comprar só aquelas que vendem mais. Você também precisa ter outras opções para seus clientes, principalmente diante do catálogo da Mardelle.  

Para você ficar por dentro de mais dicas para administrar a sua franquia e os benefícios de fazer essa ação, separamos o ebook abaixo para você conseguir se preparar. Faça o download clicando no banner a seguir. 

ebook gratuito franquias dicas administrar franquia

Dicas para conseguir abrir uma franquia Mardelle sem susto

Para que consiga ter uma boa experiência durante e após o processo de abertura da franquia Mardelle, é importante que você fique atento a algumas questões muito importantes para o seu desenvolvimento. 

Primeiramente, observe como é a relação entre o custo do seu investimento e a previsão de retorno financeiro. A Mardelle oferece uma das melhores condições do mercado e tem atraído diversos empreendedores por causa do seu custo-benefício. 

Em seguida, também analise o tempo necessário para que consiga ter o seu dinheiro de volta e realmente começar a ter lucro. Esse período é muito importante para que você saiba se a duração do contrato realmente faz jus ao seu empreendimento. 

Imagine abrir uma loja de roupa íntima e em apenas um ano ter todo o seu investimento de volta. Como vimos, essa é a previsão que a Mardelle faz para seus franqueados, o que torna a franquia altamente atrativa.

Para conhecer um pouco mais sobre as vantagens da franquia Mardelle, preparamos um vídeo resumindo todas informações que apresentamos até aqui. Veja!

Com todas essas informações fica fácil saber o motivo pelo qual a Mardelle é uma das empresas voltadas para moda íntima de maior sucesso no Brasil. Criada há mais de 20 anos em Minas Gerais, a empresa conta com mais de 20 unidades espalhadas pelo país. 

O reconhecimento não vem sozinho e a empresa consegue isso com seu público devido a sua política de atendimento. Isso é um reflexo dos treinamentos e suportes de qualidade que são passadas para todos os franqueados. 

Gostou do nosso guia completo sobre a franquia Mardelle? Entre em contato com a empresa e continue explorando o nosso blog por meio do texto “Diferenciais INCRÍVEIS entre a Mardelle e as franquias de roupas baratas

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Autor: Rodrigo Brito
9 de setembro de 2020

Ficou interessado em alguma franquia?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

Matérias relacionadas: